Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise da estabilidade de cor e rugosidade de superfície de compósitos submetidos à fumaça de cigarro (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ROMÁN, CARLA CECÍLIA ALANDIA - FORP
  • USP Schools: FORP
  • Sigla do Departamento: 805
  • Subjects: RESINAS COMPOSTAS; FUMO; COLORAÇÃO; RUGOSIDADE SUPERFICIAL
  • Keywords: alteração de cor; cigarette smoke; color stability; composite resin; fumaça de cigarro; resina composta; surface roughness
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar a estabilidade de cor e rugosidade de superfície de 3 compósitos odontológicos com partículas diferentes: nanohíbrido (Tetric N-Ceram - Ivoclar Vivadent), híbrido (Z250 - 3M ESPE) e microhíbrido com matriz silorano (Filtek P90 3M - ESPE), submetidos à fumaça de cigarro. Para isso, foram obtidos 60 corpos-de-prova (8mm de diâmetro X 2mm de espessura), 20 para cada tipo de material restaurador utilizado, dos quais 10 receberam polimento com lixas dágua em abrasividades decrescentes (Grupo1) e a outra metade não foi submetida a nenhum tipo de acabamento/polimento ficando sob efeito apenas de uma matriz de poliéster (Grupo 2). Após armazenamento dos corpos de prova em água destilada a 37°C por 24 horas, foram realizadas as primeiras leituras de cor (Colorímetro Vita Easy Shade) na escala de cor CIEL*a*b* e rugosidade superficial (Rugosímetro Surfcorder SE 1700 - Kosakalab). Em seguida, as amostras foram expostas à fumaça de 20 cigarros por um período de 10 minutos cada, (Marlboro - Philip Morris), sendo que entre um cigarro e outro as amostras foram submetidas à escovação em dispositivo padronizado e lavagem em água corrente. Após ação do número total de cigarros, foram realizadas leituras finais de cor e rugosidade. Os valores de ΔE, ΔL, Δa e Δb foram analisados estatisticamente utilizando 2 way ANOVA e Teste de Bonferroni (p<0.05) e os valores de rugosidade média (Ra) foram analisados isoladamente para cada tipo de material (teste t Student, p < 0.05). Verificou-se que o compósito Tetric N apresentou maior alteração de cor, em níveis clinicamente inaceitáveis (ΔE>3,3) e de rugosidade de superfície em relação aos demais compósitos quando utilizada a tira de poliéster como acabamento. Concluiu-se que a ausência de polimento aumenta a capacidade manchadora do cigarro sobre todos os compósitos e a rugosidade desuperfície dos materiais, com exceção de P90
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.11.2011
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROMÁN, Carla Cecília Alandia; PANZERI, Heitor. Análise da estabilidade de cor e rugosidade de superfície de compósitos submetidos à fumaça de cigarro. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-15122011-094523/ >.
    • APA

      Román, C. C. A., & Panzeri, H. (2011). Análise da estabilidade de cor e rugosidade de superfície de compósitos submetidos à fumaça de cigarro. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-15122011-094523/
    • NLM

      Román CCA, Panzeri H. Análise da estabilidade de cor e rugosidade de superfície de compósitos submetidos à fumaça de cigarro [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-15122011-094523/
    • Vancouver

      Román CCA, Panzeri H. Análise da estabilidade de cor e rugosidade de superfície de compósitos submetidos à fumaça de cigarro [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-15122011-094523/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019