Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Metrics


Metrics:

Emparelhamento com o modelo simultâneo e atrasado: implicações para a demonstração de equivalência de estímulos por crianças (2013)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COSTA, ALINE ROBERTA ACEITUNO DA - FOB ; SCHMIDT, ANDREIA - FFCLRP
  • USP Schools: FOB; FFCLRP
  • DOI: 10.9788/tp2013.2-13
  • Subjects: PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO; EQUIVALÊNCIA DE ESTÍMULOS; CRIANÇAS
  • Language: Português
  • Abstract: O emprego de tarefas de emparelhamento com o modelo com atraso (DMTS) para ensino de relações condicionais e teste de relações emergentes entre estímulos tem sido referido como um facilitador da aprendizagem ou da manutenção desses desempenhos. A literatura, porém, apresenta dados controversos sobre esse tema, especialmente quando os participantes são crianças ou pessoas com déficits cognitivos. O objetivo do presente estudo foi examinar, após ensino de uma linha de base de relações condicionais com emparelhamento simultâneo (SMTS), o desempenho de crianças pré-escolares em sondas de emergência de classes de equivalência sob duas condições distintas: em tarefas de DMTS e de SMTS. Três crianças pré-escolares aprenderam, por meio de tarefas de SMTS, relações condicionais entre estímulos visuais, e entre estímulos auditivos e estímulos visuais (relações AB, BC, CD, DE). Nas sondas de equivalência conduzidas com DMTS de zero segundo (relações EB, EC e DB), nenhuma criança atingiu os critérios para formação de classes. Não houve perturbação do desempenho nas tentativas de linha de base. Após retreino das relações de linha de base, os testes de emergência de relações de equivalência foram reapresentados, desta vez em tarefas de SMTS. As três crianças apresentaram emergência das relações condicionais testadas. Discute-se o papel de comportamentos pré-correntes nas tarefas de emparelhamento com o modelo atrasado e a necessidade de se considerar características específicas dos participantes na organização de procedimentos de ensino de relações condicionaisEl empleo de tareas de igualación a la muestra con retraso (DMTS) para la enseñanza de relaciones condicionales y test de relaciones emergentes entre estímulos ha sido referido como facilitador del aprendizaje o de la manutención de estos desempeños. La literatura, sin embargo, presenta datos contradictorios sobre el tema, especialmente cuando los participantes son niños o personas con déficit cognitivo. El objetivo del presente estudio fue examinar, después de la enseñanza de una línea de base de relaciones condicionales con igualación a la muestra simultánea (SMTS), el desempeño de niños en edad preescolar en pruebas de emergencia de clases de equivalencia bajo dos condiciones distintas: en tareas de DMTS e de SMTS. Tres niños en edad preescolar aprendieron, en tareas de SMTS, relaciones condicionales entre estímulos visuales y entre estímulos auditivos y visuales (relaciones AB, BC, CD, DE). En las pruebas de equivalencia con DMTS de cero segundo (relaciones EB, EC y DB), ningún niño alcanzó los criterios de formación de clases. No hubo perturbación de los desempeños en las tentativas de línea de base. Después de un nuevo entrenamiento de las relaciones de línea de base, los tests de emergencia de relaciones de equivalencia fueron presentados otra vez en tareas de SMTS. Los tres niños presentaron emergencia de las relaciones condicionales en tests. Se discute el papel de conductas precorrientes en tareas de DMTS y la necesidad de considerar características específicas de los participantes en la estructuración de procedimientos de enseñanza de relaciones condicionales
  • Imprenta:
  • Source:
  • Acesso online ao documento

    Online accessDOI or search this record in
    Informações sobre o DOI: 10.9788/tp2013.2-13 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de assinatura
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: bronze
    Informações sobre o Citescore
  • Título: Temas em Psicologia

    ISSN: 1413-389X

    Citescore - 2017: 0.26

    SJR - 2017: 0.173

    SNIP - 2017: 0.308


  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP2448104pcd 2448104 Estantes Deslizantes
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Aline Roberta Aceituno da; SCHMIDT, Andréia; DOMENICONI, Camila; SOUZA, Deisy das Graças de. Emparelhamento com o modelo simultâneo e atrasado: implicações para a demonstração de equivalência de estímulos por crianças. Temas em Psicologia, Ribeirão preto, v. 21, n. 2, p. 469-482, 2013. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.9788/TP2013.2-13 > DOI: 10.9788/tp2013.2-13.
    • APA

      Costa, A. R. A. da, Schmidt, A., Domeniconi, C., & Souza, D. das G. de. (2013). Emparelhamento com o modelo simultâneo e atrasado: implicações para a demonstração de equivalência de estímulos por crianças. Temas em Psicologia, 21( 2), 469-482. doi:10.9788/tp2013.2-13
    • NLM

      Costa ARA da, Schmidt A, Domeniconi C, Souza D das G de. Emparelhamento com o modelo simultâneo e atrasado: implicações para a demonstração de equivalência de estímulos por crianças [Internet]. Temas em Psicologia. 2013 ; 21( 2): 469-482.Available from: http://dx.doi.org/10.9788/TP2013.2-13
    • Vancouver

      Costa ARA da, Schmidt A, Domeniconi C, Souza D das G de. Emparelhamento com o modelo simultâneo e atrasado: implicações para a demonstração de equivalência de estímulos por crianças [Internet]. Temas em Psicologia. 2013 ; 21( 2): 469-482.Available from: http://dx.doi.org/10.9788/TP2013.2-13