Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Participação dos mastócitos e seus receptores TLR2 e dectina-1 na defesa contra Candida albicans: fagocitose e produção/liberação de óxido nítrico e de peróxido de hidrogênio (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PINKE, KAREN HENRIETTE - FOB
  • USP Schools: FOB
  • Sigla do Departamento: BAE
  • Subjects: CANDIDA ALBICANS; FAGOCITOSE; MASTÓCITOS; ÓXIDO NÍTRICO; PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO
  • Language: Português
  • Abstract: Candida albicans (C. albicans) constitui um fungo comum nas mucosas do trato gastrointestinal, incluindo cavidade bucal, que pode ocasionar candidose local ou invasiva, principalmente em estados de imunossupressão. Os mecanismos de defesa contra este fungo podem ser desencadeados pela ligação dos receptores de reconhecimento de padrões, TLR2 e dectina-1, aos seus ligantes, como a fosfolipomanana e os -glucanos encontrados na parede celular de C. albicans. Os mastócitos possuem estes receptores em sua membrana celular e residem nas interfaces com o ambiente, podendo constituir umas das primeiras linhas de defesa. Seus mecanismos imunes incluem síntese e secreção de mediadores, apresentação de antígenos, bem como atividades fagocitária e microbicida. Todos estes mecanismos de defesa podem ser desencadeados de forma independente ou cooperativa entre os receptores TLR2 e dectina-1. Deste modo, o objetivo deste trabalho foi avaliar in vitro a ocorrência de fagocitose, a geração de óxido nítrico e peróxido de hidrogênio pelos mastócitos desafiados ou não com C. albicans, e a participação do TLR2 e dectina-1 nesses eventos. Para isto, mastócitos, diferenciados da medula óssea (BMMCs) de camundongos selvagens (BMMCs Wt) ou TLR2-/- (BMMCs TLR2-/-) foram desafiados com C. albicans. Células eram também bloqueadas in vitro com anticorpos específicos anti-dectina-1(BMMCs BD-1 e BMMCs TLR2-/-/BD-1). Os eventos foram analisados por meio de ensaio fluorescente de fagocitose, método colorimétrico de Griess e pelos kits DAF-FM diacetato, Cell Rox Deep e Amplex Red. Os resultados foram expressos através de porcentagem, valores médios e desvios padrão, obtidos a partir de pelo menos três experimentos independentes. As análises estatísticas foram realizadas através do teste ANOVA fatorial, seguido de Fischer.Entre os BMMCs TLR2-/-, houve maior número de leveduras fagocitadas aos 60 minutos em comparação aos 120 minutos. Porém, a liberação extracelular de NO foi menor aos 60 minutos em relação aos outros tempos. Comparando-se com os BMMCs Wt, os BMMCs TLR2-/- apresentaram uma redução na taxa de fagocitose, aos 60 minutos, menor liberação de NO extracelular, em todos os tempos, e menor número de leveduras fagocitadas aos 120 minutos. Comparando-se com os BMMCs Wt, os BMMCs BD-1 e os BMMCs TLR2-/-/BD-1 apresentaram uma redução na taxa de fagocitose com uma menor produção intracelular de NO, aos 60 minutos, e menor liberação de NO extracelular, aos 60 e 120 minutos. Comparando-se com os BMMCs Wt, os BMMCs TLR2-/-/BD-1 apresentaram uma maior produção de NO intracelular, aos 30 minutos, e menor número de leveduras fagocitadas aos 60 e 120 minutos. Sendo assim, concluímos que os mastócitos são capazes de fagocitar C. albicans com concomitante produção de substâncias potencialmente candidacidas. Concluímos também que estes mecanismos envolvem o reconhecimento do fungo via TLR2 e dectina-1, principalmente de forma sinérgica.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.02.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FOB2489747-10P655p
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINKE, Karen Henriette; LARA, Vanessa Soares. Participação dos mastócitos e seus receptores TLR2 e dectina-1 na defesa contra Candida albicans: fagocitose e produção/liberação de óxido nítrico e de peróxido de hidrogênio. 2014.Universidade de São Paulo, Bauru, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25150/tde-17072014-085742/publico/KarenHenriettePinke.pdf >.
    • APA

      Pinke, K. H., & Lara, V. S. (2014). Participação dos mastócitos e seus receptores TLR2 e dectina-1 na defesa contra Candida albicans: fagocitose e produção/liberação de óxido nítrico e de peróxido de hidrogênio. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25150/tde-17072014-085742/publico/KarenHenriettePinke.pdf
    • NLM

      Pinke KH, Lara VS. Participação dos mastócitos e seus receptores TLR2 e dectina-1 na defesa contra Candida albicans: fagocitose e produção/liberação de óxido nítrico e de peróxido de hidrogênio [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25150/tde-17072014-085742/publico/KarenHenriettePinke.pdf
    • Vancouver

      Pinke KH, Lara VS. Participação dos mastócitos e seus receptores TLR2 e dectina-1 na defesa contra Candida albicans: fagocitose e produção/liberação de óxido nítrico e de peróxido de hidrogênio [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25150/tde-17072014-085742/publico/KarenHenriettePinke.pdf

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: