Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização de células T gamma-delta e natural killer na imunoterapia da tuberculose experimental com a vacina gênica DNAhsp65 (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOARES, LUANA SILVA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: TUBERCULOSE; IMUNOTERAPIA; DNA; LINFÓCITOS T
  • Keywords: DNAhsp65; Linfócito T gamma-delta; Natural killer; Gamma-delta T lymphocyte; Immunotherapy; Tuberculosis
  • Language: Português
  • Abstract: Em 1993, a Organização Mundial da Saúde declarou a tuberculose (TB) como uma emergência global devido à sua relevância epidemiológica e a necessidade de seu controle. Atualmente, a TB ainda é considerada um problema de saúde pública e requer o desenvolvimento de vacinas e terapias que sejam mais eficazes na sua prevenção e tratamento. Nesse sentido, o Laboratório de Vacinas Gênicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto estuda há mais de dez anos a eficácia da vacina gênica DNAhsp65 na profilaxia e terapia da TB. Com o intuito de complementar o conhecimento existente sobre os mecanismos imunes desencadeados pela vacina DNAhsp65, assim como sua associação às drogas convencionais utilizadas no tratamento da TB, objetivou-se neste trabalho a caracterização de células natural killer (NK), T natural killer (NKT), e T ‘úpsilon’‘delta’ na imunoterapia da tuberculose experimental com a vacina DNAhsp65, no tratamento com as drogas rifampicina (RIF) e isoniazida (INH), e na associação DNAhsp65-drogas. Inicialmente, camundongos BALB/c foram infectados com Mycobacterium tuberculosis (Mtb) cepa H37Rv no dia 0 e nos dias 1, 7, 15, 30 e 70 após a infecção, foi promovida a eutanásia dos animais infectados ou não (controle) para análise das células T não convencionais no pulmão por citometria de fluxo. No dia 30 após a infecção, os animais infectados receberam os diferentes tratamentos: vacina DNAhsp65, vetor pVAX1, drogas RIF e INH, ou as drogas em associação à vacina. Dez dias após o fim dos tratamentos, foi promovida a eutanásia dos animais para análise das populações celulares no pulmão e linfonodo por citometria de fluxo, imunohistoquímica e PCR em tempo real. Os animais somente infectados com Mtb apresentaram aumento significativo no número das células NK (‘CD3 POT. -’‘CD49b POT. +’), NKT (‘CD3 POT. +’‘CD49b POT. +’) e T ‘úpsilon’‘delta’(‘CD3 POT. +’‘‘úpsilon’‘delta’ POT. +’) logo na primeira semana após a infecção, e esta diferença em relação aos animais controle permaneceu em até 70 dias após a infecção. Entre as células NK presentes no pulmão, observou-se predominância da subpopulação ‘CD11b POT. high’‘CD27 POT. low’ em todos os animais. Nos animais infectados, verificou-se aumento significativo das subpopulações de NK: ‘CDllb POT. high’‘CD27 POT. high’ e ‘CDllb POT. low’‘CD27 POT. high’, nos dias 7 e 15 e somente no dia 15 após a infecção, respectivamente. Entre a população de células T ‘úpsilon’‘delta’ presentes no pulmão, houve predomínio do fenótipo ‘CD27 POT. -’ em animais controles e infectados nos diferentes tempos experimentais. Quanto aos animais infectados com Mtb e tratados com DNAhsp65, verificou-se aumento significativo de células T ‘úpsilon’‘delta’ produtoras de IFN-‘úpsilon’ e IL-17 no pulmão, e apesar de não ter sido observada diferença na frequência de células NK e NKT neste grupo, as células NK apresentavam maior expressão da molécula FasL relacionada à morte celular induzida por apoptose. Nos grupos drogas e DNAhsp65-drogas observou-se aumento da frequência de células T ‘úpsilon’ ‘delta’ no pulmão, assim como aumento de células NK produtoras de IL-10 e que expressavam o marcador de ativação CD69. Os resultados deste trabalho mostram mais uma vez a eficácia da vacina DNAhsp65 e da associação DNAhsp65drogas no tratamento de animais infectados com Mtb e superem que células T não convencionais como as células NK, NKT e T ‘úpsilon’‘delta’ podem participar na modulação da resposta immune na TB. Estes achados devem ser levados em consideração no desenho de novas estratégias terapêuticas e também profiláticas para a TB
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.12.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200063308Soares, Luana Silva
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOARES, Luana Silva; SILVA, Celio Lopes. Caracterização de células T gamma-delta e natural killer na imunoterapia da tuberculose experimental com a vacina gênica DNAhsp65. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17147/tde-31082016-102411/ >.
    • APA

      Soares, L. S., & Silva, C. L. (2011). Caracterização de células T gamma-delta e natural killer na imunoterapia da tuberculose experimental com a vacina gênica DNAhsp65. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17147/tde-31082016-102411/
    • NLM

      Soares LS, Silva CL. Caracterização de células T gamma-delta e natural killer na imunoterapia da tuberculose experimental com a vacina gênica DNAhsp65 [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17147/tde-31082016-102411/
    • Vancouver

      Soares LS, Silva CL. Caracterização de células T gamma-delta e natural killer na imunoterapia da tuberculose experimental com a vacina gênica DNAhsp65 [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17147/tde-31082016-102411/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: