Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Participação da metilação do DNA no efeito de drogas antidepressivas (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SALES, AMANDA JULIANA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: DNA (ALTERAÇÃO); ANTIDEPRESSIVOS; ESTRESSE
  • Language: Português
  • Abstract: Recentemente, tem sido atribuído um papel importante para os mecanismos epigenéticos, tal como a metilação do DNA, na neurobiologia da depressão. Enquanto o estresse aumenta a metilação do DNA e reduz a expressão de genes envolvidos na plasticidade neuronal, o tratamento com inibidores de DNA metiltransferases (DNMTs) aumenta sua expressão e induz efeito tipo-antidepressivo em modelos pré-clínicos. Considerando que fármacos antidepressivos convencionais poderiam interferir com mecanismos epigenéticos, este trabalho testou a hipótese de que o estresse seria capaz de induzir alteração nos níveis globais de metilação do DNA em estruturas límbicas e que tais alterações seriam atenuadas pelo tratamento com antidepressivos. Adicionalmente, avaliamos o efeito de inibidores de DNMTs (DNMTi), isoladamente ou em associação com antidepressivos, sobre o comportamento de animais submetidos a modelo preditivo de efeito antidepressivo. Para tanto, camundongos receberam injeção sistêmica aguda de DNMTi, 5-aza-2'-deoxicitidina (5-AzaD, 0,1 e 0,2 mg/Kg) ou [2-(1,3 -dioxi- 1,3 -diidro-2H-isoindol-2-il)-3 -(1 H-indol-3 -il)ácido propanóico] (RG108, 0,1; 0,2 e 0,4 mg/Kg), desipramina (DES, 2,5; 5 e 10 mg/Kg), fluoxetina (FLX, 10 e 20 mg/Kg) ou veículo e foram submetidos ao teste do nado forçado (FST) ou ao teste do campo aberto (OFT). Grupos adicionais receberam a combinação de doses subefetivas de 5-AzaD ou RG108 com doses subefetivas de DES ou FLX. Administração de doses subefetivas de RG108 (0,1 mg/Kg) ou 5-AzaD (0,1 mg/Kg) em associação com doses subefetivas de DES (2,5 mg/Kg) ou FLX (10 mg/Kg) induziu efeito tipo-antidepressivo. Ainda, RG108 (0.2 mg/Kg), 5-AzaD (0,2 mg/Kg), DES (5 e 10 mg/Kg) e FLX (20 e 30 mg/Kg) induziram efeitos similares, associados a atenuações dos níveis de metilação do DNA no hipocampo (HPC) e no córtex préfrontal (PFC). Um grupo independente de animais foisubmetido ao modelo do desamparo aprendido (LH) com objetivo de avaliar o nível de metilação global do DNA e a expressão de DNMTs em estruturas límbicas de animais tratados aguda ou cronicarnente com antidepressivo. Para tanto, ratos foram submetidos a choques inescapáveis (CI) ou habituação na caixa (Hab) e receberam injeção sistêmica de imipramina (15mg/Kg) ou veículo por um ou sete dias, sendo submetidos ao teste do desamparo aprendido no último dia. O estresse induziu aumento no número de falhas e redução no número de fugas, aumento na expressão de DNMTs (3a e 3b) e nos níveis globais de metilação do DNA no hipocampo dorsal e no córtex pré-frontal, enquanto que o tratamento repetido, mas não agudo, com imipramina reverteu as alterações comportamentais e moleculares induzidas pelo estresse no córtex pré-frontal. Portanto, os dados obtidas sugerem que o estresse, assim como administração de antidepressivos é capaz de alterar a metilação do DNA e os níveis de DNMTs (3a e 3b) em diferentes estruturas cerebrais intimamente relacionadas com a neurobiologia da depressão
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.01.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200066139Sales, Amanda Juliana
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SALES, Amanda Juliana; JOCA, Sâmia Regiane Lourenço. Participação da metilação do DNA no efeito de drogas antidepressivas. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Sales, A. J., & Joca, S. R. L. (2014). Participação da metilação do DNA no efeito de drogas antidepressivas. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Sales AJ, Joca SRL. Participação da metilação do DNA no efeito de drogas antidepressivas. 2014 ;
    • Vancouver

      Sales AJ, Joca SRL. Participação da metilação do DNA no efeito de drogas antidepressivas. 2014 ;