Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Sobrevivência, colonização, detecção e monitoramento de Colletotrichum acutatum em folhas de citros (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PEREIRA, WAGNER VICENTE - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Subjects: LARANJA; PODRIDÃO (DOENÇA DE PLANTA); REAÇÃO EM CADEIA POR POLIMERASE; FUNGOS FITOPATOGÊNICOS
  • Language: Português
  • Abstract: A migração da citricultura paulista das regiões norte e central para a região sudoeste, tem submetido a cultura à clima mais chuvoso e, consequentemente, à maior ocorrência da podridão floral dos citros (PFC). A PFC, cujo agente causal é C. acutatum, induz a abscisão de frutos jovens e pode causar perdas de 100%. Alguns componentes do monociclo dessa doença ainda encontram-se indefinidos. Os processos de sobrevivência e colonização têm sido sustentados por evidências oriundas de experimentos não conclusivos. Até o momento, os métodos de detecção não têm sido eficazes para detectar o patógeno em folhas assintomáticas de citros, além de não serem capazes de quantificá-lo. Diante dessas lacunas, esse trabalho buscou avaliar o período de sobrevivência do patógeno na superfície de folhas assintomáticas entre as floradas; verificar se o patógeno coloniza os tecidos das folhas de citros; estabelecer um método sensível para detecção e quantificação de C. acutatum e C. gloeosporioides na superfície foliar e; monitorar quantitativamente os patógenos em campos de produção de citros no Estado de São Paulo. A sobrevivência do patógeno foi avaliada em condições controladas, casa de vegetação e condições ambientais. Foi notado que o patógeno sobreviveu até sete meses em condições controladas, até dez meses em casa de vegetação e até seis meses sob condições ambientais. Chuvas regulares associadas ao molhamento foliar prolongado, auxiliaram na manutenção e sobrevivência do inóculo nasuperfície foliar. O processo de colonização do patógeno foi investigado por microscopia de luz, transmissão e confocal. Não foi observada colonização do patógeno em tecidos foliares. O peg de penetração proveniente dos apressórios penetrou a cutícula e ficou restrito numa camada péctica, acima da parede periclinal da epiderme. Diferentes métodos foram avaliados para a detecção e quantificação de C. acutatum e C. gloeosporioides em folhas de citros. Foi desenvolvida uma PCR em tempo real (qPCR) e uma PCR multiplex em tempo real (qPCR multiplex), ambas específicas e altamente sensíveis à detecção dos patógenos. O DNA da planta não influenciou na amplificação da qPCR. As qPCR foram muito mais sensíveis que a PCR convencional e Nested-PCR. Distintos métodos para processamento das amostras e para obtenção do DNA foram avaliados. O método do congelamento e a maceração do tecido foliar, foram os mais eficazes para o processamento da amostras e, a extração do DNA (CTAB ou Qiagen) foi melhor método de obtenção do DNA para quantificação dos patógenos. O spot e extração do DNA foram validados para a detecção dos patógenos tanto para a qPCR quanto para a qPCR multiplex. O monitoramento dos patógenos foi realizado em áreas localizadas em duas distintas regiões do Estado de São Paulo. Foi notado considerável aumento na quantidade de inóculo quando ocorreram chuvas regulares, com muitos dias com chuvas. O inóculo se concentrou no interior da copa em épocas com baixo volume de chuvas. Aquantidade de inóculo de C. acutatum na área localizada em Santa Cruz do Rio Pardo foi consideravelmente maior que na área de Barretos e ambas apresentaram quantidades similares de C. gloeosporioides
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.02.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC12700014721PEREIRA, W. V.
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Wagner Vicente; MASSOLA JÚNIOR, Nelson Sidnei. Sobrevivência, colonização, detecção e monitoramento de Colletotrichum acutatum em folhas de citros. 2014.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-21032014-162045/ >.
    • APA

      Pereira, W. V., & Massola Júnior, N. S. (2014). Sobrevivência, colonização, detecção e monitoramento de Colletotrichum acutatum em folhas de citros. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-21032014-162045/
    • NLM

      Pereira WV, Massola Júnior NS. Sobrevivência, colonização, detecção e monitoramento de Colletotrichum acutatum em folhas de citros [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-21032014-162045/
    • Vancouver

      Pereira WV, Massola Júnior NS. Sobrevivência, colonização, detecção e monitoramento de Colletotrichum acutatum em folhas de citros [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-21032014-162045/