Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Macroinvertebrados aquáticos associados ao folhiço em riachos de Mata Atlântica (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: YOKOYAMA, ELISA - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: INSETOS AQUÁTICOS; ECOSSISTEMAS
  • Keywords: composição faunística; Decomposição foliar; faunal composition; Intervales; Intervales; Leaf decomposition; Mesohabitats; mesohábitats
  • Language: Português
  • Abstract: No presente trabalho, investigamos a associação entre a fauna de macroinvertebrados e o folhiço em riachos de montanha da região sul do Estado de São Paulo. Os principais objetivos da tese foram: caracterizar o folhiço e a fauna de macroinvertebrados associada em mesohábitats de remanso e de corredeira (Capítulo 1); testar os efeitos das características das folhas sobre o seu processamento e sobre a fauna de macroinvertebrados aquáticos (Capítulo 2); acompanhar o processo de degradação de folhas de espécies vegetais com diferentes características físicas (resistência foliar) e químicas (conteúdo de fenóis totais), bem como estudar a sua colonização pela fauna de macroinvertebrados (Capítulo 3). A densidade, riqueza padronizada de táxons e composição faunística de macroinvertebrados associados ao folhiço apresentaram variação entre remanso e corredeira, porém esta relação esteve condicionada ao tamanho do riacho. Os compostos fenólicos e a resistência foliar isoladamente não influenciaram a degradação do folhiço, e não houve efeito da riqueza de espécies vegetais sobre a perda de massa foliar. A densidade, riqueza padronizada e composição faunística de macroinvertebrados não foram influenciadas pelas características estruturais e químicas iniciais das plantas; possivelmente, outras características químicas das espécies vegetais que não foram consideradas no presente trabalho podem ter sido mais importantes para explicar estes componentes da fauna. Houve um aumento da densidade de macroinvertebrados ao longo do tempo, no entanto, a densidade não foi afetada pela espécie vegetal. A riqueza não foi afetada por nenhum dos dois fatores. Por outro lado, foi possível observar um forte gradiente de composição faunística ao longo do tempo, o qual foi dependente do tipo de folha.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.10.2012
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      YOKOYAMA, Elisa; BISPO, Pitágoras da Conceição. Macroinvertebrados aquáticos associados ao folhiço em riachos de Mata Atlântica. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-17122012-162537/ >.
    • APA

      Yokoyama, E., & Bispo, P. da C. (2012). Macroinvertebrados aquáticos associados ao folhiço em riachos de Mata Atlântica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-17122012-162537/
    • NLM

      Yokoyama E, Bispo P da C. Macroinvertebrados aquáticos associados ao folhiço em riachos de Mata Atlântica [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-17122012-162537/
    • Vancouver

      Yokoyama E, Bispo P da C. Macroinvertebrados aquáticos associados ao folhiço em riachos de Mata Atlântica [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59131/tde-17122012-162537/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019