Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Transferência de imunidade passiva colostral em bezerras neonatas da Região Metropolitana de Curitiba, Palmeira e Carambeí, Estado do Paraná e suas interrelações (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: HILL, JOÃO ARI GUALBERTO - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCM
  • Subjects: MANEJO ANIMAL; NEONATOLOGIA (VETERINÁRIA); PRODUÇÃO ANIMAL; PUERPÉRIO ANIMAL; SISTEMA IMUNE (VETERINÁRIA)
  • Keywords: Colostro; Colostrum; Electrophoresis; Eletroforese; Gamaglobulina; Gamma globulin; Protein; Proteína; Ruminantes; Ruminants
  • Language: Português
  • Abstract: A transferência de imunidade passiva colostral é muito importante tanto para a saúde do neonato quanto para o seu desempenho. Com o objetivo de estudar a relação entre a eficiência ou não no estabelecimento da imunidade passiva colostral em neonatos e a suas interrelações com aspectos de desempenho e produção destes animais foram colhidas amostras de sangue de 354 bezerras com 30 horas de vida (24 a 36 h) em 10 propriedades localizadas no centro leste do Estado do Paraná, Brasil. Determinações bioquímicas do soro das amostras foram realizadas para avaliar a qualidade de transferência de imunidade passiva. A proteína sérica total foi determinada pelo método do Biureto e a albumina pelo método do verde de bromocresol para o cálculo das taxas de globulinas obtidas pela diferença entre os teores séricos de proteína e albumina. A fração gamaglobulina foi determinada por eletroforese. Uma análise multivariada, incluindo os teores séricos de proteína total, globulinas e gamaglobulinas, foi utilizada para determinar três grupos conforme à qualidade da transferência de imunidade passiva colostral apresentada (Proc cluster, SAS), a saber: baixa, moderada e alta. Durante o estudo, os produtores anotaram as informações referentes a práticas de manejo adotado na atenção a vaca (parturiente) e ao bezerro, incluindo os dados que poderiam ter influência sobre a transferência de imunidade passiva colostral. Os dados das bezerras, enquanto neonatas e depois quando adultas foram colhidos paraa determinação da influência a curto e a longo prazo da falha da transferência de imunidade passiva (FTIP) colostral. Observou-se que os dados de escore de condição corporal da mãe da bezerra, da quantidade de colostro ingerida na primeira mamada e o momento em que ela foi realizada, da morbidade e da mortalidade das bezerras estavam relacionados com a FTIP (P0,05). Mas quando se correlacionou por regressão os dados de produção de leite das vacas que quando bezerras apresentaram teores de gamaglobulinas menores que 1,6 g/dL obteve-se valores de r2=0,47 (P=0,0005). Com os resultados desta pesquisa pode-se afirmar que práticas muito simples de manejo como fornecer pelo menos 2 L de colostro até 2 horas após o nascimento e a vaca parir numa boa condição corporal (ECC = 3 ou 3,5) podem prevenir a falha na transferência de imunidade passiva. A FTIP tem como conseqüências: maiores taxas de morbidade e mortalidade, primeiro parto mais tardio e diminuição do número de novilhas de reposição, podendo ainda estar correlacionada a menores produções leiteiras
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.12.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300048383T.2374 FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HILL, João Ari Gualberto; BENESI, Fernando José. Transferência de imunidade passiva colostral em bezerras neonatas da Região Metropolitana de Curitiba, Palmeira e Carambeí, Estado do Paraná e suas interrelações. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-16122013-162358/ >.
    • APA

      Hill, J. A. G., & Benesi, F. J. (2010). Transferência de imunidade passiva colostral em bezerras neonatas da Região Metropolitana de Curitiba, Palmeira e Carambeí, Estado do Paraná e suas interrelações. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-16122013-162358/
    • NLM

      Hill JAG, Benesi FJ. Transferência de imunidade passiva colostral em bezerras neonatas da Região Metropolitana de Curitiba, Palmeira e Carambeí, Estado do Paraná e suas interrelações [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-16122013-162358/
    • Vancouver

      Hill JAG, Benesi FJ. Transferência de imunidade passiva colostral em bezerras neonatas da Região Metropolitana de Curitiba, Palmeira e Carambeí, Estado do Paraná e suas interrelações [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-16122013-162358/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: