Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estratégia liberal de transfusão de hemácias versus estratégia restritiva em pacientes submetidos à cirurgia oncológica: estudo controlado e randomizado (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ALMEIDA, JULIANO PINHEIRO DE - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MCP
  • Subjects: NEOPLASIAS ABDOMINAIS (COMPLICAÇÕES); COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS; CUIDADOS INTENSIVOS; TRANSFUSÃO DE SANGUE
  • Keywords: Abdominal neoplasms/surgery; Anemia; Anemia; Complicações pós-operatórias; Ensaio clínico controlado aleatório; Erythrocite transfusion; Intensive care; Neoplasias abdominais/cirurgia; Postoperative complications; Randomized controlled trial; Terapia intensiva; Transfusão de eritrócitos
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivos: O propósito do estudo foi avaliar se uma estratégia restritiva de transfusão de hemácias era superior a uma estratégia liberal em reduzir a incidência de morte ou complicações graves em 30 dias em pacientes submetidos à cirurgia abdominal de grande porte para tratamento do câncer. Desenho: Estudo fase III de superioridade, unicêntrico, randomisado e controlado. Local: Unidade de Terapia Intensiva do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, Brasil. Participantes: Pacientes adultos com câncer submetidos à cirurgia abdominal de grande porte que necessitaram de cuidados pós-operatórios na unidade de terapia intesiva imediatamente após a cirurgia. Intervenção: Os pacientes foram aleatoriamente alocados durante a internação na unidade de terapia intensiva para uma estratégia liberal de transfusão de hemácias (eram transfundidos se a hemoglobina fosse inferior a 9 g/dL) ou para uma estratégia liberal (eram transfundidos se a hemoglobina fosse inferior a 7 g/dL). Desfecho primário: Desfecho composto de morte por qualquer causa ou complicações graves (cardiovasculares, síndrome do desconforto respiratório agudo, insuficiência renal com necessidade de diálise, choque séptico e reoperação) em 30 dias. Resultados: Foram incluídos 198 pacientes na análise final; 101 alocados no grupo restritivo e 97 no grupo liberal. A concentração de hemoblobina foi maior nos pacientes do grupo liberal durante o periodo do estudo. Também houve uma maior incidência de transfusão de hemácias neste grupo.O desfecho primário ocorreu em 19,6% (95% Intervalo de confiança [IC] 12,9 a 28,6) dos pacientes da estratégia liberal e em 35,6% (95% IC 27,0 a 45,4) dos pacientes da estratégia restrictiva (p= 0,012). Comparada com a estratégia restritiva, a estratégia liberal resultou em redução do risco absoluto do desfecho primário em 16% (95% IC 3,8 a 28,1) e um número necessário para tratar de 6,2 (95% IC 3,5 a 26,0). Conclusões: Uma estratégia liberal de transfusão de hemácias baseada em um gatilho transfusional de 9 g/dL de concentração de hemoglobina resultou em uma incidência menor de complicações pós-operatórias em pacientes submetidos à cirurgia abdominal de grande porte para tratamento do câncer quando comparada a uma estratégia restritiva. Registro: www.clinicaltrials.gov: NCT01502215
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.02.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2476512-10W4.DB8 SP.USP FM-2 A514es 2014
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALMEIDA, Juliano Pinheiro de; HAJJAR, Ludhmila Abrahão. Estratégia liberal de transfusão de hemácias versus estratégia restritiva em pacientes submetidos à cirurgia oncológica: estudo controlado e randomizado. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-20052014-110328/ >.
    • APA

      Almeida, J. P. de, & Hajjar, L. A. (2014). Estratégia liberal de transfusão de hemácias versus estratégia restritiva em pacientes submetidos à cirurgia oncológica: estudo controlado e randomizado. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-20052014-110328/
    • NLM

      Almeida JP de, Hajjar LA. Estratégia liberal de transfusão de hemácias versus estratégia restritiva em pacientes submetidos à cirurgia oncológica: estudo controlado e randomizado [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-20052014-110328/
    • Vancouver

      Almeida JP de, Hajjar LA. Estratégia liberal de transfusão de hemácias versus estratégia restritiva em pacientes submetidos à cirurgia oncológica: estudo controlado e randomizado [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5152/tde-20052014-110328/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: