Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Imunodiagnóstico da estrongiloidíase humana frente a diferentes frações antigênicas de Strongyloides venezuelensis (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CORRAL, MARCELO ANDREETTA - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MIP
  • Subjects: ESTRONGILOIDÍASE; STRONGYLIDA; TESTES IMUNOLÓGICOS; HELMINTHES; WESTERN BLOTTING
  • Keywords: Antígenos de Helmintos; Antigens Helminth; Blotting Western; Ensaio de imunoadsorção enzimática; Enzyme-linked immunosorbent assay; Estrongiloidíase; Immunodiagnosis; Imunodiagnóstico; Strongiloydiasis; Strongyloides venezuelensis; Strongyloides venezuelensis; Western blotting
  • Language: Português
  • Abstract: A estrongiloidíase é a infecção parasitária causada pelo nematódeo Strongyloides stercoralis. O diagnóstico definitivo é realizado pela visualização de larvas, principalmente nas fezes. Porém as técnicas parasitológicas têm baixa sensibilidade. As técnicas sorológicas apresentam-se como importante alternativa diagnóstica. Pesquisas apontam para a utilização de antígenos heterólogos solúveis, principalmente de Strongyloides venezuelensis. A identificação e caracterização dos antígenos de membrana podem fornecer fonte alternativa de antígenos e assim auxiliar o desenvolvimento das técnicas imunológicas. O presente trabalho teve como objetivo a avaliação das técnicas ELISA e WB frente a diferentes frações antigênicas de larvas filarioides de S. venezuelensis. Foram utilizadas amostras de sangue e fezes de 92 indivíduos, 20 indivíduos com estrongiloidíase (grupo I), 32 indivíduos com outras parasitoses (grupo II) e 40 indivíduos negativos (grupo III) pelos métodos de Lutz, cultura em placa de ágar e Rugai. Para preparação dos antígenos foram utilizadas larvas infectantes obtidas a partir de ratos infectados experimentalmente com S. venezuelensis. Seis frações antigênicas foram preparadas: frações salinas solúveis e de membrana (PBS 0,01M pH 7,2 e SDS 1%, SS e MS; Tris-HCl 25mM pH 7,5 e CHAPS 1%, ST e MT, respectivamente) e frações alcalinas solúvel e de membrana (NaOH 0,15M e SDS 1%, SA e MA, respectivamente). Para a técnica ELISA foram utilizadas placas sensibilizadas com10ug/mL de antígeno, soro dos indivíduos diluídos 1:200 em PBS 0,05% Tween 3% de leite (PBSTM) e o conjugado (anti IgG-humana peroxidase) em PBSTM. As amostras foram consideradas positivas quando o Índice ELISA foi maior que 1. Para a técnica de WB os soros foram diluídos 1:100 em Tris-HCl 5% de leite (TM) e o conjugado (anti IgG-humana peroxidase) em TM. Após as técnicas sorológicas foram determinadas os parâmetros de diagnóstico pela curva ROC como sensibilidade (SE), especificidade (ES), Likelihood ratio (LR) além da determinação da acurácia diagnóstica (AC) e do índice Kappa (k). A técnica ELISA destacou as frações de membrana com melhor desempenho em relação aos parêmetros diagnósticos estudados (SE 95%, ES 94,4%, AC 94,8%, LR 17,1, k 0,848). O WB revelou componentes antigênicos imunodominantes variando de 260-10kDa, mas destacam-se as frações de 40-35kDa mais frequentes em todas frações antigênicas. Pela técnica de WB, a fração ST apresentou melhor desempenho em relação aos parêmetros diagnósticos estudados (SE 100%, ES 93,1%, AC 94,5, LR 14,4,k 0,854). A utilização das frações de membrana no imunodiagnóstico da estrongiloidíase humana torna-se fonte acessível e eficaz em relação às frações purificadas, não necessitando de gastos complementares para sua obtenção
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.05.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2502290-10W4.DB8 SP.USP FM-1 C839im 2014
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CORRAL, Marcelo Andreetta; GRYSCHEK, Ronaldo Cesar Borges. Imunodiagnóstico da estrongiloidíase humana frente a diferentes frações antigênicas de Strongyloides venezuelensis. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-27082014-111103/ >.
    • APA

      Corral, M. A., & Gryschek, R. C. B. (2014). Imunodiagnóstico da estrongiloidíase humana frente a diferentes frações antigênicas de Strongyloides venezuelensis. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-27082014-111103/
    • NLM

      Corral MA, Gryschek RCB. Imunodiagnóstico da estrongiloidíase humana frente a diferentes frações antigênicas de Strongyloides venezuelensis [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-27082014-111103/
    • Vancouver

      Corral MA, Gryschek RCB. Imunodiagnóstico da estrongiloidíase humana frente a diferentes frações antigênicas de Strongyloides venezuelensis [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-27082014-111103/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: