Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo de ressonância magnética funcional das mudanças da atividade cerebral durante recordações afetivas autobiográficas decorrentes da administração prolongada de clomipramina a sujeitos saudáveis (2013)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CERQUEIRA, CARLOS TOLEDO - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MPS
  • Subjects: ANTIDEPRESSIVOS; IMAGEM POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA; HUMOR; ANSIEDADE (TERAPIA)
  • Keywords: Antidepressants; Antidepressivos; Autorrelato; Brain mapping; Cerebral cortex/drug effect; Clomipramina; Clomipramine; Córtex cerebral/efeitos de drogas; Emoções manifestas/efeitos de drogas; Felicidade; Frontal lobe/ drug effect; Happiness; Human; Humanos; Humor irritável/efeitos de drogas; Humor irritável/fisiologia; Imagem por ressonância magnética; Irritable mood/drug effect; Irritable mood/physiology; Lobo frontal/efeitos de drogas; Lobo occipital/efeitos de drogas; Lobo parietal/drug effect; Lobo parietal/efeitos de drogas; Magnetic resonance imaging; Manifested emotion/drug effect; Mapeamento cerebral; Mental recall /drug effect; Mental recall/physiology; Occipital lobe/drug effect; Rememoração mental/efeitos de drogas; Rememoração mental/fisiologia; Self report
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: Apesar da importância dos medicamentos antidepressivos no tratamento dos transtornos de humor e de ansiedade, sua ação sobre sistemas cerebrais responsáveis pela expressão emocional ainda não foram claramente estabelecidos. Estudos recentes têm examinando o sinal dependente de nível de oxigenação sanguínea (do inglês, "BOLD") durante estímulos emocionais em indivíduos saudáveis sob uso de antidepressivos. Nesse estudo, pretendemos estender essa avaliação às alterações do humor e comportamento emocional devido ao uso prolongado de um antidepressivo bloqueador de serotonina e noradrenalina em pessoas saudáveis. MÉTODOS: foram selecionados dezesseis voluntários, sem antecedentes psiquiátricos pessoais ou familiares, que participaram de um ensaio farmacológico simples-cego de quatro semanas de doses baixas de clomipramina (até 40 mg/dia). Ao final desse período, dez sujeitos foram selecionados como não responsivos, e os restantes seis sujeitos foram selecionados como responsivos por apresentarem claras mudanças em três dos quatro seguintes critérios: tolerância interpessoal, eficiência, bem estar, e mudança substancial em sua auto percepção. O grupo de sujeitos classificados como responsivos foram submetidos a um ensaio controlado duplo-cego confirmatório. A aquisição de imagens cerebrais ocorreu após quatro semanas de uso de medicação (simples cego) e quatro semanas após a sua suspensão, ao final da participação no ensaio farmacológico.O imageamento cerebral foi realizado durante a indução de estados afetivos de felicidade, irritabilidade e neutros por relatos autobiográficos. A resposta emocional desses estados foi obtida por escalas de auto avaliação de ansiedade, irritabilidade e felicidade. As diferenças de sinal entre os estados afetivos foram utilizadas para a análise estatística da interação dos efeitos estado medicamentoso e grupo por testes ANOVA. RESULTADOS: Foi encontrada uma interação significativa entre o efeito de grupo e o estado medicamentoso sobre os estados afetivos de irritabilidade, mas não sobre os de felicidade. Se observou redução na auto avaliação de ansiedade no grupo responsivo com o uso de medicação na diferença entre os estados induzidos de irritabilidade e felicidade, em comparação com o efeito no grupo não responsivo; e também, redução na auto avaliação de felicidade com o uso de clomipramina na totalidade da amostra, na diferença entre o estados induzidos de irritabilidade e neutro. A alteração sobre o efeito BOLD (p < 0,005) foi localizada em regiões adjacentes à junção frontoparietal para a indução de irritabilidade em relação à felicidade e em relação aos estados neutros, no grupo responsivo em relação ao não responsivo, durante o período em uso relativo àquele sem uso de clomipramina, e na junção têmporo-paríeto-occipital, exclusivamente para a diferença irritabilidade-felicidade.CONCLUSÕES: a modificação favorável que sujeitos saudáveis apresentaram ao uso prolongado de um antidepressivo bloqueador da serotonina e noradrenalina, pode estar relacionada à modificação no processamento cerebral da memória autobiográfica de emoções negativas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.12.2013
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2448713-10W4.DB8 SP.USP FM-2 C394es 2013
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CERQUEIRA, Carlos Toledo; BUSATTO FILHO, Geraldo. Estudo de ressonância magnética funcional das mudanças da atividade cerebral durante recordações afetivas autobiográficas decorrentes da administração prolongada de clomipramina a sujeitos saudáveis. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5142/tde-12022014-141907/ >.
    • APA

      Cerqueira, C. T., & Busatto Filho, G. (2013). Estudo de ressonância magnética funcional das mudanças da atividade cerebral durante recordações afetivas autobiográficas decorrentes da administração prolongada de clomipramina a sujeitos saudáveis. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5142/tde-12022014-141907/
    • NLM

      Cerqueira CT, Busatto Filho G. Estudo de ressonância magnética funcional das mudanças da atividade cerebral durante recordações afetivas autobiográficas decorrentes da administração prolongada de clomipramina a sujeitos saudáveis [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5142/tde-12022014-141907/
    • Vancouver

      Cerqueira CT, Busatto Filho G. Estudo de ressonância magnética funcional das mudanças da atividade cerebral durante recordações afetivas autobiográficas decorrentes da administração prolongada de clomipramina a sujeitos saudáveis [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5142/tde-12022014-141907/