Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Trajetórias migratórias e construções identitárias de palestinos em Santa Catarina (2013)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOARES, GABRIEL MATHIAS - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLO
  • Subjects: IMIGRAÇÃO; PALESTINOS; DIÁSPORA; IDENTIDADE; MEMÓRIA COLETIVA
  • Language: Português
  • Abstract: A trajetória dos imigrantes palestinos em Santa Catarina esteve marcada por redes sociais de solidariedade étnica e familiar. Dessa forma, em todo seu percurso, as questões identitárias estiveram fortemente presentes nessa imigração caracteristicamente autônoma, sem qualquer auxílio estatal, e urbana. Os vínculos familiares, étnicos e religiosos, forneceram os alicerces para inserção econômica e social, assim como para comunidades locais e associações entre imigrantes. Intimamente associada a este processo, a Questão Palestina se fez presente durante toda trajetória desses palestinos tanto como indivíduos, como parte de uma coletividade ligada a essa questão. Fortemente marcada na memória individual e coletiva, está a expropriação e/ou a ocupação da terra habitada por eles e/ou por seus familiares mais próximos, que os afeta de diversas maneiras (social, cultural, politica e economicamente), particularmente no que se refere às causas da emigração. Associável sempre a todos, entretanto, está o pertencimento a uma coletividade cuja identidade está em questão em muitos lugares do mundo. A busca pela emancipação de seu torrão natal torna-se assim um dos elementos fundamentais de sua identidade, que por sua vez se torna uma ferramenta indispensável para manutenção do direito de retorno daqueles que foram expulsos e de seus descendentes, como também contra a expulsão daqueles que lá permanecem. A inserção numa cultura diferente, bem como em outra realidade socio-política, trouxemudanças e dilemas em relação aos hábitos e a própria autodefinição. Diante dessa realidade, a etnicidade foi mantida através do vínculo com a causa palestina, a família, a religião e a comunidade de imigrantes. Entretanto, o apego aos costumes e as tradições entre os palestinos em Santa Catarina não os fez menos brasileiros em sua visão, pois ao mesmo tempo incorporaram a nacionalidade brasileira a sua própria maneira
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.02.2013
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH2394559-2012017N
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOARES, Gabriel Mathias; FARAH, Paulo Daniel Elias. Trajetórias migratórias e construções identitárias de palestinos em Santa Catarina. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8159/tde-11062013-095527/ >.
    • APA

      Soares, G. M., & Farah, P. D. E. (2013). Trajetórias migratórias e construções identitárias de palestinos em Santa Catarina. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8159/tde-11062013-095527/
    • NLM

      Soares GM, Farah PDE. Trajetórias migratórias e construções identitárias de palestinos em Santa Catarina [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8159/tde-11062013-095527/
    • Vancouver

      Soares GM, Farah PDE. Trajetórias migratórias e construções identitárias de palestinos em Santa Catarina [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8159/tde-11062013-095527/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: