Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise do /s/ e /r/ em onset e coda silábica durante o desenvolvimento fonológico (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: WERTZNER, HAYDÉE FISZBEIN - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: CRIANÇAS; FONOLOGIA (DESENVOLVIMENTO); LINGUAGEM; RESUMOS (EVENTOS)
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo:Verificar se há diferença entre a porcentagem de acerto do /s/ e do /r/ em onset silábico (CV) e em coda silábica (CVC) em crianças de 2:1 a 3:0 anos de idade.Método:Participaram da pesquisa 88 crianças em desenvolvimento fonológico típico, divididas em dois grupos: GI: 41 crianças de 2:1 a 2:6 anos de idade (23 meninas e 18 meninos) e GII: 47 crianças de 2:7 a 3:0 anos de idade (24 meninas e 23 meninos). As crianças freqüentavam creches conveniadas à Prefeitura do Município de São Paulo e não apresentavam queixa de problema de linguagem, mais de três ocorrências de otite média e nem eram bilíngües. A coleta de dados foi realizada por meio de três provas de fonologia: nomeação, imitação e fala espontânea. Para a comparação entre coda e onset utilizou-se o teste t (n. sig 0,05).Resultados:Quanto à comparação entre o /s/ em onset e coda de sílaba, houve diferença apenas no GII na prova de nomeação em sílaba final (p=0,038), com melhor desempenho em coda que em onset. Embora não tenha havido diferença estatística nas demais provas e sílabas analisadas, as crianças dos dois grupos apresentaram melhor desempenho em onset que em coda, com exceção das crianças do GI na imitação em sílaba final e na nomeação em sílaba inicial. Em relação ao /r/, foi realizada comparação somente em sílaba final das três provas e na sílaba medial do GII na fala espontânea.Em todas as comparações de sílaba final as crianças dos dois grupos tiveram média estatisticamente maior em onset que em coda. Na sílaba medial, as crianças tiveram melhor desempenho em onset, porém, não foi constatada diferença significante (p=0,205).Discussão/ Conclusão:Diversas pesquisas para o português mostram que o /s/ em onset é adquirido antes da coda. Era esperado que as crianças apresentassem melhor desempenho em onset, o que não ocorreu. Porém, muitas das produções inadequadas no /s/ em onset de sílaba foram distorções. Talvez, se estas fossem consideradas como acerto, houvesse diferença deste fonema em onset e coda de sílaba. Já em coda, a maior parte dos erros foi de omissão de fonema, mostrando ser um erro mais grave que compromete a fonologia da língua e, portanto, gera maior ininteligibilidade de fala.Quanto ao /r/, era esperado não haver diferença entre estas posições, visto que em onset, este fonema é um dos últimos a ser adquirido na classe das líquidas (WERTZNER, 1998; MEZZOMO & RIBAS, 2004) assim como o arquifonema (WERTZNER, 1994; MEZZOMO, 2003). Houve diferença entre onset e coda de sílaba, sendo que em onset, foi observado mais acerto. Esta diferença entre o fonema nas duas posições dentro da sílaba foi observada no estudo de WERTZNER (1992). Estes dados auxiliam no tratamento de crianças com transtorno fonológico, pois em alguns modelos terapêuticos opta-se por iniciar o trabalho terapêutico com sons mais complexos do sistema fonológico (ELBERT & GIERUT, 1986; ELBERT, 1992). Assim, seria importante iniciar o tratamento com o /r/ em coda de sílaba, para uma maior eficácia terapêutica
  • Imprenta:
  • Source:
  • Conference titles: Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2449290-10BCSEP 470 2008
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GALEA, Daniela Evaristo dos Santos; WERTZNER, Haydée Fiszbein. Análise do /s/ e /r/ em onset e coda silábica durante o desenvolvimento fonológico. Anais.. São Paulo: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, 2008.Disponível em: .
    • APA

      Galea, D. E. dos S., & Wertzner, H. F. (2008). Análise do /s/ e /r/ em onset e coda silábica durante o desenvolvimento fonológico. In Anais. São Paulo: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. Recuperado de http://www.sbfa.org.br/portal/anais2008/anais_select.php?op=buscaresultado&cid=852&tid=1
    • NLM

      Galea DE dos S, Wertzner HF. Análise do /s/ e /r/ em onset e coda silábica durante o desenvolvimento fonológico [Internet]. Anais. 2008 ;Available from: http://www.sbfa.org.br/portal/anais2008/anais_select.php?op=buscaresultado&cid=852&tid=1
    • Vancouver

      Galea DE dos S, Wertzner HF. Análise do /s/ e /r/ em onset e coda silábica durante o desenvolvimento fonológico [Internet]. Anais. 2008 ;Available from: http://www.sbfa.org.br/portal/anais2008/anais_select.php?op=buscaresultado&cid=852&tid=1