Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Proteinograma da secreção láctea de cabras (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: RAIMONDO, RAQUEL FRAGA E SILVA - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Subjects: CAPRINOCULTURA LEITEIRA; DOENÇAS INFECCIOSAS EM ANIMAIS; LACTAÇÃO ANIMAL
  • Keywords: Artrite e encefalite caprina; Cabra; Caprine arthritis-encephalitis; Electrophoresis SDS-PAGE; Eletroforese SDS-PAGE; Fase de lactação; Goat; Lactation phase; Proteína do soro de leite; Whey protein
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo do presente estudo foi estabelecer os valores de referência do proteinograma de soro lácteo por meio da técnica de eletroforese SDS-PAGE para a lactação plena e avaliar os efeitos do processo de secagem da glândula mamária, fase colostral e primeiro mês de lactação, fase de lactação, número de lactações, isolamento bacteriano e infecção pelo VCAE nas proteínas da secreção láctea de cabras da raça Saanen. Foram analisadas, entre 2007 e 2010, 545 amostras de leite provenientes de 185 cabras em diversas fases da lactação. Durante a lactação plena, baseado nos resultados dos intervalos de confiança, foram determinados os seguintes valores de referência: proteína total entre 2.940,0 e 3.050 mg/dL; proteína do soro lácteo entre 903,0 e 973,0 mg/dL; lactoferrina entre 68,0 e 77,0 mg/dL; albumina entre 88,0 e 97,0 mg/dL; imunoglobulina cadeia pesada entre 93,3 e 103,0 mg/dL; imunoglobulina cadeia leve entre 132,7 e 146,0 mg/dL; β-lactoglobulina entre 299,0 e 329,0 mg/dL e α-lactoalbumina entre 213,0 e 229,5 mg/dL. Os valores absolutos de proteína total, proteína do soro e frações protéicas aumentam durante a secagem da glândula. Antes da secagem predominavam as frações de β-Lg e α-La, a partir do 3º dia, ocorre o surgimento das novas frações e a alteração do perfil protéico sem que haja o predomínio de nenhuma fração. A fase colostral, primeiras 24 horas de lactação, determinam as maiores concentrações de proteína total, proteína do soro efrações protéicas que diminuem após as primeiras 12 horas de lactação estabilizando após o 5º dia. No colostro as imunoglobulinas são predominantes, e após o período de transição do colostro para o leite as frações β-Lg e α-La são predominantes. Nos primeiros 15 dias de lactação, devido à influência da fase colostral, observa-se que as concentrações de proteína total e proteína do soro lácteo são maiores. A partir desse momento permanecem estáveis voltando a aumentar no final da lactação. As frações protéicas do soro de leite (lactoferrina, albumina sérica, imunoglobulina de cadeia pesada, imunoglobulina de cadeia leve, β-Lg e α-La) também são máximas nos primeiros 15 dias de lactação e diminuem ao longo do período. A concentração de proteína do soro e suas frações em cabras primíparas foi menor quando comparadas com cabras pluríparas. O isolamento bacteriano não influencia as concentrações de proteína total do leite e proteína do soro lácteo de cabras, contudo a concentração de lactoferrina é maior e as concentrações de β-Lg e α-La são menores em amostras com isolamento bacteriano. O CAEV não influencia as concentrações de proteína total do leite e proteína do soro lácteo de cabras, contudo a concentração de lactoferrina é maior e a concentração de e α-La é menor em cabras sororeagentes positivas ao VCAE
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.03.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300056704T.2427 FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RAIMONDO, Raquel Fraga e Silva; BIRGEL JUNIOR, Eduardo Harry. Proteinograma da secreção láctea de cabras. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-29062012-175720/ >.
    • APA

      Raimondo, R. F. e S., & Birgel Junior, E. H. (2011). Proteinograma da secreção láctea de cabras. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-29062012-175720/
    • NLM

      Raimondo RF e S, Birgel Junior EH. Proteinograma da secreção láctea de cabras [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-29062012-175720/
    • Vancouver

      Raimondo RF e S, Birgel Junior EH. Proteinograma da secreção láctea de cabras [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-29062012-175720/