Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo da aplicação das micro-ondas acopladas ao processo oxidativo avançado Fenton na degradação do corante tartrazina (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SABATINI, NATÁLIA SABES - IQSC
  • USP Schools: IQSC
  • Subjects: QUÍMICA
  • Keywords: FENTON; MICRO-ONDAS; TARTRAZINA
  • Language: Português
  • Abstract: Esta dissertação teve como objetivo estudar o acoplamento das micro-ondas ao pro- cesso Fenton para o tratamento de uma solução de um corante azóico, tartrazina, 300 mg L-1. Para isso, foi realizado um planejamento fatorial 24 para a determinação dos efeitos dos fatores quantitativos: pH, concentração (razão) de Fe2+/H2O2 e va- zão; e do uso das micro-ondas como fator qualitativo, sobre o tratamento. A variável- resposta utilizada foi a porcentagem de descoramento obtida pela área sob o espec- tro de absorção na região do visível (400 a 700 nm). Os resultados indicaram que o único fator estatisticamente significativo foi o pH. A partir dessa informação, outras avaliações foram realizadas a fim de se reforçar o resultado obtido. Realizaram-se análises de mineralização, ecotoxicidade e cromatografia liquida de alta eficiência, nas melhores condições de tratamento a fim de se comparar os processos Fenton e Fenton acoplado às micro-ondas: [Fe2+] = 1,2 mmol L-1, [H2O2] = 12 mmol L-1, pH 6 e tempo de reação de 25 min. Não foram observadas diferenças significativas de mi- neralização entre os processos Fenton e Fenton acoplado às micro-ondas, assim como na cromatografia liquida de alta eficiência e na ecotoxicidadeEm condições intermediárias utilizadas no planejamento experimental [Fe2+] = 1,0 mmol L-1, [H2O2] = 10 mmol L-1 e pH 7, variou-se a potência do forno de micro-ondas de 244,2 a 628,0 W e o tempo de residência de 7 a 90 s. Também não houve diferença signifi- cativa, tanto no desempenho de descoramento quanto na mineralização. Usando-se uma lâmpada de descarga sem eletrodo por 25 min após a reação de Fenton, mais uma vez não houve diferença significativa entre os processos Fenton e foto-Fenton. Conclui-se, portanto, que dentro da faixa estudada as micro-ondas não interferiram no processo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.06.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IQSC30800039447T2726
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SABATINI, Natália Sabes; AZEVEDO, Eduardo Bessa. Estudo da aplicação das micro-ondas acopladas ao processo oxidativo avançado Fenton na degradação do corante tartrazina. 2014.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2014.
    • APA

      Sabatini, N. S., & Azevedo, E. B. (2014). Estudo da aplicação das micro-ondas acopladas ao processo oxidativo avançado Fenton na degradação do corante tartrazina. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Sabatini NS, Azevedo EB. Estudo da aplicação das micro-ondas acopladas ao processo oxidativo avançado Fenton na degradação do corante tartrazina. 2014 ;
    • Vancouver

      Sabatini NS, Azevedo EB. Estudo da aplicação das micro-ondas acopladas ao processo oxidativo avançado Fenton na degradação do corante tartrazina. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: