Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da influência do laser de baixa intensidade como recurso de ancoragem ortodôntica e na supressão da dor (2013)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUSA, MARINES VIEIRA DA SILVA - FOB
  • USP Schools: FOB
  • Subjects: MOVIMENTAÇÃO DENTÁRIA; ANALGESIA; PROCEDIMENTOS DE ANCORAGEM ORTODÔNTICA; TERAPIA A LASER
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo investigou os efeitos do laser em baixa intensidade na movimentação ortodôntica com a intenção de promover a ancoragem e a inibição da dor pós-ativação, bem como a verificação da preservação da integridade tecidual. A amostra constou de um total de 74 molares e pré-molares superiores e inferiores que serviram de ancoragem na fase de retração inicial de caninos realizada com molas de NiTi, com força de 150g. Um dos molares/pré-molares escolhido aleatoriamente foi irradiado com laser de diodo (LI), seguindo o seguinte protocolo de aplicação: 780mm/70mW/105J/cm2/4,2J por ponto/Et= 42J para os molares e 42J para os prémolares nos dias 0, 7 e 14 pós-ativação, sendo que o contralateral foi considerado placebo (LNI). A retração durou em média 3 meses, num total de 9 aplicações de laser. Utilizou-se modelos de gesso e tomografias computadorizadas do feixe cônico (TCFC) para a verificação da perda de ancoragem dos molares. Os modelos adquiridos a cada mês foram medidos com paquímetro digital e as tomografias adquiridas nos tempos iniciais (T0) e finais (T4) foram analisadas por meio da análise 3D (Radiomemory). Nas tomografias foi também avaliada uma possível reabsorção na crista óssea alveolar (CA), por meio da distância desta (CA) até a junção cementoesmalte (JCE), comparando-se T0 e T4 e a quantidade de reabsorção radicular, por meio da diferença de comprimento radicular inicial e final. Para avaliação da sintomatologia dolorosa comparando-se o LI e o LNI foi utilizado uma escala visual analógica após 12, 24, 48 e 72 horas após a irradiação, na qual os pacientes marcavam de 0 a 10 em consonância com a dor experimentada. Para os modelos, empregou-se a análise da variância a dois critérios e a um critério, seguido pelo teste de Tukey, em seguida aplicou-se o teste t pareado, para a mensuração da diferença total comparando-se o lado irradiado (LI) como lado não irradiado (LNI). Para as tomografias na comparação entre os tempos T0 e T4 da perda de ancoragem, reabsorção radicular e crista óssea alveolar comparando-se o LI com o LNI foi utilizado o teste t pareado. Foi aplicado o teste paramétrico de Wilcoxon e para verificação da diferença da dor experimentada entre os tempos, o teste não paramétrico de Friedman. Em todos os testes adotou-se o nível de significância de 5%. Em modelos, para comparação entre os tempos, os resultados indicaram que houve uma diminuição estatisticamente significante na velocidade da movimentação dos molares irradiados comparados ao seu contralateral somente no primeiro mês, porém houve uma diferença estatisticamente significante comparando-se o tempo T0 e T4 tanto em modelos como em tomografias. Houve também uma diminuição estatisticamente significante da sintomatologia dolorosa, comparados o LI com o LNI e uma menor perda de tecido ósseo na crista óssea distal e vestibular do primeiro molar superior de forma estatisticamente significante. Concluiu-se que a laserterapia, com a dosimetria adotada, pode diminuir a movimentação dos dentes empregados como ancoragem na fase de retração inicial de caninos, como também diminuir a sintomatologia dolorosa, sem causar danos aos tecidos.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.05.2013

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FOB11600039691So85a
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUSA, Marinês Vieira da Silva; PINZAN, Arnaldo. Avaliação da influência do laser de baixa intensidade como recurso de ancoragem ortodôntica e na supressão da dor. 2013.Universidade de São Paulo, Bauru, 2013.
    • APA

      Sousa, M. V. da S., & Pinzan, A. (2013). Avaliação da influência do laser de baixa intensidade como recurso de ancoragem ortodôntica e na supressão da dor. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Sousa MV da S, Pinzan A. Avaliação da influência do laser de baixa intensidade como recurso de ancoragem ortodôntica e na supressão da dor. 2013 ;
    • Vancouver

      Sousa MV da S, Pinzan A. Avaliação da influência do laser de baixa intensidade como recurso de ancoragem ortodôntica e na supressão da dor. 2013 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: