Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Oscilações subinerciais na plataforma continental sudeste:: estudos numéricos (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GREGORIO, HELVIO PREVELATO - IO
  • USP Schools: IO
  • Subjects: ONDAS (OCEANOGRAFIA)
  • Language: Português
  • Abstract: Oscilações subinerciais da elevaçãoda superfície livre do mar na Plataforma Continental Sudeste (PCSE) foram estudadas por meio de modelagem numérica computacional. Os campos atmosféricos utilizados nos experimentos foram obtidos da reanálise NCEP-DOE AMIP II e o modelo hidrodinâmico DELFT-3D Flow foi empregado. A validação dos resultados dos experimentos numéricos foi realizada por comparação com observações. Foram realizadas simulações para o verão de 2003, para o inverno de 2004 e para mais quatro cenários de ventos sintéticos, simulando a propagação de frentes frias climatológicas (obtidas neste estudo). Verificamos que na porção sul (norte) da região passaram 3,6 (2,9) frentes frias por mês durante o inverno e 3,4 (1,3) durante o verão. Esta diferença entre as regiões norte e sul mostrou que alguns eventos não percorrem toda a região, sendo mais frequente no verão. A passagem de frentes frias provocou a propagação de oscilaçãoes subinerciaisda superfície do mar, confinadas à osta, com comprimento de onda de aproximadamente 2000km, duração de 50 h e amplitude média de 0,3 m, tanto no verão quanto no inverno. Nas simulações em que as frentes frias não percorreram toda a PCSE, oscilações na superfície do mar também foram geradas e se propagaram para o norte com características semelhantes àquelas geradas pelas frentes frias que percorreram toda a PCSE. As oscilações subinerciais na região norte estiveram melhor correlacionadas com a componente do vento perpendicular à costa da regiãode Paranaguá-Cananéia e com a componente do vento paralelo à costa da região de Imbituba-São Francisco. Forçantes externas à FPSE também excitaram oscilações subinerciais, principalmente com períodos superiores a 7 dias. As oscilações subinerciais com períodos inferiores (superiores) a 7 (9) dias foram geradas desde o extremo sul ( ao sul) da PCSE até a região de Cananéia-Paranaguá e (Continua)(Continuação) contribuíram com cerca de 40% (12%) da variância subinercial. As oscilações subinerciais analisadastiveram características de Ondas de Plataforma Continental
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.03.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IO2495034-1001.13 G833o Tese Doutor
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GREGÓRIO, Helvio Prevelato; CASTRO FILHO, Belmiro Mendes de. Oscilações subinerciais na plataforma continental sudeste:: estudos numéricos. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.
    • APA

      Gregório, H. P., & Castro Filho, B. M. de. (2014). Oscilações subinerciais na plataforma continental sudeste:: estudos numéricos. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Gregório HP, Castro Filho BM de. Oscilações subinerciais na plataforma continental sudeste:: estudos numéricos. 2014 ;
    • Vancouver

      Gregório HP, Castro Filho BM de. Oscilações subinerciais na plataforma continental sudeste:: estudos numéricos. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: