Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Novas percepções sobre o uso de lecitina de soja na criopreservação e fertilidade de espermatozoide bovino (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: RODRIGUES, MARIANA DE PAULA - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Subjects: BOVINOS; CRIOPRESERVAÇÃO ANIMAL; SÊMEN ANIMAL
  • Keywords: Ácido ascórbico; Antioxidant; Antioxidante; Ascorbic acid; Diluidor seminal; Egg yolk; Gema de ovo; Semen extender; Superoxide dismutase; Superóxido dismutase
  • Language: Português
  • Abstract: A grande demanda por proteína animal e a importância que a criação bovina exerce sobre a economia nacional, vêm exigindo eficientes sistemas de produção. A preservação e disseminação da genética do rebanho bovino dependem de biotecnologias como a criopreservação espermática, inseminação artificial e fertilização in vitro. No entanto, atualmente muito tem sido discutido sobre o uso da gema de ovo nos diluidores seminais. Pois apresentam variabilidade em sua composição e risco de contaminação microbiológica. Em contrapartida, apesar dos diluidores sintetizados com lecitina de soja não fornecerem esses riscos, seus resultados não são muito satisfatórios na criopreservação espermática bovina. Com base na hipótese de que a suplementação do diluidor seminal à base de lecitina de soja com antioxidantes, preserve as características das células espermáticas de maneira tão eficiente quanto à gema de ovo, o objetivo do presente experimento foi comparar o efeito do diluidor à base de gema de ovo com o diluidor à base de lecitina de soja (com e sem antioxidantes), sobre a manutenção da funcionalidade e fertilidade de amostras espermáticas bovinas criopreservadas. Para tal, foram utilizadas amostras seminais de 20 touros Brangus, cujas colheitas foram realizadas pelo método de eletroejaculação e as amostras foram diluídas em 4 grupos de diluidores: LElecitina de soja (sem a adição de antioxidantes); LAlecitina de soja suplementada com ácido ascórbico (AA, 4,5mM); LS lecitina de sojasuplementada com superóxido dismutase (SOD, 60UI/mL) e GOgema de ovo (sem adição de antioxidantes). O sêmen foi então, criopreservado de maneira automatizada. As amostras foram descongeladas e analisadas quanto aos testes laboratoriais de motilidade computadorizada do espermatozóide (CASA); integridade de membrana plasmática (eosina/nigrosina); integridade de membrana acrossomal (fast Green/ rosa bengala); atividade citoquímica mitocondrial (DAB); susceptibilidade do DNA à desnaturação (SCSA); índice de estresse oxidativo induzido (TBARS). Além disso, foram realizados testes para verificar o potencial de fertilidade das amostras espermáticas criopreservadas. A fertilidade in vivo foi realizada pela técnica de inseminação artificial em tempo fixo (IATF), utilizando 450 fêmeas bovinas, seguido de exame ultrassonográfico para avaliação de prenhez. Teste de fertilidade in vitro, foi realizado pela técnica de produção in vitro de embriões (PIV) com o uso de ovários de frigoríficos, a classificação do desenvolvimento embrionário e a avaliação da motilidade espermática foram promovidas no decorrer do processo. Os resultados demonstraram que o diluidor LE apresentou efeito na proteção espermática de maneira semelhante ao diluidor GO. No entanto a suplementação desse primeiro com antioxidantes é uma alternativa para melhorar ainda mais esse processo, já que a taxa de prenhez obtida nos grupos LA e LS é satisfatória em um programa de IATF. Ainda o grupo LS foi o que apresentoumelhores resultados no processo de PIV. Concluindo que o diluidor à base de lecitina de soja suplementado com o antioxidante superóxido dismutase seria uma opção para a substituição definitiva dos diluidores sintetizados com gema de ovo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.02.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300048529T.2920 FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RODRIGUES, Mariana de Paula; ARRUDA, Rubens Paes de. Novas percepções sobre o uso de lecitina de soja na criopreservação e fertilidade de espermatozoide bovino. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-25072014-143312/ >.
    • APA

      Rodrigues, M. de P., & Arruda, R. P. de. (2014). Novas percepções sobre o uso de lecitina de soja na criopreservação e fertilidade de espermatozoide bovino. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-25072014-143312/
    • NLM

      Rodrigues M de P, Arruda RP de. Novas percepções sobre o uso de lecitina de soja na criopreservação e fertilidade de espermatozoide bovino [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-25072014-143312/
    • Vancouver

      Rodrigues M de P, Arruda RP de. Novas percepções sobre o uso de lecitina de soja na criopreservação e fertilidade de espermatozoide bovino [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-25072014-143312/