Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Hemodinâmica uterina avaliada por ultrassom Doppler colorido e taxa de fertilidade de vacas submetidas à IATF com sêmen analisado por sondas fluorescentes (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, BRUNA MARCELE MARTINS DE - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VRA
  • Subjects: ENDOMETRITE ANIMAL; INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL ANIMAL; ULTRASSONOGRAFIA DOPPLER EM CORES
  • Keywords: Associação de sondas fluorescentes; Bovinos; Endometrite pós-cobertura; Endometritis post-mating; Fluorescent probes association; Qualidade seminal; Semen quality; Uterine vasculature; Vascularização uterina
  • Language: Português
  • Abstract: Após a inseminação artificial, as fêmeas apresentam reação inflamatória transitória e fisiológica, que pode resultar em alterações na vascularização uterina. A ultrassonografia Doppler colorido é uma técnica não invasiva, que vem sendo utilizada para estudar a hemodinâmica do trato reprodutivo de bovinos. Os objetivos deste trabalho foram verificar a resposta inflamatória uterina por ultrassonografia Doppler colorido e a taxa de fertilidade em bovinos após inseminação artificial (IA) com sêmen avaliado por sondas fluorescentes. Para isso foram delineados dois experimentos. O experimento 1 foi realizado para estudar a hemodinâmica uterina por ultrassonografia Doppler colorido em bovinos após a IA. Foram utilizadas 18 vacas da raça Nelore, submetidas a um protocolo para a inseminação artificial em tempo fixo (IATF) e divididas em dois grupos: Grupo não inseminado (controle, GC, n=9) e grupo submetido à inseminação artificial (GIA, n=9). Avaliações por ultrassonografia foram realizadas em cinco momentos em modo espectral (30 horas antes da IA, 4, 24, 48 e 168 horas após a IA) para avaliar o índice de resistência (RI) da artéria uterina e em quatro momentos em modo color Doppler (4, 24, 48 e 168 horas após a IA) para avaliar a vascularização dos cornos uterinos. O diagnóstico de gestação foi feito após 30 dias da IA. No experimento 2 objetivou-se verificar se o percentual de espermatozóides com integridade das membranas plasmática e acrossomal e função mitocondrial (PIAIC)avaliadas por sondas fluorescentes influencia a fertilidade e estudar a hemodinâmica uterina após a deposição do sêmen com diferentes percentuais de espermatozóides PIAIC. Foram utilizadas 182 vacas paridas da raça Nelore, submetidas a um protocolo para IATF e divididas em três grupos de acordo com a qualidade do sêmen: Bom (B) 44,5%, Médio (M) 23% e Regular (R) 8,5% de espermatozóides PIAIC/palheta. Uma amostra de 30% das fêmeas (54, sendo 18 de cada grupo) foram submetidas a avaliações com ultrassonografia Doppler colorido 30 horas antes da IA, 4 e 24 horas após a IA. Foram considerados os RI das artérias uterinas direita (AD) e esquerda (AE) e vascularização subjetiva dos cornos uterinos direito (CD) e esquerdo (CE). Posteriormente, foram separados levando em consideração o lado do ovário contendo o folículo dominante para comparar RI das artérias ipsi (AI) e contralateral (AC) e vascularização subjetiva dos cornos uterinos ipsi (CI) e contralateral (CC). O diagnóstico de gestação foi realizado 30 dias após a IA. Para a análise estatística foi utilizado o programa SAS versão 9.2 (SAS 2010). As variáveis foram analisadas pelo PROC MIXED, utilizando modelo linear misto para medidas repetidas no tempo. Foram considerados os efeitos fixos de grupo, tempo e interação grupo x tempo. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e ao teste de Duncan, pelo PROC GLM. A análise de Qui-Quadrado foi utilizada para determinar a taxa de prenhez, de acordo com aqualidade do sêmen pelo PROC FREQ. O nível de significância considerado foi de 5%. No experimento 1 não foram observadas diferenças dos parâmetros avaliados por ultrassom Doppler entre GIA e GC, mas foram notados efeitos do tempo para RI, sendo mais baixos 4 horas após a IA. Quando os dados foram avaliados de acordo com o lado do folículo dominante foi observado que 4 e 24 horas após a IA, RI da AC do GIA foi mais baixo do que o GC. No experimento 2 não houve diferença entre os animais inseminados com sêmen B, M ou R quanto a hemodinâmica uterina, mas houve efeito do tempo, sendo que 4 horas após a IA verificou-se menor valor de RI e maior fluxo sanguíneo. A taxa de prenhez dos animais inseminados com o sêmen B (64,7%) foi maior quando comparada ao sêmen R (36,2%), sendo que ambos não diferiram do sêmen M (50,0%). Pode-se concluir que não é possível detectar por ultrassonografia Doppler alterações na hemodinâmica uterina devido à IA em fêmeas bovinas. A deposição de sêmen com diferentes qualidades não altera a hemodinâmica uterina de forma detectável por ultrassonografia Doppler em bovinos. Por outro lado, é possível detectar por ultrassonografia Doppler mudanças na perfusão sanguínea do útero em relação ao tempo da IA, o que pode ser devido a alterações hormonais que ocorrem durante o ciclo estral. Por fim, a IA com sêmen contendo menor percentual de espermatozoides PIAIC causa redução na taxa de fertilidade em bovinos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.01.2012
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300054069T.2537 FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Bruna Marcele Martins de; CELEGHINI, Eneiva Carla Carvalho. Hemodinâmica uterina avaliada por ultrassom Doppler colorido e taxa de fertilidade de vacas submetidas à IATF com sêmen analisado por sondas fluorescentes. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-19072012-110306/ >.
    • APA

      Oliveira, B. M. M. de, & Celeghini, E. C. C. (2012). Hemodinâmica uterina avaliada por ultrassom Doppler colorido e taxa de fertilidade de vacas submetidas à IATF com sêmen analisado por sondas fluorescentes. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-19072012-110306/
    • NLM

      Oliveira BMM de, Celeghini ECC. Hemodinâmica uterina avaliada por ultrassom Doppler colorido e taxa de fertilidade de vacas submetidas à IATF com sêmen analisado por sondas fluorescentes [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-19072012-110306/
    • Vancouver

      Oliveira BMM de, Celeghini ECC. Hemodinâmica uterina avaliada por ultrassom Doppler colorido e taxa de fertilidade de vacas submetidas à IATF com sêmen analisado por sondas fluorescentes [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-19072012-110306/