Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação por meio da tomografia computadorizada de feixe cônico da disponibilidade óssea da sínfise mandibular (2013)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BERNINI, GABRIEL FIORELLI - FOB
  • USP Schools: FOB
  • Sigla do Departamento: BAE
  • Subjects: TRANSPLANTE ÓSSEO; TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DE EMISSÃO; SUBSTITUTOS ÓSSEOS; IMPLANTES DENTÁRIOS; MANDÍBULA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: As características anatômicas dos ossos maxilares e suas possíveis variações apresentam um grande interesse, pela crescente demanda por procedimentos cirúrgicos como cirurgias ortognáticas e colocação de implantes osseointegráveis. Nessa perspectiva, existe particular interesse em relação aos enxertos ósseos autógenos, considerando-se a necessidade crescente de sua aplicação associados aos implantes, naqueles indivíduos com reabsorções e defeitos ósseos. O conhecimento da anatomia e do conteúdo da área inter-forames mentuais e possíveis implicações clínicas são ainda controversos e pouco documentados. A tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) possibilita a reformatação da imagem em três dimensões permitindo um estudo mais detalhado da região da sínfise mandibular. Objetivo: Avaliar as dimensões da sínfise mandibular para enxertia óssea, nas reformatações panorâmicas e parassagitais obtidas por TCFC. Material e Métodos: Foram determinadas: a distância inter-forames mentuais, a distância entre a cortical vestibular e a cortical lingual e a distância entre o ápice dos dentes anteriores inferiores e a base da mandíbula. Será avaliada também a presença de alças anteriores do nervo mentual e extensão anterior das mesmas nas duas reformatações. Utilizou-se 200 TCFC, de homens e mulheres adultos, proveniente dos arquivos de imagem do Departamento de Estomatologia da Faculdade de Odontologia de Bauru/USP. A visibilidade e as medições da sínfise mandibular foram avaliadas pela TCFC através da ferramenta de distância do i-CAT Vision Software nas reformatações panorâmica (RfPan) e parassagital (RfPsg) determinando assim suas medidas para realização de cirurgia para remoção de enxerto ósseo. Resultados: A média das medidas da distância inter-forames mentuais, para obter a largura da área doadora, foi de 42,27 mm; entre a corticalentre a cortical vestibular externa e a cortical lingual externa, para obter a espessura total da área doadora foi de 10,31 mm para o lado direito, 10,07 mm para o lado esquerdo e 10,5 mm para a linha média; entre a cortical vestibular interna e a cortical lingual interna, para obter a espessura do trabeculado medular da área doadora foi de 5,82 mm para o lado direito, 5,54 mm para o lado esquerdo e 5,93 mm para a linha média; entre o ápice dos dentes anteriores inferiores, preferencialmente os caninos, e a base da mandíbula, para obter a altura da área doadora foi de 13,03 mm para o lado direito, 12,87 mm para o lado esquerdo e 17,86 para a linha média. A alça anterior do forame mentual foi visualizada em 47 das 200 imagens de TCFC, ou 23,5% delas, sendo em 36 (18%) do lado direito e do lado esquerdo, 3 (1,5%) apenas do lado direito e 8 apenas do lado esquerdo (4%). A média das medidas da distância entre a alça anterior e a base da mandíbula foi de 7,02 mm para o lado direito e 6,73 mm para o lado esquerdo. Conclusões: A sínfise mandibular pode fornecer um volume de 632,51 mm3 (32,47 x 4,87 x 4 mm), quando utilizarmos as novas margens de segurança preconizadas, ou até 1.344,13 mm3 (32,47 x 7,87 x 5,26 mm), quando consideradas as margens de segurança previamente descritas. Esses valores mostram a disponibilidade óssea da sínfise mandibular como uma das principais opções para remoção de enxerto autógeno em reconstruções parciais dos maxilares.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.11.2013
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FOB2467654-10B457a
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BERNINI, Gabriel Fiorelli; GONÇALES, Eduardo Sanches. Avaliação por meio da tomografia computadorizada de feixe cônico da disponibilidade óssea da sínfise mandibular. 2013.Universidade de São Paulo, Bauru, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-22042014-165315/publico/GabrielFiorelliBernin_Rev.pdf >.
    • APA

      Bernini, G. F., & Gonçales, E. S. (2013). Avaliação por meio da tomografia computadorizada de feixe cônico da disponibilidade óssea da sínfise mandibular. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-22042014-165315/publico/GabrielFiorelliBernin_Rev.pdf
    • NLM

      Bernini GF, Gonçales ES. Avaliação por meio da tomografia computadorizada de feixe cônico da disponibilidade óssea da sínfise mandibular [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-22042014-165315/publico/GabrielFiorelliBernin_Rev.pdf
    • Vancouver

      Bernini GF, Gonçales ES. Avaliação por meio da tomografia computadorizada de feixe cônico da disponibilidade óssea da sínfise mandibular [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-22042014-165315/publico/GabrielFiorelliBernin_Rev.pdf

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: