Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização fisiológica de variedades de cana-de-açúcar submetidas ao estresse oxidativo causado pelo herbicida paraquat (2013)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PAVANI, ALAN ARTHUSO - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LPV
  • Subjects: BALANÇO HÍDRICO; CANA-DE-AÇÚCAR; ESTRESSE OXIDATIVO; HERBICIDAS; VARIEDADES VEGETAIS
  • Language: Português
  • Abstract: O déficit hídrico é um dos principais fatores limitantes da produtividade agrícola e a aplicação de alguns herbicidas específicos, no controle de plantas daninhas induz, como consequência de seus mecanismos de ação, um acúmulo de elétrons no fotossistema II, formando assim, radicais livres, que promovem a peroxidação dos lipídeos, que por sua vez destroem as membranas celulares, através do fenômeno conhecido como estresse oxidativo, semelhante ao provocado pela reação da planta submetida ao déficit hídrico O objetivo deste trabalho foi caracterizar fisiologicamente as variedades SP83-2847, SP83-5073, SP80-3280 e CTC2, submetidas a níveis de estresse oxidativo, ocasionados pela aplicação de doses do herbicida paraquat. O conteúdo relativo de clorofila (CC), a eficiência quântica potencial do fotossistema II (Fv/Fm), a nota visual de fitotoxicidade (NF) e a fitomassa fresca (MF) foram utilizados como parâmetros fisiológicos de avaliação. O estresse oxidativo foi imposto pela aplicação do herbicida paraquat nas doses 0 (D0), 25 (D1), 50 (D2), 100 (D3) e 200 (D4) g/ha de paraquat (1,1'-dimetil-4,4'-bipiridilio dicloreto). As avaliações foram realizadas nos períodos de 24, 48 e 960 horas após a aplicação dos tratamentos. O conteúdo relativo de clorofila (CC) estimado através do índice SPAD, a eficiência quântica potencial do fotossistema II (Fv/Fm), a nota visual de fitotoxicidade (NF) e a massa fresca (MF) são influenciados negativamente pelos tratamentos doses do paraquat. Ospadrões de resposta ao estresse oxidativo ocasionado pela aplicação do paraquat nas variedades conhecidas como tolerantes ao déficit hídrico não indicam claramente que são diferentes dos padrões de resposta ao estresse oxidativo ocasionado pelo déficit hídrico, fato que não corrobora claramente com a hipótese de que variedades tolerantes ao estresse oxidativo ocasionado por herbicidas também seriam tolerantes ao déficit hídrico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.11.2013
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC12600006929t633.61 P337c e.1 105630
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAVANI, Alan Arthuso; CHRISTOFFOLETI, Pedro Jacob. Caracterização fisiológica de variedades de cana-de-açúcar submetidas ao estresse oxidativo causado pelo herbicida paraquat. 2013.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-17122013-112417/ >.
    • APA

      Pavani, A. A., & Christoffoleti, P. J. (2013). Caracterização fisiológica de variedades de cana-de-açúcar submetidas ao estresse oxidativo causado pelo herbicida paraquat. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-17122013-112417/
    • NLM

      Pavani AA, Christoffoleti PJ. Caracterização fisiológica de variedades de cana-de-açúcar submetidas ao estresse oxidativo causado pelo herbicida paraquat [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-17122013-112417/
    • Vancouver

      Pavani AA, Christoffoleti PJ. Caracterização fisiológica de variedades de cana-de-açúcar submetidas ao estresse oxidativo causado pelo herbicida paraquat [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-17122013-112417/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: