Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Novo método de avaliação da incapacidade articular na artrite experimental: investigação do papel das células da glia (2013)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: QUADROS, ANDREZA URBA DE - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Subjects: ARTRITE REUMATOIDE (INVESTIGAÇÃO); INFLAMAÇÃO; DOR; CÉLULAS; FARMACOLOGIA
  • Keywords: Arthritis; Artrite; Artrite reumatoide; Células da glia; Dynamic weight bearing; Glial cells; Rheumatoid Arthritis; Teste de incapacitação dinâmico
  • Language: Português
  • Abstract: Um bom modelo experimental deve contar com métodos de avaliação eficazes de seus parâmetros. Esta é uma observação importante quando se faz necessária a avaliação da nocicepção e da incapacitação articular em animais experimentais. O estabelecimento de novos critérios aos testes animais é fundamental para que processos inflamatórios articulares possam continuar sendo estudados, entendidos e resolvidos. Buscando contribuir neste sentido, este trabalho realizou a padronização do teste de incapacitação dinâmico (TID) para avaliação da incapacitação articular em modelos experimentais de artrite. Os resultados obtidos mostram que o TID é sensível na avaliação da incapacitação articular em modelos de artrite induzida por antígeno (AIA) ou por zimosana. Além disso é preditivo para o estudo do efeito farmacológico de drogas que interfiram na incapacitação articular como anti-inflamatórias ou analgésicas. Desde o inicio da década de 90, quando participação das células da gila na dor foi descrita, diversos trabalhos surgiram mostrando seu papel em diferentes modelos animais. A participação das células da gila espinais na dor e incapacitação em modelos experimentais de artrite e artrite reumatoide têm sido relatada, mas não há descrição desta participação em função do tempo de indução do processo inflamatório articular. Por meio de ferramentas farmacológicas e moleculares, este trabalho mostra que as células da glia, tanto espinais como do gânglio da raiz dorsal estão participando na génese e manutenção da incapacitação inflamatória articular em modelo de AIA. A participação destas células ocorre por meio da liberação de IL-1‘beta’ e TNF‘alfa’ em nível medular e pela primeira vez é mostrado que a ativação astrocítica parece preceder a ativação microglial neste modelo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.02.2013
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200065657Quadros, Andreza Urba de
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      QUADROS, Andreza Urba de; CUNHA, Thago Mattar. Novo método de avaliação da incapacidade articular na artrite experimental: investigação do papel das células da glia. 2013.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17133/tde-25052018-155256/ >.
    • APA

      Quadros, A. U. de, & Cunha, T. M. (2013). Novo método de avaliação da incapacidade articular na artrite experimental: investigação do papel das células da glia. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17133/tde-25052018-155256/
    • NLM

      Quadros AU de, Cunha TM. Novo método de avaliação da incapacidade articular na artrite experimental: investigação do papel das células da glia [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17133/tde-25052018-155256/
    • Vancouver

      Quadros AU de, Cunha TM. Novo método de avaliação da incapacidade articular na artrite experimental: investigação do papel das células da glia [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17133/tde-25052018-155256/