Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Regeneração do ramo mandibular do nervo facial de ratos após a implantação de células multipotentes do estroma mesenquimal indiferenciadas e diferenciadas in vitro que apresentam fenótipo de células de Schwann (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SALOMONE, RAQUEL - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: 0MOF
  • Subjects: NERVO FACIAL; CÉLULAS-TRONCO; RATOS WISTAR; ELETROMIOGRAFIA; HISTOLOGIA COMPARADA; TECIDO NERVOSO (REGENERAÇÃO)
  • Keywords: Células de Schwann; Células-tronco; Condução nervosa; Electromyography; Eletromiografia; Facial nerve; Histologia comparada; Histology comparative; Nerve regeneration; Nervo facial; Neural Conduction; Ratos Wistar; Rats Wistar; Regeneração nervosa; Schwann cells; Stem cells
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: O nervo facial desempenha um papel importante em diversas funções fisiológicas no organismo, no entanto, distúrbios funcionais desse nervo podem também afetar a psique do indivíduo, provocando mudanças significativas na autoimagem, interferindo no rendimento profissional e piorando a qualidade de vida. Lesões graves do nervo facial (neurotmeses) mesmo quando tratadas precocemente apresentam resultados funcionais pobres. Com a recente descoberta das células-tronco, as células multipotentes do estroma mesenquimal indiferenciadas (CMEMi) ou diferenciadas em células com fenótipo de células de Schwann (CMEMd) podem ser uma alternativa melhor para o tratamento de lesões graves do nervo facial. OBJETIVOS: Avaliar a melhora funcional e histológica do ramo mandibular do nervo facial após neurotmese e implantação das CMEMi e CMEMd. MÉTODOS: Em 48 ratos Wistar realizou-se a neurotmese do ramo mandibular direito do nervo facial com a formação de um hiato de 3mm e a tubulização (conduíte de silicone) da região do nervo lesada. Foram criados quatro grupos de acordo com o método de reparo: conduíte de silicone vazio (grupo A, grupo controle); conduíte de silicone com gel acelular (grupo B); conduíte de silicone com gel acelular e CMEMi (grupo C), e conduíte de silicone com gel acelular e CMEMd (grupo D). Um quinto grupo, grupo N, foi criado a partir de segmentos do nervo normal para a avaliação histológica. Os resultados funcionais foram avaliados com o estudo de condução nervosa e os histológicos por avaliação qualitativa e quantitativa dos segmentos proximais e distais. RESULTADOS: Na avaliação funcional, após 6 semanas, os grupos C e D apresentaram amplitudes maiores que os grupos A e B (p<0,001). O grupo C apresentou duração menor que os grupos A, B e D (p<0,001). Na avaliação qualitativa dos segmentos proximais, houve pouca diferença entre os grupos, jános segmentos distais, as diferenças dos grupos A e B em relação aos grupos C e D foram bem evidentes, no entanto, em ambos os segmentos, o grupo C foi o que mais se aproximou do nervo normal. Na avaliação histológica quantitativa do segmento proximal, não houve diferença no número total e na densidade axonal entre os grupos (p 0,169), somente nos diâmetros axonais dos grupos A e B quando comparados ao nervo normal (p<0,001). No segmento distal, o número e a densidade axonal do grupo C foram maiores que os do grupo A e B (p=0,001) e iguais as do grupo D (p=0,711), porém, em todos os grupos, número e a densidade axonal foram menores que do grupo N (p 0,003). Não houve diferença na média dos diâmetros entre os grupos operados (p 0,007), somente quando comparados com o grupo N (p<0,001). CONCLUSÕES: As CMEMi assim como as CMEMd beneficiaram a regeneração do ramo mandibular do nervo facial de ratos Wistar, contudo, as CMEMi apresentaram resultados funcionais e histológicos melhores que as CMEMd
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.10.2012
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SALOMONE, Raquel; BENTO, Ricardo Ferreira. Regeneração do ramo mandibular do nervo facial de ratos após a implantação de células multipotentes do estroma mesenquimal indiferenciadas e diferenciadas in vitro que apresentam fenótipo de células de Schwann. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-26112012-112234/ >.
    • APA

      Salomone, R., & Bento, R. F. (2012). Regeneração do ramo mandibular do nervo facial de ratos após a implantação de células multipotentes do estroma mesenquimal indiferenciadas e diferenciadas in vitro que apresentam fenótipo de células de Schwann. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-26112012-112234/
    • NLM

      Salomone R, Bento RF. Regeneração do ramo mandibular do nervo facial de ratos após a implantação de células multipotentes do estroma mesenquimal indiferenciadas e diferenciadas in vitro que apresentam fenótipo de células de Schwann [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-26112012-112234/
    • Vancouver

      Salomone R, Bento RF. Regeneração do ramo mandibular do nervo facial de ratos após a implantação de células multipotentes do estroma mesenquimal indiferenciadas e diferenciadas in vitro que apresentam fenótipo de células de Schwann [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-26112012-112234/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019