Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação comparativa entre bruxômanos e não bruxômanos quanto à qualidade de vida e a presença de desarmonias orofaciais (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PULITI, ELIZABETH - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODD
  • Subjects: BRUXISMO
  • Keywords: Bruxismo Diurno; Bruxismo do Sono
  • Language: Português
  • Abstract: O bruxismo, uma desordem funcional dentária complexa e destrutiva, é representado por duas entidades que possuem diferentes patogêneses, o Bruxismo diurno ou de vigília (BD), e o Bruxismo do Sono (BS). Este estudo objetivou avaliar as características clínicas apresentadas por indivíduos bruxômanos, comparando-os a não bruxômanos. De um universo de 85 indivíduos foram formados um grupo de bruxômanos, e outro de não bruxômanos (grupo controle), utilizando um questionário de auto-relato para o diagnóstico do bruxismo. Ao exame clínico foram observaddas a ocorrência de diferentes fatores referidos na literatura. Nos resultados, após Análise de Variância com medidas repetidas (ANOVA), foi observado que entre o grupo controle e o grupo de bruxômanos, não houve diferenças estatisticamente significantes para a presença de interferência oclusal em protrusiva; lateralidade direita/esquerda; presença de guia de incisivos; presença de guia de caninos bilateral; desvio de linha média; mobilidade dental; recessão gengival; mordida aberta anterior; mordida cruzada anterior; mordida cruzada posterior unilateral; sobremordida; sobressaliência; salto condilar; clicks/estalos na ATM (nos questionários de auto-relato e no exame clínico); ruídos na ATM; limitação da abertura bucal; assimetria facial e para outros hábitos bucais (onicofagia, morder lábios, morder objetos). Entre o grupo controle e o grupo de bruxômanos, houve diferenças estatisticamente significantes para a dor musculatura face; (Continua)(Continuação) estresse funcional dental; guia de canino unilateral; ausência de guias de caninos; presença de facetas de desgaste; fratura de dentes e/ou restaurações; presença de abfração; hipertonia do músculo masseter. No questionário de qualidade de vida, proposto pela OMS, The WHOQOL Group (1998), Oral Health Impact Profile (OHIP-14) versão simplificada em português, o cansaço foi o único quesito que apresentou diferença estatisticamente significante, no que diferenciou o grupo de bruxômanos do de não bruxômanos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.11.2012
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500014467T4.772
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PULITI, Elizabeth; VIEIRA, Glauco Fioranelli. Avaliação comparativa entre bruxômanos e não bruxômanos quanto à qualidade de vida e a presença de desarmonias orofaciais. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23134/tde-13042013-100651/ >.
    • APA

      Puliti, E., & Vieira, G. F. (2012). Avaliação comparativa entre bruxômanos e não bruxômanos quanto à qualidade de vida e a presença de desarmonias orofaciais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23134/tde-13042013-100651/
    • NLM

      Puliti E, Vieira GF. Avaliação comparativa entre bruxômanos e não bruxômanos quanto à qualidade de vida e a presença de desarmonias orofaciais [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23134/tde-13042013-100651/
    • Vancouver

      Puliti E, Vieira GF. Avaliação comparativa entre bruxômanos e não bruxômanos quanto à qualidade de vida e a presença de desarmonias orofaciais [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23134/tde-13042013-100651/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: