Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Perfil de expressão de microRNAs e genes associados ao mecanismo de apoptose em meningiomas com e sem delecão do cromossomo 22q (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVEIRA, MARINA AUGUSTO - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: MENINGIOMA; CROMOSSOMOS; APOPTOSE; RNA
  • Language: Português
  • Abstract: Introduçao: Os meningiomas são tumores intracranianos que se originam das células meningoteliais da aracnóide, com incidência anual de aproximadamente seis a cada 100.000 pessoas, sendo mais comum em adultos, mulheres e após a quinta década de vida. Pouco se sabe sobre os eventos genéticos que são importantes na patogenia molecular e sobre a progressão da malignidade dos meningiomas. O evento genético mais comum e encontrado em aproximadamente 60% dos casos é a deleção no cromossomo 22q. O entendimento da iniciação e do crescimento dos meningiomas a nível molecular, pode ajudar a definir alvos de terapia molecular. A formação de tumores cerebrais é um processo complexo que envolve um acúmulo de alterações genéticas. Os MicroRNAs (miRNAs ou miRs) são uma classe de pequenas RNAs não codificadores que regulam expressão gênica, com um papel crucial no desenvolvimento do câncer e recentemente, o envolvimento dos miRNAs na fisiopatologia do câncer cerebral vem se destacando. Considerando-se que a deleção no cromossomo 22 é a alteração mais frequente neste tipo de tumor, as vias moleculares que resultam no comportamento cromossômico anormal durante a progressão dos meningiomas estão relacionados a uma série de complexas interações que ainda precisam ser bem caracterizadas, uma delas é a possível relação entre esta alteração cromossômica e a expressão de genes e dos microRNAs. Objetivos: Avaliar perfis diferenciais de expressão de genes e microRNAs entre os meningiomas que apresentam deleção do cromossomo 22 e compará-los aos meningiomas que não apresentam esta deleção. Pacientes e Métodos: Para este estudo foram utilizadas 90 amostras de meningiomas grau I. Os casos foram selecionados com base em diagnósticos clínicos e histopatológicos de meningiomas grau I, segundo critérios da OMS. Como controles foram utilizados amostras de aracnóide obtidas de pacientes submetidosà cirurgia de aneurisma. Para determinar a deleção do cromossomo 22, foi utilizada a hibridização in situ fluorescente (FISH), seguido por uma análise global da expressão gênica por microarrays de genes e miRNAs e posterior validação das resultados por PCR em tempo real. Resultados: inicialmente foram realizadas análises de FISH para 50 amostras de meningiomas grau I visando a obtenção dos grupos com e sem deleção do cromossomo 22. Nos resultados obtidas, 31 amostras (62%) apresentaram deleção no cromossomo 22 e 19 amostras (38%) não apresentaram deleção no cromossomo 22. Pela técnica de microarrays foram encontrados 2055 genes diferencialmente expressos quando comparamos meningiomas com o grupo controle, sendo que 761 estavam hipoexpressos e 1294 estavam hiperexpressos. Quando observamos meningiomas com deleção no cromossomo 22q comparados com meningiomas sem deleção no cromossomo 22q, 1401 genes apresentaram-se diferencialmente expressos, sendo que 976 estavam hipoexpressos e 425 hiperexpressos. Na análise de microarrays de microRNAs constamos que 36 microRNAs estão alterados na comparação entre meningiomas com o grupo controle, sendo que 14 microRNAs estão hipoexpressos e 22 hiperexpressos. Ao analisarmos a comparação entre o grupo de meningiomas com deleção do cromossomo 22q em relação o grupo de meningiomas sem deleção do cromossomo 22q, encontramos 37 microRNAs alterados sendo que 17 encontravam-se hipoexpressos e 20 hiperexpressos. Na validação por PCR em tempo real o gene SLPI apresentaram-se hiperexpresso apenas nos meningiomas sem deleção. Também conseguimos identificar microRNAs hipoexpressos nos meningiomas em relação ao grupo controle: miR-326 e miR-1183
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.07.2012

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200064407Silveira, Marina Augusto
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVEIRA, Marina Augusto; TIRAPELLI, Daniela Pretti da Cunha. Perfil de expressão de microRNAs e genes associados ao mecanismo de apoptose em meningiomas com e sem delecão do cromossomo 22q. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Silveira, M. A., & Tirapelli, D. P. da C. (2012). Perfil de expressão de microRNAs e genes associados ao mecanismo de apoptose em meningiomas com e sem delecão do cromossomo 22q. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Silveira MA, Tirapelli DP da C. Perfil de expressão de microRNAs e genes associados ao mecanismo de apoptose em meningiomas com e sem delecão do cromossomo 22q. 2012 ;
    • Vancouver

      Silveira MA, Tirapelli DP da C. Perfil de expressão de microRNAs e genes associados ao mecanismo de apoptose em meningiomas com e sem delecão do cromossomo 22q. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: