Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Eletronterapia intraoperatória adjuvante  no carcinoma inicial invasivo de mama: tolerabilidade, satisfação estética e eficiência terapêutica (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: HANNA, SAMIR ABDALLAH - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MDR
  • Subjects: ELÉTRONS (APLICAÇÕES TERAPÊUTICAS); RADIOTERAPIA; CUIDADOS INTRAOPERATÓRIOS; NEOPLASIAS MAMÁRIAS; ESTÉTICA
  • Keywords: Aceleradores lineares; Aesthetics; Breast neoplasms; Efficacy; Eficácia; Electrons/therapeutic use; Elétrons/uso terapêutico; Estética; Intraoperative period; Linear accelerators; Neoplasias da mama; Período intraoperatório; Radioterapia adjuvante; Radiotherapy, adjuvant; Toxicidade; Toxicity
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: A razão para a radioterapia parcial da mama em comparação ao tratamento convencional da mama inteira baseia-se em 3 pontos: a) cerca de 90% das recidivas locais ocorre na adjacência do tumor primário; b) é possível estabelecer a equivalência de efetividade entre a dose única e o tratamento fracionado convencional; e c) existem dificuldades logísticas, financeiras e emocionais no tratamento fracionado convencional (falta da disponibilidade do aparelho de radioterapia em muitos municípios e desistência de tratamento das mulheres que iniciam a radioterapia convencional). Em maio de 2004 iniciou-se um estudo prospectivo com a eletronterapia intraoperatória adjuvante no carcinoma inicial invasor de mama, porém com sistemática de tratamento diferente de outras técnicas: ao invés de se usar um acelerador linear portátil e dedicado, utilizou-se o acelerador linear estático convencional. Neste trabalho, buscou-se analisar a frequência de complicações imediatas e tardias; o grau de satisfação estética das pacientes com as mamas após o tratamento; e as taxas de sobrevida livre de doença e sobrevida livre de falha local. MÉTODOS: Coletaram-se dados dos prontuários, buscando informações demográficas, do estadiamento inicial, da avaliação histopatológica intraoperatória (margens cirúrgicas e linfonodo sentinela), dados técnicos da eletronterapia e os achados finais em exame de parafina.Além disso, a frequência de complicações imediatas (até um mês de cirurgia) e tardias (depois de um mês), a estética (um ano da cirurgia, usando a escala de Harvard/NSABP/RTOG) e finalmente os índices de sobrevida global e livre de evento. RESULTADOS: Foram incluídas 169 pacientes e destas 35 foram excluídas devido a critérios intraoperatórios (linfonodo sentinela positivo ou margens positivas). Assim, 134 foram analisadas com idade mediana de 57,9 (40-85,4) anos, em um seguimento mediano de 50,6 (1-97,2) meses. Quatro pacientes desenvolveram recidiva local e três tiveram recorrência regional. As estimativas actuariais em 5 anos de sobrevida global, livre de eventos e livre de falha local foram respectivamente 97, 90,5 e 93,6%. A incidência cumulativa de falha local em 5 anos foi de 3,7%. A incidência global de toxicidade aguda foi de 8,2% e tardia de 26,2%. Os resultados estéticos excelentes, bons, regulares e ruins observados foram respectivamente 70,9%, 14,2%, 3,7% e 3,0%. Os tamanhos de colimador utilizados foram 4 cm em 18,7%, 5 cm em 80,6% e 7 cm de 0,7% dos casos. A energia de elétrons escolhida para tratamento foi de 6 MeV em 7,4%, 9 MeV em 52,2%, 12 MeV em 35,8%, 15 MeV em 3,7%, e 18 MeV em 0,7%. Os aceleradores lineares dedicados apresentam opção de energia de elétron variando até 9 MeV. Sendo assim, 40,29% dessa amostra provavelmente seria sub-tratada em equipamentos dedicados, pois foram necessários valores maiores de energia de elétrons para um tratamento adequado.Todas as pacientes fizeram portal-filme para checagem antes do tratamento e em 72,4% o alinhamento entre o disco de proteção e o colimador foi suficiente. No entanto, 27,6% das pacientes tiveram que ter os discos reposicionados. Nenhum caso de infecção no período perihospitalar fora observado. CONCLUSÕES: A eletronterapia intraoperatória com acelerador linear convencional apresentou baixa frequência de complicações e resultados estéticos desfavoráveis, e foi oncologicamente efetiva
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.01.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2467224-20W4.DB8 SP.USP FM-2 H219el 2013 original
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HANNA, Samir Abdallah; CARVALHO, Heloisa de Andrade. Eletronterapia intraoperatória adjuvante  no carcinoma inicial invasivo de mama: tolerabilidade, satisfação estética e eficiência terapêutica. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-01042014-113402/ >.
    • APA

      Hanna, S. A., & Carvalho, H. de A. (2014). Eletronterapia intraoperatória adjuvante  no carcinoma inicial invasivo de mama: tolerabilidade, satisfação estética e eficiência terapêutica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-01042014-113402/
    • NLM

      Hanna SA, Carvalho H de A. Eletronterapia intraoperatória adjuvante  no carcinoma inicial invasivo de mama: tolerabilidade, satisfação estética e eficiência terapêutica [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-01042014-113402/
    • Vancouver

      Hanna SA, Carvalho H de A. Eletronterapia intraoperatória adjuvante  no carcinoma inicial invasivo de mama: tolerabilidade, satisfação estética e eficiência terapêutica [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-01042014-113402/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: