Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Aplicação de isótopos de estrôncio, oxigênio e hidrogênio como traçadores de anomalias hidrogeoquímicas de bário no sistema Aquífero Bauru no Município Gália (SP) (2013)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CRESPI, ALESSANDRA MIRANDA - IGC
  • USP Schools: IGC
  • Sigla do Departamento: GSA
  • Subjects: ÁGUAS SUBTERRÂNEAS; BÁRIO; ISÓTOPOS
  • Keywords: Sistema Aquifero Bauru
  • Language: Português
  • Abstract: O monitoramento da qualidade das águas subterrâneasno Estado de São Paulo realizado pela agência ambiental estadual (CETESB),tem identificado problemas regionais que vem chamando a atenção dos órgãos gestores de meio ambiente, recursos hídricos e concessionárias de água. Dentre os problemas, teores anômalos de bário tem sido identificados com frequência em poços de abastecimento públicos, localizados principalmente no Sistema Aquífero Bauru (SAB), entretanto, com origem desconhecida pela CETESB. O poço de abastecimento do município de Gália, área alvo deste estudo, se encontra entre os poços de abastecimento que captamáguas do SAB (Aquíferos Marília e Adamantina) e apresentam concentrações de bário acima dos padrões de potabilidade (>0,7 mg/L). Para avaliar a origem dessas anomalias, se natural ou antrópica, assim como, avaliar o comportamento do bário no Sistema Aquifero Bauru (Aquiferos Marília e Adamantina), e sua relação com os carbonatos da Formação Marília, são utilizados neste estudo isótopos de oxigênio, hidrogênio e estrôncio, com razões isotópicas obtidas em amostras de rochas e águas subterrâneas coletadas em poços instalados nos Aquiferos Marília e Adamantina. Os resultados isotópicos de Sr indicam a origem natural de bário nas águas subterrâneas estudadas, associadas ao carbonatos da Formação Marília. A assinatura isotópica de estrôncio das águas subterrâneas (0,7090 a 0,7093) apresentam semelhança a assinatura isotópica das rochas em suafração carbonato (0,7085 e 0,7090), indicando a origem geogênica de estrôncio, associada aos carbonatos. Considerando a tendência de correlação observada entre bário e estrôncio, pode-se concluirque os carbonatos são também a fonte potencial de bário para as águas subterrâneas. Os dados isotópicos de oxigênio e hidrogênio revelam um zoneamento isotópico do Sistema Aquífero Bauru, permitindo distinguir as águas do Aquífero Marília, enriquecidas isotopicamente (-7,11 a -7,43 para 'delta''POT.18'O e -43,57 e -49,61 para 'delta'D) e com teores elevados de bário (1,20 a 1,60 ppm), das águas do Aquífero Adamantina, isotopicamente empobrecidas emrelação ao Aquífero Marília (-8,55 e -8,74 para 'delta''POT.18'O e -50,68 a 60,26 para 'delta'D) e com teores inferiores de Ba (0,69 a 0,86 ppm). Dada tendência de correlação de bário com 'delta'O 'POT.18' , 'delta'D e estrôncio nas águas subterrâneas, os resultados deste estudo indicam os isótopos de oxigênio, hidrogênio e estrôncio como bons traçadores das anomalias de bário nas águas subterrâneas estudadas, colocando esses isótopos como ferramentas potenciais para a gestão dos recursos hídricos subterrâneos associados ao Sistema Aquífero Bauru e suas anomalias de bário
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.03.2013
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IGC30900031703T C921 AM.a v.original e.3
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CRESPI, Alessandra Miranda; BERTOLO, Reginaldo Antonio. Aplicação de isótopos de estrôncio, oxigênio e hidrogênio como traçadores de anomalias hidrogeoquímicas de bário no sistema Aquífero Bauru no Município Gália (SP). 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44138/tde-06122013-091126/ >.
    • APA

      Crespi, A. M., & Bertolo, R. A. (2013). Aplicação de isótopos de estrôncio, oxigênio e hidrogênio como traçadores de anomalias hidrogeoquímicas de bário no sistema Aquífero Bauru no Município Gália (SP). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44138/tde-06122013-091126/
    • NLM

      Crespi AM, Bertolo RA. Aplicação de isótopos de estrôncio, oxigênio e hidrogênio como traçadores de anomalias hidrogeoquímicas de bário no sistema Aquífero Bauru no Município Gália (SP) [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44138/tde-06122013-091126/
    • Vancouver

      Crespi AM, Bertolo RA. Aplicação de isótopos de estrôncio, oxigênio e hidrogênio como traçadores de anomalias hidrogeoquímicas de bário no sistema Aquífero Bauru no Município Gália (SP) [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44138/tde-06122013-091126/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: