Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da aplicação associada dos dados de δ18O e da razão Mg/Ca de foraminíferos como uma ferramenta paleoceanográfica (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PERRETTI, ADRIANA RODRIGUES - IO
  • USP Schools: IO
  • Sigla do Departamento: IOF
  • Subjects: FORAMINIFERA; PALEOCEANOGRAFIA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo do presente estudo é avaliar o uso associado dos proxies ?18O e Mg/Ca obtidos em testas de foraminíferos. Para alcançar tal objetivo foram realizadas análises de ?18O e Elemento/Ca em amostras de foraminíferos planctônicos (G. ruber e G. sacculifer) e bentônicos (Cibicidoides spp., C. corpulentus, Uvigerina spp. e H. elegans) de dois testemunhos do Atlântico Sul. Os resultados demonstraram que apesar dos proxies ?18O e Mg/Ca apresentarem perfis distintos em relação às espécies os mesmos se correlacionam de forma apropriada, sendo possível estimar a temperatura e os sinais de ?18OSW e ?18OLocal a partir dos mesmos. A partir dos dados de temperatura estimados com base em Mg/Ca foi possível identificar uma anomalia negativa das águas superficias entre o LGM e o HL de -1,5 ± 0,2 °C, enquanto que nas águas profundas observou-se uma anomali positiva de 1,7 ± 0,4 °C para o mesmo período. Os dados de ?18OSW estimados com base nos dados de temperatura e ?18O indicaram uma oscilação de 1,0 ± 0,1 ? e 2,0 ± 0,2 ? para as espécies planctônicas e bentônicas durante o LGM e o HL. Segundo o valor esperado para a variação do volume de gelo (~1,2 ?) há uma oscilação muito baixa da salinidade nas águas superficias da região de estudo, em contraste com uma oscilação bem marcada da salinidade nas águas de fundo. As estimativas de ?18OLocal indicaram uma oscilação entre o LGM e o HL muito pequena da salinidade (~0,1 ?) nas águas superficiais, com uma oscilação maior nas águas de fundo (1,0 ± 0,3 ?). O aumento da salinidade das águas de fundo durante o LGM corrobora a anomalia positiva da temperatura observada neste estudo, visto que, para a ocorrência da mesma, é necessário que a densidade das águas de fundo seja suficiente para manter a estratificação da coluna de água.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.04.2011

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IO2314500-1003.311.3 P539a Tese Doutor
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PERRETTI, Adriana Rodrigues; COSTA, Karen Badaraco. Avaliação da aplicação associada dos dados de δ18O e da razão Mg/Ca de foraminíferos como uma ferramenta paleoceanográfica. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, BSP, 2011.
    • APA

      Perretti, A. R., & Costa, K. B. (2011). Avaliação da aplicação associada dos dados de δ18O e da razão Mg/Ca de foraminíferos como uma ferramenta paleoceanográfica. Universidade de São Paulo, São Paulo, BSP.
    • NLM

      Perretti AR, Costa KB. Avaliação da aplicação associada dos dados de δ18O e da razão Mg/Ca de foraminíferos como uma ferramenta paleoceanográfica. 2011 ;
    • Vancouver

      Perretti AR, Costa KB. Avaliação da aplicação associada dos dados de δ18O e da razão Mg/Ca de foraminíferos como uma ferramenta paleoceanográfica. 2011 ;