Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Validação de correlação in vitro-in vivo para comprimidos de liberação modificada de diclofenaco de sódio (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MELO, RAFAEL DA SILVA - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Sigla do Departamento: FBF
  • Subjects: BIODISPONIBILIDADE; MEDICAMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: A dissolução de fármacos administrados por via oral é pré-requisito para sua absorção e eficácia clínica. Esta constatação fornece a base para as tentativas de estabelecer correlações entre a dissolução in vitro e a biodisponibilidade in vivo de medicamentos, denominadas correlações in vitro - in vivo (CIVIV). As correlações in vitro-in vivo referem-se ao estabelecimento de uma relação racional entre propriedades biológicas, ou parâmetros derivados destas, produzidas por uma forma farmacêutica, e suas propriedades ou características físico-químicas. O estabelecimento desse tipo de correlação de dados pode possibilitar a substituição dos estudos in vivo, necessários para avaliação da biodisponibilidade de medicamentos, por estudos in vitro, com grandes vantagens éticas e econômicas. A probabilidade de obtenção de correlação in vitro-in vivo é maior quando o processo limitante da absorção do fármaco é a dissolução, o que ocorre para medicamentos contendo fármacos de classe biofarmacêutica II (baixa solubilidade e alta permeabilidade) e para sistemas de liberação controlada de fármacos. O diclofenaco de sódio (DFS) é um fármaco que possui ampla absorção através do intestino (próximo a 100%) e baixa solubilidade em pH abaixo de 6,0, o que o inclui na classe II do SCB. Caracteriza-se como antiinflamatório não esteroidal, com atividades analgésica e antipirética. Considerando as características físico-químicas e farmacológicas do DFS, é objetivo deste trabalho desenvolver erealizar uma validação interna e externa de correlação CIVIV para formulações contendo este fármaco. Para o desenvolvimento e validação interna de CIVIV, foram empregados comprimidos matriciais de DFS contendo o excipiente hidroxipropilmetilcelulose (HPMC) como agente controlador da liberação do fármaco. Três formulações de DFS contendo HPMC em diferentes concentrações (com diferentes taxas de liberação do fármaco) foram avaliadas em estudo de dissolução. Os dados de fração absorvida, obtidas pelo método de deconvolução (MOURÃO, 2009), foram plotados diretamente com os dados de fração dissolvida, obtendo um CIVIV com determinação linear de 0,9738. Para a validação externa, o modelo de CIVIV obtido (intercepto e inclinação) foi utilizado para prever os dados de fração absorvida a partir dos dados de dissolução, empregando três formulações comerciais de DFS. Os resultados de absorção foram extrapolados pelo método de convolução para a obtenção da curva plasmática prevista. Os dados da curva plasmática prevista foram comparados aos dados da curva real de DFS, obtidas no estudo de biodisponibilidade, e os erros de predição (EP%) entre as curvas, foram estabelecidos para a validação externa. Uma CIVIV de nível C foi estabelecida entre diversos parâmetros, empregando as formulações matriciais de DFS e as formulações comerciais. De acordo com os resultados de nível C obtidos, a metodologia de dissolução proposta pode ser empregada para o desenvolvimento de novas formulaçõescontendo o fármaco DFS
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.03.2012
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100019204T615.19 M528v
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MELO, Rafael da Silva; PORTA, Valentina. Validação de correlação in vitro-in vivo para comprimidos de liberação modificada de diclofenaco de sódio. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-12092012-102937/ >.
    • APA

      Melo, R. da S., & Porta, V. (2012). Validação de correlação in vitro-in vivo para comprimidos de liberação modificada de diclofenaco de sódio. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-12092012-102937/
    • NLM

      Melo R da S, Porta V. Validação de correlação in vitro-in vivo para comprimidos de liberação modificada de diclofenaco de sódio [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-12092012-102937/
    • Vancouver

      Melo R da S, Porta V. Validação de correlação in vitro-in vivo para comprimidos de liberação modificada de diclofenaco de sódio [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-12092012-102937/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: