Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Situação epidemiológica da brucelose e tuberculose bovinas na região seis do Estado de São Paulo (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUSA, PAOLA DA ROCHA - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPS
  • Subjects: BRUCELOSE ANIMAL (EPIDEMIOLOGIA); DOENÇAS INFECCIOSAS EM ANIMAIS (EPIDEMIOLOGIA); EPIDEMIOLOGIA VETERINÁRIA; SAÚDE PÚBLICA VETERINÁRIA
  • Keywords: Bovine; Bovino; Brucellosis; Brucelose; Fatores de risco; Prevalence; Prevalência; Risk factors; Tuberculose; Tuberculosis
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo do estudo foi caracterizar a situação epidemiológica da brucelose e tuberculose bovinas no Estado de São Paulo, o qual foi dividido em sete regiões. O presente estudo diz respeito à região seis, na qual 230 rebanhos com atividade reprodutiva foram aleatoriamente selecionados. Foram coletadas amostras de soro de 10 ou 15 fêmeas bovinas com idade igual ou superior a 24 meses (em rebanhos com <100 vacas e ≥100 vacas, respectivamente), para o diagnóstico da brucelose, totalizando 1.570 animais. Os soros foram submetidos a um protocolo de testes em série, tendo o teste do antígeno acidificado tamponado (rosa bengala) como método de triagem e o teste 2-mercaptoetanol como confirmatório. Para o diagnóstico da tuberculose foi utilizado o teste tuberculínico cervical comparativo em 20 ou 40 bovinos com idade igual ou superior a 24 meses, totalizando 2.319 animais. A escolha dos animais também foi feita de forma aleatória. A prevalência estimada de focos de brucelose foi de 7,82% [4,70%; 12,08%], e de tuberculose foi de 3,91% [1,80%; 7,29%], enquanto a prevalência estimada de animais foi de 2,6% [1,5%; 4,5%] para brucelose e 0,4% [0,2%; 0,8%] para tuberculose, na região. Em cada rebanho foi aplicado um questionário epidemiológico para avaliar o grau de associação de possíveis fatores de risco (odds ratio, OR) com a doença. As variáveis associadas à condição de foco foram, para brucelose, a presença de piquete de parição na propriedade, como fator protetor (OR = 0,35 [0,13; 0,97]) e para tuberculose, propriedades com 23 ou mais fêmeas bovinas com idade igual ou superior a 24 meses (OR = 6,11 [1,58; 23,67])
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.12.2012
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300048092T.2730 FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUSA, Paola da Rocha; FERREIRA NETO, José Soares. Situação epidemiológica da brucelose e tuberculose bovinas na região seis do Estado de São Paulo. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-14112013-155058/ >.
    • APA

      Sousa, P. da R., & Ferreira Neto, J. S. (2012). Situação epidemiológica da brucelose e tuberculose bovinas na região seis do Estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-14112013-155058/
    • NLM

      Sousa P da R, Ferreira Neto JS. Situação epidemiológica da brucelose e tuberculose bovinas na região seis do Estado de São Paulo [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-14112013-155058/
    • Vancouver

      Sousa P da R, Ferreira Neto JS. Situação epidemiológica da brucelose e tuberculose bovinas na região seis do Estado de São Paulo [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-14112013-155058/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: