Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Muda vocal masculina: características do desenvolvimento sexual e sua relação com o desenvolvimento vocal (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TELES, LIDIA CRISTINA DA SILVA - FOB
  • USP Schools: FOB
  • Subjects: MUDANÇA; VOZ; HOMENS; CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: As mudanças mais notáveis do desenvolvimento vocal masculino ocorrem durante a puberdade, quando o organismo passa por mudanças biológicas que levam à maturação sexual. Objetivo: Verificar as características biológicas de maturação sexual durante o desenvolvimento vocal masculino pré, peri e pós muda vocal. Métodos: Auto-avaliação do desenvolvimento de genitais e pelos pubianos e presença de pelos axilares e faciais de 85 indivíduos do sexo masculino (8-18 anos), divididos em 4 grupos conforme o desenvolvimento vocal: pré-muda (MI), muda vocal (MII), final da muda (MIII) e pós-muda (MIV). Considerados estatisticamente significantes resultados com p<0,05. Resultados: Grupo MI: 1 (10,00%) indivíduo no período pré-pubertário (estágio G1) e 9 (90,00%) no pubertário (G2 e G3) de desenvolvimento dos genitais; 3 (30,00%) no período pré-pubertário (P1) e 7 (70,00%) no pubertário (P2 e P3) de desenvolvimento dos pelos pubianos; 2 (20,00%) com pelos axilares; nenhum com pelos faciais. MII: 21 (100,00%) indivíduos no período pubertário (G2, G3 e G4) de genitais; 18 (85,71%) no pubertário (P2, P3 e P4) e 3 (14,29%) no pós-pubertário (P5) de pelos pubianos; 13 (61,90%) com pelos axilares; 10 (47,62%) com pelos faciais. MIII: 21 (70,00%) indivíduos no período pubertário (G3 e G4) e 9 (30,00%) no pós-pubertário (G5) de genitais; 9 (30,00%) no pubertário (P3 e P4) e 21 (70,00%) no pós-pubertário (P5 e P6) de pelos pubianos; 29 (96,67%) com pelos axilares; 28 (93,33%) com pelos faciais. MIV: 14 (58,33%) indivíduos no período pubertário (G4) e 10 (41,67%) no pós-pubertário (G5) de genitais; 3 (12,50%) no pubertário (P4) e 21 (87,50%) no pós-pubertário (P5 e P6) de pelos pubianos; 24 (100,00%) com pelos axilares; 23 (95,83%) com pelos faciais. Correlação média-forte entre desenvolvimento dos genitais e pelos pubianos (rs=0,71; p<0,01 e rs=0,73; p<0,01, respectivamente) e o desenvolvimento vocal.Discussão: No início do desenvolvimento vocal (MI e MII), o desenvolvimento dos genitais mostrou-se mais acelerado que o dos pelos pubianos e nos períodos finais do desenvolvimento vocal (MIII e MIV), o desenvolvimento dos pelos pubianos foi mais acelerado que o dos genitais. O aparecimento dos pelos faciais mostrou-se um pouco mais tardio em relação aos pelos axilares. Tais achados concordam com a literatura, que apresenta uma sequência relativamente definida de desenvolvimento sexual, que se inicia com o desenvolvimento dos genitais; um ano após, inicia-se o crescimento dos pelos pubianos; dois anos após, inicia-se o crescimento dos pelos axilares e faciais, estágios finais da maturação; o crescimento da laringe e das pregas vocais ocorre após o início do desenvolvimento dos genitais e acompanha o desenvolvimento puberal, sendo a muda vocal esperada após o início do desenvolvimento dos genitais, paralelamente aos caracteres sexuais secundários. Conclusões: A auto-avaliação da maturação sexual é uma ferramenta útil para auxiliar no diagnóstico da muda vocal e de suas alterações. A partir dos resultados, pode-se esperar que indivíduos no final do período pubertário dos genitais (G4) e/ou pelos pubianos (P4) ou com pelos faciais já tenham, pelo menos, iniciado a muda; e indivíduos no período pós-pubertário dos genitais (G5) estejam, no mínimo, no final da muda vocal.
  • Imprenta:
  • Source:
  • Conference titles: Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Cristiane Ferraz de; TELES, Lídia Cristina da Silva. Muda vocal masculina: características do desenvolvimento sexual e sua relação com o desenvolvimento vocal. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia[S.l: s.n.], 2012.
    • APA

      Oliveira, C. F. de, & Teles, L. C. da S. (2012). Muda vocal masculina: características do desenvolvimento sexual e sua relação com o desenvolvimento vocal. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. São Paulo: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia.
    • NLM

      Oliveira CF de, Teles LC da S. Muda vocal masculina: características do desenvolvimento sexual e sua relação com o desenvolvimento vocal. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. 2012 ; 17 2837.
    • Vancouver

      Oliveira CF de, Teles LC da S. Muda vocal masculina: características do desenvolvimento sexual e sua relação com o desenvolvimento vocal. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. 2012 ; 17 2837.