Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Fluxos de emergência, crescimento e manejo alternativo de Conyza spp. resistente ao glyphosate (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOARES, DANIEL JORGE - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LPV
  • Subjects: PLANTAS DANINHAS (CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO); PALHAS; HERBICIDAS; UMIDADE DO SOLO
  • Keywords: Rebrota
  • Language: Português
  • Abstract: Casos reportados de buva com resistência ao glyphosate têm aumentado, ano após ano, a importância dessa planta daninha no cenário agrícola brasileiro. Com o intuito de entender alguns aspectos de sua biologia que resultem em manejo mais adequado, os objetivos deste trabalho foram: (i) identificar os períodos do ano em que ocorrem os maiores fluxos de emergência da buva e analisar seu crescimento e desenvolvimento em dois ambientes agrícolas distintos; (ii) avaliar os efeitos da cobertura vegetal e umidade em sua germinação e emergência; (iii) construir curvas de dose-resposta de um biótipo de Conyza bonariensis resistente ao glyphosate para herbicidas alternativos e (iv) avaliar as opções de manejo químico desse biótipo após o corte e rebrota. Para esses objetivos, experimentos foram conduzidos em campo e casa-de-vegetação nos municípios de Santa Cruz das Palmeiras, SP (SCP) e Não-Me-Toque, RS (NMT), entre maio de 2010 a maio de 2012. Em condições de campo, observou-se em SCP que a emergência da buva ocorre de forma escalonada, sendo mais concentrada no final do verão e início da primavera e a precipitação e a presença de pouca cobertura vegetal no solo parecem exercer mais influência que a temperatura. Em NMT, o fluxo de emergência é mais concentrado no inverno, em que a precipitação não é fator limitante, sendo a germinação e emergência favorecidas por temperaturas mais baixas. Nos dois locais, plantas que germinam na época mais fria do ano (julho) apresentamdesenvolvimento inicial mais lento, com acúmulo de biomassa mais intenso e concentrado em torno dos 90-104 dias após a semeadura (DAS); plantas que germinam na primavera (setembro) também apresentam desenvolvimento inicial lento, porém seu crescimento é mais distribuído ao longo do tempo, com os picos de acúmulo aos 80-90 DAS. Em condições de casa-de-vegetação, a disponibilidade hídrica do solo foi mais importante para a emergência de plântulas de buva que a quantidade de cobertura vegetal (palha). Em solo úmido, menores quantidades de palha favorecem a emergência da buva em relação ao solo descoberto. Quantidades maiores de palha promovem supressão de sua emergência. A resistência ao glyphosate foi confirmada para o biótipo de C. bonariensis, coletado em SCP (biótipo B2) e a eficiência dos herbicidas alternativos foi diferente em função dos estádios de desenvolvimento desse biótipo no momento da aplicação. Os herbicidas metsulfuron, diclosulam, 2,4-D, dicamba, atrazine, glufosinate e paraquat foram os mais consistentes no controle do biótipo resistente, sendo que, no estádio mais avançado, a associação com glyphosate agregou no controle para metsulfuron, diclosulam e 2,4-D. Após o corte, controle mais eficiente da rebrota (biótipo B2) foi obtido quando a aplicação ocorreu no mesmo dia do corte que 7 dias depois e os tratamentos mais eficientes nas duas situações foram glyphosate + diclosulam, glyphosate + 2,4-D e 2,4-D. A associação de glyphosate aos tratamentosincrementou o controle da rebrota independentemente da época de aplicação
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.04.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC12700015194t632.58 S676f e.1 106383
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOARES, Daniel Jorge; CHRISTOFFOLETI, Pedro Jacob. Fluxos de emergência, crescimento e manejo alternativo de Conyza spp. resistente ao glyphosate. 2014.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-10062014-103924/ >.
    • APA

      Soares, D. J., & Christoffoleti, P. J. (2014). Fluxos de emergência, crescimento e manejo alternativo de Conyza spp. resistente ao glyphosate. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-10062014-103924/
    • NLM

      Soares DJ, Christoffoleti PJ. Fluxos de emergência, crescimento e manejo alternativo de Conyza spp. resistente ao glyphosate [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-10062014-103924/
    • Vancouver

      Soares DJ, Christoffoleti PJ. Fluxos de emergência, crescimento e manejo alternativo de Conyza spp. resistente ao glyphosate [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-10062014-103924/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: