Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Ativação cerebral associada à memória episódica verbal no transtorno obsessivo-compulsivo por meio de ressonância magnética funcional (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BATISTUZZO, MARCELO CAMARGO - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO; TESTES NEUROPSICOLÓGICOS; IMAGEM POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA; COGNIÇÃO; MAPEAMENTO CEREBRAL
  • Keywords: Adolescent; Adolescente; Biological psychiatry; Brain mapping/psychology; Child; Child psychiatry; Cognição; Cognition; Córtex pré-frontal; Criança; Functional neuroimaging/psychology; Imagem por ressonância magnética; Magnetic resonance imaging; Mapeamento encefálico/psicologia; Memória; Memória episódica; Memory; Memory, episodic; Neuroimagem funcional/psicologia; Neuropsychological tests; Obsessive-compulsive disorder; Prefrontal cortex; Psiquiatria biológica; Psiquiatria infantil; Semântica; Semantics; Testes neuropsicológicos; Transtorno obsessivo-compulsivo
  • Language: Português
  • Abstract: O transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) é um transtorno psiquiátrico que acomete cerca de 1 a 3,1% das pessoas ao longo da vida. Embora o seu modelo neurobiológico ainda não esteja completamente estabelecido, inúmeras evidências apontam para áreas relacionadas ao circuito córtico-estriado-pálido-talâmico-cortical (CEPTC). Em especial, o córtex órbito-frontal (COF) é uma região que desempenha um papel fundamental dentro da hipótese fisiopatológica do TOC. Paralelamente, esta região já foi associada, em sujeitos saudáveis, com a habilidade de utilização espontânea da estratégia de agrupamento semântico na memorização de palavras - o que facilita sua evocação posterior. Ao mesmo tempo, estudos neuropsicológicos evidenciaram que pacientes com TOC apresentam déficits na memória episódica verbal (MEV) e que tais déficits poderiam ser mediados por dificuldades em funções executivas ligadas ao planejamento, como utilização de estratégias. Portanto, para testar a hipótese de que há diferenças no correlato neural da codificação da MEV entre pacientes com TOC e controles saudáveis, foi utilizado um teste neuropsicológico adaptado para ressonância magnética funcional (RMf): o paradigma tinha apresentação em bloco. O objetivo do presente estudo foi investigar a etapa de codificação da MEV e a capacidade de agrupamento semântico espontâneo em crianças e adolescentes com TOC.Assim, o paradigma foi constituído por duas listas de palavras: uma, semanticamente relacionada (SR), na qual as palavras eram divididas em categorias semânticas e outra, não relacionada (NR), na qual não havia relação aparente entre as palavras. O contraste de maior interesse do estudo foi a diferença entre essas duas condições (SR > NR). O nível de agrupamento semântico foi quantificado por um índice semântico. Os grupos foram formados por 25 crianças e adolescentes com TOC e 25 controles saudáveis, pareados por sexo, idade, escolaridade, preferência manual e QI. Embora os grupos estivessem pareados por essas características, eles se diferiram em sintomas clínicos, tais como sintomas de depressão, ansiedade e necessidade de rotina por parte da criança/adolescente. Os resultados comportamentais do teste de MEV mostraram que os grupos não se diferenciaram: ambos evocaram a mesma quantidade de palavras e não apresentaram diferenças no índice semântico. Apesar disso, a comparação entre os grupos - controlada para variáveis clínicas - revelou menor ativação (sinal BOLD) nos pacientes em diversas regiões cerebrais: frontais, parietais e occipito-temporais. Por outro lado, a análise de interação psicofisiológica (PPI) revelou que os pacientes apresentaram um aumento da conectividade do COF com regiões temporais em relação aos controles. Isso ocorreu para três das quatro regiões de interesse que foram posicionadas no COF: lateral e medial de ambos os hemisférios.Além disso, o grupo de pacientes apresentou uma correlação positiva entre o índice semântico e o efeito BOLD no COF, o que não ocorreu para o grupo controle. Esses resultados indicam diferenças no funcionamento cerebral de crianças e adolescentes com TOC tanto em regiões que estão dentro do modelo neurobiológico proposto para o TOC (circuito CEPTC), como fora dele também. De acordo com os resultados do presente estudo, as diferenças de ativação e de conectividade poderiam ser consideradas como um déficit latente, uma vez que ambos os grupos apresentaram o mesmo desempenho no paradigma
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.02.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2481742-20W4.DB8 SP.USP FM-2 B337at 2013 original
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BATISTUZZO, Marcelo Camargo; MIOTTO, Eliane Correa; POLANCZYK, Guilherme Vanoni. Ativação cerebral associada à memória episódica verbal no transtorno obsessivo-compulsivo por meio de ressonância magnética funcional. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-02062014-093057/ >.
    • APA

      Batistuzzo, M. C., Miotto, E. C., & Polanczyk, G. V. (2014). Ativação cerebral associada à memória episódica verbal no transtorno obsessivo-compulsivo por meio de ressonância magnética funcional. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-02062014-093057/
    • NLM

      Batistuzzo MC, Miotto EC, Polanczyk GV. Ativação cerebral associada à memória episódica verbal no transtorno obsessivo-compulsivo por meio de ressonância magnética funcional [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-02062014-093057/
    • Vancouver

      Batistuzzo MC, Miotto EC, Polanczyk GV. Ativação cerebral associada à memória episódica verbal no transtorno obsessivo-compulsivo por meio de ressonância magnética funcional [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-02062014-093057/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: