Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo hidrogeoquímico, sedimentológico e dos foraminíferos de áreas submetidas a esgotos domésticos e petroquímicos do canal de São Sebastião, SP (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TEODORO, ANDREIA CRISTIANE - IGC
  • USP Schools: IGC
  • Sigla do Departamento: GSA
  • Subjects: EMISSÁRIOS SUBMARINOS; ESGOTOS SANITÁRIOS; FORAMINIFERA; HIDROGEOQUÍMICA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente estudo teve por objetivo analisar a influência da disposição oceânica de esgotos domésticos e petroquímicos na coluna d’água, nos sedimentos e nas associações de foraminíferos bentônicos. Para atingir tal objetivo foram coletadas amostras próximo aos emissários do Araçá, do Saco da Capela e do Terminal Petrolífero Almirante Barroso (TEBAR), em 2005 e 2006. Coletou-se também 10 amostras ao longo do Canal de São Sebastião, SP, em 2008. Em cada ponto amostral foram obtidos dados físico-químicos da coluna d’água, sedimentológicos (granulometria, Cot, N, P e S) e das associações de foraminíferos. As biocenoses e tanatocenoses foram estudadas separadamente. Os resultados das análises hidrogeoquímicas não demonstraram alterações de origem antrópica. Os valores de todos os parâmetros analisados estiveram dentro dos limites estabelecidos pelo CONAMA. Os resultados das análises granulométricas e geoquímicas indicaram dois setores distintos no Canal de Sebastião, um na região norte, com sedimentos arenosos e teores baixos de Cot, N, P e S e outro na região central, com predominância de sedimentos finos e teores elevados Cot, N, P e S. Na região central verificou-se abundância significativa de espécies euribiontes. Segundo os resultados granulométricos e geoquímicos obtidos para a região do Saco da Capela, o estresse ambiental decorrente do esgoto disposto ocorre de forma pontual, i.e. na saída do emissário submarino. As associações de foraminíferos são compostas predominantemente por espécies típicas de ambientes bem oxigenados. O emissário do Araçá está posicionado em região com circulação de fundo oscilando entre moderada e fraca. Os resultados geoquímicos indicaram enriquecimento orgânico, decorrente do efluente disposto, na região nordeste. Nesta região foram obtidas as maiores abundâncias de espécies euribiontes, com declínio de espécies estenobiótcas. Pelas tanatocenoses deSetembro de 2006, constatou-se grau elevado de estresse na saída do emissário (estação Ar1), onde ocorreu dominância de foraminíferos aglutinantes, sendo observados sinais de dissolução em espécimes hialinos. A região circundante ao emissário do TEBAR é a que apresenta maior nível de degradação ambiental. Nesta região os sedimentos são predominantemente lamosos, com elevados teores de Cot, N, P e S. As condições redutoras dos sedimentos de fundo são observadas pelos valores negativos de Eh, pelo valor levemente ácido de pH e pelos valores baixos das razões C/S. As associações de foraminíferos são compostas dominantemente por espécies bioindicadoras de ambientes hipóxicos. Os estudos comparativos (NMDS, MANOVA e teste t) evidenciaram diferenças significativas nas estruturas composicionais quando as biocenoses e tanatocenoses são comparadas entre si, bem como quando as biocenoses são comparadas com as tanatocenoses. Pelos resultados obtidos verificou-se que as interpretações seriam diferentes das obtidas, caso os estudos de avaliação ambiental fossem realizados com a associação total de foraminíferos (vivos + mortos)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.09.2011
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TEODORO, Andreia Cristiane; DULEBA, Wânia. Estudo hidrogeoquímico, sedimentológico e dos foraminíferos de áreas submetidas a esgotos domésticos e petroquímicos do canal de São Sebastião, SP. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44142/tde-29112012-102349/pt-br.php >.
    • APA

      Teodoro, A. C., & Duleba, W. (2012). Estudo hidrogeoquímico, sedimentológico e dos foraminíferos de áreas submetidas a esgotos domésticos e petroquímicos do canal de São Sebastião, SP. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44142/tde-29112012-102349/pt-br.php
    • NLM

      Teodoro AC, Duleba W. Estudo hidrogeoquímico, sedimentológico e dos foraminíferos de áreas submetidas a esgotos domésticos e petroquímicos do canal de São Sebastião, SP [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44142/tde-29112012-102349/pt-br.php
    • Vancouver

      Teodoro AC, Duleba W. Estudo hidrogeoquímico, sedimentológico e dos foraminíferos de áreas submetidas a esgotos domésticos e petroquímicos do canal de São Sebastião, SP [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44142/tde-29112012-102349/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019