Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Valor da captura híbrida para o papilomavírus humano (HPV) no seguimento de pacientes submetidos à conização do colo uterino devido a lesão intraepitelial de alto grau por cirurgia de alta frequência (CAF) (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: RONCAGLIA, MARIA TERESA - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MOG
  • Subjects: COLO UTERINO; BIOMARCADORES; SEGUIMENTOS
  • Keywords: Biological markers; Captura híbrida de HPV; Cervix uteri; Colo do útero; Conização; Conization; DNA probes, HPV; Follow-up studies; HPV Hybrid capture; Marcadores biológicos; Sonda de DNA de HPV
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: A lesão intraepitelial cervical de alto grau causada pelo HPV, precursora do câncer cervical, é facilmente diagnosticada e seu tratamento pode ser realizado de maneira ambulatorial, sem muitas complicações. Mesmo assim, o seguimento das pacientes tratadas deve ser feito de maneira criteriosa e sistemática para que a recorrência ou persistência da doença não passe despercebida. Conseguir identificar o grupo de pacientes com maior probabilidade de recorrência ou persistência da doença facilitaria sobremaneira esse seguimento, diminuindo o ônus econômico e psicológico que o seguimento generalizado produz. O objetivo deste trabalho é identificar marcadores que possam indicar o grupo de pacientes com maior possibilidade de recorrência da lesão intraepitelial cervical de alto grau. MÉTODOS: Neste estudo 114 mulheres com diagnóstico de lesão intraepitelial cervical de alto grau foram submetidas à conização cervical por cirurgia de alta frequência (CAF) no Setor de Patologia do Trato Genital Inferior (PTGI) da Divisão da Clínica Ginecológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) no período entre março de 2006 e maio de 2009. O seguimento foi realizado a cada seis meses durante o período de 24 meses. No seguimento foi coletada a citologia cervical, captura híbrida para HPV e realizada a colposcopia. Foram avaliados os testes de captura híbrida para HPV coletadas durante o seguimento, imuno-histoquímicos para oncoproteína viral E6 e proteína p16 na peça cirúrgica como possíveis marcadores de recorrência. RESULTADOS: A avaliação anatomopatológica da peça cirúrgica diagnosticou 85 (74,6%) casos de lesão intraepitelial cervical de alto grau e 29 (25,4%) casos de lesão intraepitelial de baixo grau. Nessas peças, 45 (39,5%) apresentaram expressão positiva para oncoproteína E6 e 69 (60,5%) apresentaram expressão negativa para E6; 74 (64,9%) apresentaramexpressão positiva para p16 e 40 (35,1%) apresentaram expressão negativa para p16. A oncoproteína E6 não se associou com a apresentação mais grave da doença. Já a proteína p16 esteve positiva em 68 (80%) casos diagnosticados como lesão intraepitelial de alto grau e negativa em 23 (79,3%) casos com diagnóstico anatomopatológico de lesão intraepitelial de baixo grau ou cervicite crônica. A CH coletada no primeiro retorno apresentou sensibilidade de 83,3%, especificidade de 87,8%, VPP de 50% e VPN de 97,3%. Comparando a CH coletada no primeiro retorno com a citologia coletada após os 24 meses de seguimento, a CH apresentou sensibilidade de 75%, especificidade de 83,1%, VPP de 20% e VPN de 98,3%. CONCLUSÕES: A expressão das oncoproteína E6 e proteína p16 na peça cirúrgica não demonstraram ter valor para predizer recorrência no seguimento de pacientes tratadas por lesão intraepitelial cervical de alto grau, mesmo a p16 estando associada à presença de lesões mais graves. A CH pode ser usada como um teste preditivo de recorrência durante o seguimento de pacientes tratadas por lesão intraepitelial de alto grau. O VPN do teste é bastante alto e seu resultado negativo, seis meses após o tratamento indica uma taxa baixíssima de recorrência da doença
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.05.2012
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RONCAGLIA, Maria Teresa; LONGATTO FILHO, Adhemar. Valor da captura híbrida para o papilomavírus humano (HPV) no seguimento de pacientes submetidos à conização do colo uterino devido a lesão intraepitelial de alto grau por cirurgia de alta frequência (CAF). 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-13082012-093829/ >.
    • APA

      Roncaglia, M. T., & Longatto Filho, A. (2012). Valor da captura híbrida para o papilomavírus humano (HPV) no seguimento de pacientes submetidos à conização do colo uterino devido a lesão intraepitelial de alto grau por cirurgia de alta frequência (CAF). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-13082012-093829/
    • NLM

      Roncaglia MT, Longatto Filho A. Valor da captura híbrida para o papilomavírus humano (HPV) no seguimento de pacientes submetidos à conização do colo uterino devido a lesão intraepitelial de alto grau por cirurgia de alta frequência (CAF) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-13082012-093829/
    • Vancouver

      Roncaglia MT, Longatto Filho A. Valor da captura híbrida para o papilomavírus humano (HPV) no seguimento de pacientes submetidos à conização do colo uterino devido a lesão intraepitelial de alto grau por cirurgia de alta frequência (CAF) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-13082012-093829/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019