Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação quantitativa do risco de Salmonella e Listeria monocytogenes em vegetais minimamente processados (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANT'ANA, ANDERSON DE SOUZA - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Subjects: MICROBIOLOGIA DE ALIMENTOS; SALMONELLA; LISTERIA; ALIMENTOS DE ORIGEM VEGETAL (AVALIAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: A ocorrência de surtos de doenças associadas aos vegetais minimamente processados (VMP) tem chamado a atenção para a sua segurança microbiológica. A avaliação quantitativa de riscos permite que o impacto das matérias-primas e processamento seja avaliado e os resultados obtidos sejam usados para gestão e comunicação do risco. Desta forma, o presente estudo objetivou quantificar o risco de infecções por Salmonella spp. e Listeria monocytogenes a partir do consumo de VMP no Brasil. Um total de quinhentas e doze amostras de VMP foram analisadas e foi possível enumerar e detectar Salmonella em 0,4% e 0,4% das amostras, respectivamente. L. monocytogenes foi enumerada e detectada em 0,97% e 3,1% das amostras analisadas, respectivamente. Os isolados de Salmonella spp. (n=4) e L. monocytogenes (n=69) foram confirmados por PCR e caracterizados por sorotipagem tradicional. Os isolados de L. monocytogenes foram caracterizados quanto ao ribotipo, resistência ao cloro, taxa de multiplicação (µ), capacidade de formação de biofilmes e presença de genes de virulência. O sorovar predominante entre Salmonella spp. foi S. Typhimurium. Em relação a L. monocytogenes, observou-se prevalência do sorotipo 4b e do ribogrupo DUP-1038 e presenca de genes de virulência em 100% (inlA) e 97% (inlC e inlJ) dos isolados. A maioria dos isolados de L. monocytogenes foi resistente a exposição a 125 ppm de cloro livre, e todos foram capazes de aderir ao aço inox, atingindo concentrações acima de 4 log UFC/´cmpot.2´. Testes-desafio foram conduzidos para determinar o potencial de multiplicação (δ) de cepas de Salmonella e L. monocytogenes em nove diferentes tipos of VMPs armazenados a 7°C e 15°C por 6 dias. O armazenamento a 15°C por 6 dias resultou nos maiores aumentos nas populações de L. monocytogenes em couve picada (δ= 3,34) e rúcula (δ= 3,22), enquanto para Salmonella, as maiores populações foram observadasem rúcula (δ= 4,05) e escarola (δ= 2,80). Testes-desafios posteriores indicaram que a multiplicação dos dois patógenos em VMP foi mais pronunciada quando os mesmos foram embalados sob atmosfera modificada em comparação a embalagem em filmes perfurados. Modelos preditivos primários e secundários descrevendo a taxa de multiplicação e tempo de lag de Salmonella spp. e L. monocytogenes em VMP em função da temperatura de armazenamento (7, 10, 15, 20, 25 e 30°C) foram gerados. Verificou-se que os modelos gerados apresentaram a precisão necessária e foram adequados para modelagem da multiplicação dos dois patógenos em VMP. Os modelos de avaliação quantitativa de risco (AQR) foram construidos para determinar a probabilidade de infecção por Salmonella spp. e L. monocytogenes devido ao consumo de VMPs. Os modelos construidos com base nos dados levantados da literatura indicaram risco de infecção por Salmonella spp. e L. monocytogenes de 8.66 x ´10POT.-3´ e 1.87 x ´10POT.-8´, respectivamente, sendo necessário que medidas de mitigação do risco sejam adotadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.12.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100019163T641.1 S233a
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANT'ANA, Anderson de Souza; FRANCO, Bernadette Dora Gombossy de Melo. Avaliação quantitativa do risco de Salmonella e Listeria monocytogenes em vegetais minimamente processados. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-26062012-135732/pt-br.php >.
    • APA

      Sant'Ana, A. de S., & Franco, B. D. G. de M. (2011). Avaliação quantitativa do risco de Salmonella e Listeria monocytogenes em vegetais minimamente processados. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-26062012-135732/pt-br.php
    • NLM

      Sant'Ana A de S, Franco BDG de M. Avaliação quantitativa do risco de Salmonella e Listeria monocytogenes em vegetais minimamente processados [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-26062012-135732/pt-br.php
    • Vancouver

      Sant'Ana A de S, Franco BDG de M. Avaliação quantitativa do risco de Salmonella e Listeria monocytogenes em vegetais minimamente processados [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-26062012-135732/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: