Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação dos teores de Br, Cl, K, Mg, Mn e V em mexilhões Perna perna (Linnaeus, 1758: Mollusca, Bivalvia) coletados no litoral do estado de São Paulo, Brasil (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SEO, DANIELE - IPEN
  • USP Schools: IPEN
  • Subjects: ÁGUA DO MAR; POLUIÇÃO DA ÁGUA; MOLLUSCA; OSTRA; BIOMARCADORES
  • Language: Português
  • Abstract: O ambiente costeiro tem sido fortemente alterado em função de múltiplos impactos ambientais decorrentes das atividades antrópicas, como por exemplo, o escoamento de esgoto proveniente de áreas urbanas, a liberação de inúmeros produtos químicos das indústrias, a agricultura e o fluxo de embarcações, que podem acarretar vazamentos acidentais de petróleo e derivados, combustíveis e outros produtos transportados por via marítima. Neste contexto, um dos meios para avaliação da contaminação ambiental causada por essas substâncias potencialmente tóxicas em água do mar é a monitoração por meio de diferentes espécies de bivalves, que tem sido utilizada por diversos pesquisadores, do Brasil e do exterior. No que se refere aos moluscos bivalves, particularmente os mexilhões, o seu uso no biomonitoramento da contaminação marinha deve-se principalmente à sua ampla distribuição geográfica, hábito séssil e habilidade de concentrar metais tóxicos em até 102 - 105 vezes em relação às concentrações detectadas na água. No presente trabalho, foi empregado o biomonitoramento passivo com o uso do molusco bivalve Perna perna com relação aos elementos Br, Cl, K, Mg, Mn e V. Foram escolhidos estes elementos uma vez que eles podem ser determinados pelo método de INAA (Análise por Ativação com Nêutrons Instrumental), por meio da irradiação curta o que proporciona análises mais rápidas e também por serem importantes do ponto de vista nutricional ou ambiental. O objetivo do presente trabalho foi avaliaros teores de Br, Cl, K, Mg, Mn e V em amostras de mexilhões Perna perna (Linnaeus, 1758: Mollusca, Bivalvia) coletados em regiões costeiras de São Paulo sujeitas à contaminação antrópica (Ponta de Itaipu e Ilha das Palmas, em Santos), comparando os valores obtidos nos sítios possivelmente impactados com os valores do sítio controle situado na Praia da Cocanha, em Caraguatatuba. Os pontos de coleta no litoral de São Paulo estão localizados nas regiões geográficas 23º 37 S 45º 24 W (Caraguatatuba) e 23º 57\' S - 46º 20\' W (Santos). A coleta dos organismos foi realizada em todas as estações do ano, com início na primavera de 2008 e término no inverno de 2009. As amostras coletadas foram limpas, trituradas, homogeneizadas e secas por meio da liofilização para posterior INAA. O procedimento de INAA consistiu em irradiar alíquotas das amostras obtidas na forma de pó em invólucros de polietileno no reator nuclear IEA R1 do IPEN/CNEN - SP juntamente com padrões sintéticos de elementos. O tempo de irradiação no reator foi de 8 a 10 s e sob o fluxo de nêutrons térmicos de 6,6 x 1012 n cm-2 s-1. As concentrações dos elementos foram calculadas pelo método comparativo. O procedimento de INAA foi validado com relação à exatidão e precisão, por meio das análises dos materiais de referência certificados NIST SRM 1566b Oyster Tissue e NIST SRM 2876 Mussel Tissue. Os resultados destes materiais de referência certificados indicaram uma boa qualidade dos resultados com relação à precisão eexatidão. As faixas das concentrações (em base seca) dos elementos obtidos nos mexilhões coletados em Santos e na Praia da Cocanha para as quatro estações do ano foram de: 173,80 a 358,99 mg kg-1 para Br; 45658 ± 1811 a 109166 ± 824 mg kg-1 para Cl; 7043 ± 856 a 12506 ± 675 mg kg-1 para K; 2774 ± 211 a 5691 ± 717 mg kg-1 para Mg; 7,01 ± 0,30 a 29,74 ± 3,32 mg kg-1 para Mn e 0,77 ± 0,02 a 3,43 ± 0,28 mg kg-1 para V. Foi estudada a variação sazonal e espacial das concentrações desses elementos e também foram comparados esses resultados com valores da literatura. A partir dos resultados obtidos pode - se concluir que os mexilhões da espécie Perna perna, podem ser utilizados como biomonitores da contaminação marinha
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.12.2012
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SEO, ^Daniele; VASCONCELLOS, Marina Beatriz Agostini. Avaliação dos teores de Br, Cl, K, Mg, Mn e V em mexilhões Perna perna (Linnaeus, 1758: Mollusca, Bivalvia) coletados no litoral do estado de São Paulo, Brasil. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/85/85131/tde-08032013-161647/ >.
    • APA

      Seo, ^D., & Vasconcellos, M. B. A. (2012). Avaliação dos teores de Br, Cl, K, Mg, Mn e V em mexilhões Perna perna (Linnaeus, 1758: Mollusca, Bivalvia) coletados no litoral do estado de São Paulo, Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/85/85131/tde-08032013-161647/
    • NLM

      Seo ^D, Vasconcellos MBA. Avaliação dos teores de Br, Cl, K, Mg, Mn e V em mexilhões Perna perna (Linnaeus, 1758: Mollusca, Bivalvia) coletados no litoral do estado de São Paulo, Brasil [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/85/85131/tde-08032013-161647/
    • Vancouver

      Seo ^D, Vasconcellos MBA. Avaliação dos teores de Br, Cl, K, Mg, Mn e V em mexilhões Perna perna (Linnaeus, 1758: Mollusca, Bivalvia) coletados no litoral do estado de São Paulo, Brasil [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/85/85131/tde-08032013-161647/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019