Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Relação entre ética e política no pensamento de Emmanuel Levinas (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PASSOS, HELDER MACHADO - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLF
  • Subjects: POLÍTICA; ÉTICA; SUBJETIVIDADE; ALTERIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo geral da presente tese é demonstrar que existe no pensamento do filósofo Emmanuel Levinas uma relação entre ética e política sem a qual não seria possível pensar o sentido do humano em suas dimensões individual e social. Nele encontramos indicações claras sobre suas preocupações políticas ao ponto de podermos afirmar que suas análises filosóficas têm início a partir do fenômeno da guerra, fato eminentemente político. Para compreender o fenômeno da guerra, Levinas se dirige à filosofia onde constata que a mesma foi, quase sempre, uma ontologia, um discurso sobre o Ser, que se caracteriza pelo fechamento e totalidade do pensamento, impedindo qualquer possibilidade da alteridade surgir e se manter como tal. Nessa tarefa descobre o frente a frente do Eu e do Outro como momento inicial do sentido do humano em que o Eu é questionado pelo seu direito ser. Surge aí a ética como filosofia primeira caracterizada pela responsabilidade assimétrica do Eu pelo Outro. Mas, a ética é relação de único a único e a realidade comporta situações para além do frente a frente. Assim, para se chegar ao sentido do humano, torna-se necessário pensar a multiplicidade que é sugerida pela presença do Terceiro e que permite a Levinas tecer considerações sobre a política e suas relações mútuas com a ética, utilizando-se principalmente de dois sentidos da noção de justiça. Para esse propósito, abordaremos três momentos de sua produção intelectual. O primeiro se refere à estada de Levinas naLituânia e na França onde nosso autor fora influenciado pelas questões políticas que se impunham pelo fenômeno da guerra e por suas incursões no pensamento filosófico na tentativa de compreender os fundamentos de tal fenômeno. O segundo momento é caracterizado por sua crítica à ontologia como pensamento dominante na filosofia e que, para Levinas, corrobora com o estado de guerra, assim como pelo estabelecimento da ética como filosofia primeira a partir da relação original entre o Eu e o Outro. O terceiro momento traz a temática da relação entre ética e política, permitindo a compreensão de que ela se dá a partir de mútuas impugnações. A ética surge e mantém-se pelas suas preocupações com a política, mas, por outro lado, a política interrompe a ética expandindo o princípio da responsabilidade, presente na relação Eu-Outro, à multiplicidade dos existentes e suas relações. A política surge imprimindo uma tensão à ética e sendo tensionada por ela
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.12.2012
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PASSOS, Helder Machado; BARROS, Alberto Ribeiro Gonçalves de. Relação entre ética e política no pensamento de Emmanuel Levinas. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8133/tde-21022013-142033/ >.
    • APA

      Passos, H. M., & Barros, A. R. G. de. (2012). Relação entre ética e política no pensamento de Emmanuel Levinas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8133/tde-21022013-142033/
    • NLM

      Passos HM, Barros ARG de. Relação entre ética e política no pensamento de Emmanuel Levinas [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8133/tde-21022013-142033/
    • Vancouver

      Passos HM, Barros ARG de. Relação entre ética e política no pensamento de Emmanuel Levinas [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8133/tde-21022013-142033/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019