Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Uso do espaço por animais confinados: o papel modulatório do enriquecimento ambiental (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, ADRIANA SICUTO DE - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: ANSIEDADE; COMPORTAMENTO EXPLORATÓRIO; GATOS; PSICOBIOLOGIA
  • Keywords: bem-estar animal; Felis catus; refúgios; teste de preferencia; animal welfare; exploratory behaviour; Felis catus; hiding behaviour; preference testing
  • Language: Português
  • Abstract: A garantia de bem-estar animal é essencial para assegurar resultados científicos confiáveis, e as técnicas de enriquecimento ambientar, utilizadas nessa busca, não podem ignorar as preferências e necessidades da espécie em questão, tais como o modo de utilização do espaço disponível. Nosso objetivo foi analisar como 35 gatos domésticos (12 machos e 23 fêmeas) utilizam seu espaço e as influências do enriquecimento ambiental nessa questão, visto que tal grupo contempla características de animais de companhia e também de biotério, sendo modelo em diversas pesquisas científicas. A utilização do espaço vertical foi quantificada a partir de filmagens das camas continuamente disponíveis em 4 níveis (0,60; 0,88; 1,16 e 1,46 m) e de refúgios (enriquecimento) em 3 diferentes alturas: 0, 0,5 e 1,0 m. Os resultados indicaram predileção pelas camas mais elevadas (1,46 m); entretanto, houve diferença significativa no tempo de utilização apenas para os refúgios a 0,5m, reforçando a importância de testar e confrontar as preferências dos animais em diferentes circunstâncias. Quanto ao uso do espaço horizontal, a disponibilização de refúgios alterou a distribuição dos animais na área de teste e aumentou comportamentos ativos e passivos. Testamos a escolha entre refúgios descobertos (100%) e com 50% de cobertura e também entre refúgios com aberturas laterais de 25% e 100%. Preferências não identificadas no primeiro teste (100% e 50% descobertas) tornaram-se aparentes quando as aberturas estavam nas laterais: os refúgios com 25% de abertura lateral foram utilizados por mais tempo. Tais resultados podem estar relacionados a ansiedade dos animais confinados, podendo esse teste ser uma potencial alternativa ao labirinto em cruz elevado para estudos de ansiedade com felinos. As diferenças observadas entre machos e fêmeas podem apontar influência diferenciado entre géneros do confinamento nocomportamento de animais castrados. Nossas conclusões ressaltam a necessidade do enriquecimento ambiental bem fundamentado na manutenção do bem-estar animal e sua interferência no uso do espaço
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.05.2012
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800046294Oliveira, Adriana Sicuto de
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Adriana Sicuto de; GENARO, Gelson. Uso do espaço por animais confinados: o papel modulatório do enriquecimento ambiental. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-21052013-144138/ >.
    • APA

      Oliveira, A. S. de, & Genaro, G. (2012). Uso do espaço por animais confinados: o papel modulatório do enriquecimento ambiental. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-21052013-144138/
    • NLM

      Oliveira AS de, Genaro G. Uso do espaço por animais confinados: o papel modulatório do enriquecimento ambiental [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-21052013-144138/
    • Vancouver

      Oliveira AS de, Genaro G. Uso do espaço por animais confinados: o papel modulatório do enriquecimento ambiental [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-21052013-144138/