Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Participação da resposta inflamatória induzida por Chlamydophila pneumoniae e Mycoplasma pneumoniae no infarto agudo do miocárdio (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LIMA NETO, LíDIO GONçALVES - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Subjects: INFARTO DO MIOCÁRDIO; BIOLOGIA MOLECULAR; INFLAMAÇÃO; EXPRESSÃO GÊNICA; AGENTES MICROBIANOS
  • Language: Português
  • Abstract: Os agentes infecciosos têm sido considerados iniciadores da desestabilização da placa de ateroma. Este mecanismo pode estar relacionado a uma intensificação do processo inflamatório através da interação dos receptores de membrana CD14 e TLR com os microorganismos. Para avaliar esta hipótese, estudou-se a participação da resposta inflamatória induzida por Chlamydophila pneumoniae (Cp) e Mycoplasma pneumoniae (Mp) em indivíduos com infarto agudo do miocárdio (IAM). Avaliou-se também, a possível associação entre polimorfismos dos genes CD14, TLR2, TLR4 e TNFA e a expressão dos genes IL6, TLR2, TLR4 e TNFA em leucócitos do sangue periférico, assim como a sua associação com o IAM. Para isso, foi realizado um estudo caso-controle constituído por pacientes com IAM e por indivíduos sem evidência de doença cardiovascular (grupo controle). As imunoglobulinas IgM e IgG séricas anti-Cp foram detectadas por imunofluorescência indireta. O DNA dos agentes infecciosos foi detectado no sangue periférico pela PCR em tempo real. A genotipagem dos polimorfismos TNFA -308G>A, IL6 -174G>C, CD14 -260C>T, TLR4 (Asp299Gli e Thr39911e) e TLR2 Arg753Gln e a quantificação relativa da expressão gênica nas células sanguíneas foram analisados pela PCR em tempo real. A porcentagem de positividade para DNA de Cp foi de 18,0% e 8,1% nos grupos IAM e controle (p=0,071), respectivamente, (p=0,071). Foram positivos para DNA de Mp, 5,0% e 11,2% dos indivíduos nos grupos IAM e controle, respectivamente (p=O,318).Sete indivíduos (7,1%) do grupo IAM tiveram títulos anti-Cp IgG positivos (1:512) e 3,9% dos indivíduos do grupo controle (p=0,718). A expressão do TLR4 foi significantemente menor no grupo IAM (0,00113±0,00102) comparado ao grupo controle (0,00144±0,000806; p=0,003). As frequências genotípicas e alelicas dos polimorfismos TNFA -308G>A, CD14 -260C>T, TLR4 (Asp299GIi e Thr39911e) e TLR2 Arg753Gln foram similares entre os grupos estudados (p>0,05) sugerindo que esses polimorfismos não estão associados com IAM nesta amostra populacional. No grupo IAM, houve associação entre o genótipo -260CT+TI CD14 com títulos IgG anti-Cp detectados na diluição 1:16 (p=O,042). Da mesma forma, o alelo A do polimorfismo -308G>A TNF-α foi associado com títulos positivos de IgG anti-Cp na diluição 1:512 (p=O,0058). No grupo IAM, pacientes positivos para DNA de Cp tiveram maiores concentrações de fibrinogênio do que pacientes negativos para este agente infeccioso (541 ,8±161 ,5mg/dL e 450,5±196,8mg/dL, respectivamente; p=O.043). Os agentes infecciosos Chlamydophila pneumoniae e Mycoplasma pneumoniae não foram significantemente mais frequentes em indivíduos que tiveram infarto agudo do miocárdio em relação ao grupo controle, porém houve uma associação, no grupo IAM, entre positividade para DNA de C. pneumoniae e concentrações mais elevadas de fibrinogênio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.06.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100020402T 616.0756 L732p
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIMA NETO, Lídio Gonçalves; HIRATA, Mario Hiroyuki. Participação da resposta inflamatória induzida por Chlamydophila pneumoniae e Mycoplasma pneumoniae no infarto agudo do miocárdio. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-17122013-155352/ >.
    • APA

      Lima Neto, L. G., & Hirata, M. H. (2011). Participação da resposta inflamatória induzida por Chlamydophila pneumoniae e Mycoplasma pneumoniae no infarto agudo do miocárdio. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-17122013-155352/
    • NLM

      Lima Neto LG, Hirata MH. Participação da resposta inflamatória induzida por Chlamydophila pneumoniae e Mycoplasma pneumoniae no infarto agudo do miocárdio [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-17122013-155352/
    • Vancouver

      Lima Neto LG, Hirata MH. Participação da resposta inflamatória induzida por Chlamydophila pneumoniae e Mycoplasma pneumoniae no infarto agudo do miocárdio [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-17122013-155352/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: