Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Petrologia da Suíte Derribadinha e o Tonalito Bom Jesus na região de Governador Valadares (MG): abordagem estrutural a partir da ASM. Relações com a suíte Galiléia (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ROJAS, ALBA MARINA SUAREZ - IGC
  • USP Schools: IGC
  • Sigla do Departamento: GMG
  • Subjects: NITRATOS; USO DO SOLO; ÁGUAS SUBTERRÂNEAS
  • Language: Português
  • Abstract: A Faixa Araçuaí corresponde à porção setentrional da Província Mantiqueira (Almeida et al., 1973), sendo informalmente subdividida em três domínios estruturais: o para-autóctone ocidental, e os alóctones Central e Oriental (Oliveira et al., 2000; Vauchez et al., 2007), todos envolvidos em um sistema de empurrões N-S com vergência para oeste. De modo geral, o Domínio Ocidental ou milonítico corresponde à cobertura deformada do Cráton São Francisco, o Domínio Central a rochas tonalíticas-granodioríticas e o Domínio Oriental a anatexitos leucograníticos. A Suíte Derribadinha e o Tonalito Bom Jesus, alvos desta pesquisa, localizam-se na região onde as rochas do domínio central, cuja principal expoente é a Suíte Galiléia, cavalgam sobre os Complexos Mantiqueira e Juiz de Fora do Domínio Ocidental na região de Governador Valadares (MG). A Suíte Derribadinha é composta por dioritos, quartzo-dioritos, tonalitos com biotita e anfibólio. A unidade Bom Jesus é tonalítica com predominância de biotita e granada. Pods de rochas máficas associados a estas duas unidades são gabros e quartzo-gabros com ocorrência de ortopiroxênio. Geoquimicamente, segundo as definições de Frost el al. (2001) o conjunto geral de amostras é essencialmente magnesiano, metaluminoso a moderadamente peraluminoso e cálcico a cálcio-alcalino, com exceção das amostras do Tonalito Bom Jesus que são marcadamente peraluminosas. O padrão de elementos traços é também similar para todas as unidades, com valores elevados em LILE (Rb, Ba e K) e depleção em HFSE (Ta, Nb, Hf e Zr). Esse conjunto de características geoquímicas são condizentes com magmas de arco vulcânico, e sugerem que as várias unidades cartografadas relacionam-se geneticamente. Análises de Microscopia Eletrônica Varredura – MEV, e investigações sobre a mineralogia magnética, através de curvas termomagnéticas e magnetização remanente isotérmica (MRI), evidenciaramocorrência de óxidos de ferro (magnetita-hematita), sulfetos de ferro (pirita-pirrotita) e sulfetos de cobre (calcopirita) para as amostras da suíte Derribadinha, rochas máficas com ortopiroxênio e a unidade São Vitor (parte da suíte Galiléia). Amostras do Tonalito Bom Jesus exibiram óxidos de titânio (ilmenita) e ferro (hematita). O Tonalito Bom Jesus exibe valores de suscetibilidade k < 0,5 mSI. Esses valores sugerem que a anisotropia de suscetibilidade magnética ASM para essa unidade é controlada essencialmente pelos minerais paramagnéticos (Rochette, 1987; Hrouda & Jelíneck 1990). A Suíte Derribadinha e as rochas máficas e as rochas máficas com ortopiroxênio apresentam valores de k >0,5 mSI. Esses valores indicam o controle da fração ferro e paramagnética. O grau de anisotropia P varia entre 1.01 e 2.22, com valores maiores para suíte Derribadinha. Os elipsóides de ASM são dominantemente oblatos. A correspondência da trama magnética com as medidas diretas obtidas em campo sugerem que os dados ASM são uma boa aproximação da petrotrama. Foliações espaçadas leve a moderadamente definidas são observadas meso e microscopicamente em todas as unidades, porém foliações no estado sólido se restringem à zona de cisalhamento que coloca a Suíte Derribadinha e o Tonalito Bom Jesus sobre as rochas do Complexo Mantiqueira e Juiz de Fora. Foliações com direção dominantemente N-S e mergulhos rasos a moderados para E, contendo lineações down dip, correlacionados com indicadores cinemáticos refletem a dinâmica de empurrão movimentação para leste, definida na literatura como própria da tectônica colisional
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.11.2011
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SUÁREZ ROJAS, Alba Marina; EGYDIO-SILVA, Marcos. Petrologia da Suíte Derribadinha e o Tonalito Bom Jesus na região de Governador Valadares (MG): abordagem estrutural a partir da ASM. Relações com a suíte Galiléia. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-10042015-125835/pt-br.php >.
    • APA

      Suárez Rojas, A. M., & Egydio-Silva, M. (2011). Petrologia da Suíte Derribadinha e o Tonalito Bom Jesus na região de Governador Valadares (MG): abordagem estrutural a partir da ASM. Relações com a suíte Galiléia. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-10042015-125835/pt-br.php
    • NLM

      Suárez Rojas AM, Egydio-Silva M. Petrologia da Suíte Derribadinha e o Tonalito Bom Jesus na região de Governador Valadares (MG): abordagem estrutural a partir da ASM. Relações com a suíte Galiléia [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-10042015-125835/pt-br.php
    • Vancouver

      Suárez Rojas AM, Egydio-Silva M. Petrologia da Suíte Derribadinha e o Tonalito Bom Jesus na região de Governador Valadares (MG): abordagem estrutural a partir da ASM. Relações com a suíte Galiléia [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-10042015-125835/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019