Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeito de cargas compressivas oblíquas e da simulação de ciclos mastigatório sobre pilares para implantes cone morse (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MORIS, IZABELA CRISTINA MAURICIO - FORP
  • USP Schools: FORP
  • Subjects: PRÓTESES E IMPLANTES; ENSAIOS DOS MATERIAIS
  • Keywords: Materials test; Prostheses and implants; Teste de materiais; Torque; Torque
  • Language: Português
  • Abstract: A literatura relata que a união osso/implante é extremamente confiável, porém limitações clínicas em relação à prótese ainda ocorrem. Recentemente foi proposto um pilar para implantes cone morse cujo desenho permite a escolha entre coroas cimentadas ou parafusadas, adicionalmente, este pilar também é apresentado em dois tamanhos, o convencional (ø 4,8 mm) e reduzido (ø 3,8 mm). O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência à deformação dos pilares protéticos, a resistência de cimentação das coroas e os efeitos da simulação de ciclos mastigatórios sobre: adaptação marginal, perda de torque nos parafusos das coroas e perda de torque dos dois diferentes pilares. Para avaliar a resistência à deformação, 20 implantes/pilares com diâmetro de 4.8 e 3.8 foram submetidos à carga compressiva oblíqua. Para avaliar as outras situações, 40 implantes/pilares foram divididos nos seguintes grupos (N=10): G4.8P- pilar de 4.8 e coroas parafusadas; G4.8C-pilar de 4.8 e coroas cimentadas; G3.8P- pilar de 3.8 e coroas parafusadas; G3.8C- pilar de 3.8 e coroas cimentadas. Todas as coroas foram avaliadas em relação à adaptação marginal antes e após a simulação de ciclos mastigatórios e as coroas cimentadas foram submetidas ao teste de resistência à tração previamente ao ensaio. Os conjuntos foram submetidos a 300.000 ciclos de simulação de movimentos mastigatórios. A perda de torque das coroas parafusadas e de todos os pilares foi analisada antes a após o ensaio. Não houve diferenças significantes para a resistência à deformação entre os pilares; para a resistência de cimentação houve diferenças significantes entre os dois pilares (p≤0,05). Para a adaptação marginal houve diferenças significantes antes e após a simulação dos ciclos mastigatórios entre os grupos G3.8P (p=0,037) e G3.8C (p≤0,05); para a comparação da adaptação dascoroas entre os pilares houve diferenças antes da simulação dos ciclos mastigatórios quando comparado os grupos 3.8C com 3.8P e antes e após da simulação quando comparado os grupos 4.8C com 4.8P, para as demais comparações não houve diferença. Quanto à perda de torque nos parafusos das coroas houve diferenças significantes antes e após a simulação dos ciclos mastigatórios para ambos os pilares, quanto às comparações entre os diferentes grupos antes e após a simulação de ciclos mastigatórios houve diferença apenas após (p=0,008) a simulação. Quanto à perda de torque para os pilares houve diferenças significantes apenas para o grupo 3.8C (p≤0,05) antes e após a simulação dos ciclos mastigatórios. Considerando as limitações deste estudo, conclui-se que em relação à resistência à deformação os pilares apresentaram valores próximos; quanto a retenção das coroas, cimentadas e parafusadas, os pilares de 4.8 foram estatisticamente superiores aos pilares de 3.8; a simulação de ciclos mastigatórios teve influência sobre a adaptação marginal das coroas e em relação a perda de torque dos pilares não foram encontradas diferenças estatísticas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.12.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FORP11700014596Moris, Izabela Cristina Mauricio
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORIS, Izabela Cristina Mauricio; FERRACIOLI, Renata Cristina Silveira Rodrigues. Efeito de cargas compressivas oblíquas e da simulação de ciclos mastigatório sobre pilares para implantes cone morse. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-15022012-114656/ >.
    • APA

      Moris, I. C. M., & Ferracioli, R. C. S. R. (2011). Efeito de cargas compressivas oblíquas e da simulação de ciclos mastigatório sobre pilares para implantes cone morse. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-15022012-114656/
    • NLM

      Moris ICM, Ferracioli RCSR. Efeito de cargas compressivas oblíquas e da simulação de ciclos mastigatório sobre pilares para implantes cone morse [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-15022012-114656/
    • Vancouver

      Moris ICM, Ferracioli RCSR. Efeito de cargas compressivas oblíquas e da simulação de ciclos mastigatório sobre pilares para implantes cone morse [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-15022012-114656/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: