Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo das alterações na expressão gênica dos ependimomas (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ANDRADE, FERNANDA GONçALVES DE - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: NEOPLASIAS DO SISTEMA NERVOSO; DOENÇAS RARAS; EXPRESSÃO GÊNICA; REAÇÃO EM CADEIA POR POLIMERASE
  • Keywords: Análise serial de tecidos; Brain neoplasms; Ciclina D1; Cyclin D1; Ependimoma/genética; Ependymoma/genetics; Estudos de associação genética; Expressão gênica; Gene expression; Genetic association studies; Glioma/genética; Glioma/genetics; Immunohistochemistry; Imuno-histoquímica; Marcadores biológicos de tumor; Neoplasias da medula espinhal/genética; Neoplasias encefálicas; Prognosis; Prognóstico; Reação em cadeia da polimerase em tempo real; Real-time polymerase chain reaction; Spinal cord neoplasms; Tissue array analysis; Tumor markers biological
  • Language: Português
  • Abstract: Ependimomas são tumores gliais raros. Podem ser encontrados em qualquer localização do sistema nervoso central e, apesar de histologia similar, parecem apresentar alterações genômicas distintas. As variáveis clínicas são intercorrelacionadas e, geralmente, incapazes de predizer o curso da doença. O objetivo do presente estudo foi analisar a expressão aumentada de genes e proteínas em ependimomas e correlacionar com dados clínicos dos pacientes. Foram estudados casos de pacientes com ependimoma submetidos à ressecção cirúrgica no Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, no período entre 1996 e 2011 (33 amostras de tecido congelado para análise de expressão gênica por PCR quantitativo em tempo real e 149 amostras com tecido incluído em parafina, correspondentes a 121 casos devido a recidivas, para análise de proteína por imuno-histoquímica de tissue microarrays). As reações de imuno-histoquímica foram analisadas semiquantitativamente e graduadas com um índice de marcação calculado pelo produto da porcentagem de núcleos marcados pela intensidade de marcação. Oitenta e um casos eram adultos (média de 27,2 anos). Havia 60 casos intracranianos e 61 intramedulares, dos quais 10 eram mixopapilares, 92 grau II e 19 grau III. Ressecção completa foi possível em 62% dos casos e recidiva foi confirmada em 41,1%. Observou-se menor tempo para recidiva em crianças e tumores intracranianos, supratentoriais (p < 0,001 em ambos), histologia anaplásica e ressecções incompletas (p < 0,05 em ambos).Os seguintes genes foram selecionados em dados públicos de SAGE e literatura: ARMC3, CCND1, CHST5, DNALI1, FGFRL1, GNA13, IGF2, MSX1, NOTCH1 e RSPH3. ARMC3, RSHL3, CHST5 e DNALI1 apresentaram maiores níveis de expressão em ependimomas intramedulares (p < 0,05), e FGFRL1, NOTCH1 e CCND1 nos casos supratentoriais (p < 0,01). IGF2 apresentou maiores níveis de expressão em crianças e CHST5 em adultos (p < 0,05 em ambos). Foram observados maiores níveis de expressão de FGFRL1 (p < 0,05), CCND1 e IGF2 (p < 0,01 em ambos) em casos com histologia anaplásica. Nenhum dos genes analisados apresentou impacto no tempo livre de progressão ou na sobrevida. A expressão da proteína codificada por CCND1, ciclina D1, também foi avaliada por imuno-histoquímica, por ser uma proteína com expressão aumentada em diversos tipos de neoplasias e não ter ainda um valor prognóstico bem estabelecido em ependimomas. Houve correlação entre expressão de ciclina D1 a nível de mRNA e da proteína (p < 0,0001). As correlações entre ciclina D1 e histologia anaplásica e localização supratentorial foram confirmadas pela análise proteica (p < 0,0001 em ambos). Adicionalmente, foi também observada maior expressão de ciclina D1 em pacientes mais jovens (p < 0,01). A maior expressão de ciclina D1 em tumores com localização supratentorial foi independente do grau histológico e da idade do paciente. Recidiva foi mais frequente em casos com maiores níveis de expressão de ciclina D1 (p < 0,05), embora umamaior correlação com tempo livre de progressão foi observada apenas em casos com ressecção completa (p < 0,001). Os ependimomas apresentaram expressão gênica diferencial de acordo com idade, localização do tumor e grau histológico nesse estudo. A determinação dos níveis da expressão de ciclina D1 pode ser útil para guiar o seguimento e tratamento dos casos supratentoriais com ressecções completas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.06.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2502699-10W4.DB8 SP.USP FM-2 A567es 2014
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANDRADE, Fernanda Gonçalves de; SHINJO, Sueli Mieko Oba. Estudo das alterações na expressão gênica dos ependimomas. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-01092014-154140/ >.
    • APA

      Andrade, F. G. de, & Shinjo, S. M. O. (2014). Estudo das alterações na expressão gênica dos ependimomas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-01092014-154140/
    • NLM

      Andrade FG de, Shinjo SMO. Estudo das alterações na expressão gênica dos ependimomas [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-01092014-154140/
    • Vancouver

      Andrade FG de, Shinjo SMO. Estudo das alterações na expressão gênica dos ependimomas [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-01092014-154140/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: