Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Correlação da atividade física espontânea com a composição corporal, a capacidade funcional e a qualidade muscular em idosos com caquexia associada ao câncer (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANTOS, ANDRÉ FILIPE JUNQUEIRA DOS - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: IDOSOS; NEOPLASIAS; DESNUTRIÇÃO; ATIVIDADE FÍSICA; COMPOSIÇÃO CORPORAL; CAPACIDADE FUNCIONAL
  • Language: Português
  • Abstract: O envelhecimento está associado com o aumento dos casos de câncer, sendo que um dos aspectos mais graves desta doença é a síndrome câncer caquexia. A caquexia é definida como uma síndrome multifatorial caracterizada pela perda de massa muscular, com ou sem a perda de gordura associada, que não poder ser totalmente revertida pela suplementação nutricional e promove progressiva perda funcional. Estudar a atividade física espontânea de idosos não caquéticos ecaquéticos, por actigrafia de nova geração, e verificar sua correlação com a composição corporal, o volume muscular da coxa, a força muscular de membros superior e inferior, a qualidade muscular e a capacidade funcional. Estudo de corte transversal exploratório. Participaram do estudo 45 idosos (12 mulheres e 12 homens não caquéticos e 11 mulheres e 10 homens caquéticos) com idade superior a 65 anos. Foi mensurado o peso corporal, a estatura, as circunferências de cintura, quadril e braço, a função cognitiva (MEEM), a composição corporal (DXA), o volume muscular do quadríceps (IRM), a força de preensão manual (handgrip), a força de membro inferior (cadeira isométrica) e os testes de capacidade funcional: o short physical performance battery (SPPB), o teste de caminhada de 6 minutos (TC6), o ‘VO IND.2’ pico e as Atividade instrumentais de Vida Diária (AIVD). Os parâmetros de atividade física espontânea (tempo sedentário, em pé, caminhando, número de transições e de passas e o gasto energético) foram avaliados usando um acelerômetro triaxial (ActivPAL), que foi fixado na região médio-anterior da coxa direita durante 7 dias consecutivos. A qualidade muscular foi calculada dividindo-se a força muscular do membro pela massa muscular do membro correspondente. A média de idade altura nexo e IMC dos grupos foram: idosas não caquéticos 73.3±5,5 anos, 1,5±0,1 m, 62,4±12,1 kg e 27.1±4,80kg/m²:idosas caquéticas 75,50±5,7 anos, 1,5±0,1 m, 45,4±7,8 kg e 19,3±3,9kg/m²; idosos não caquéticos 72,0±4,9 anosa 1,7±0,1 m, 79,2±15,8 kg e 27,3±5,2kg/m²; idosos caquéticos 74,2±5,8 anos, 1,6±0,1 m, 50,8±10,50 kg e 20,40±3,5kg/m². As idosas e os idosos caquéticos apresentaram menor massa gorda, massa muscular e volume muscular da coxa (p < 0,01); além disso demonstravam menor força muscular em membro inferior, pior qualidade muscular e pior desempenho nos testes funcionais: TC6, SPPB e AIVD (p 0,01). Quanto a atividade física espontânea, as idosas e idosos caquéticos apresentaram maior tempo sedentário (p <0,05), menor tempo andado, menor número de passos e menor gasto energético (p < 0,05), sendo que não houve diferença no número de transições entre as idosas caquéticas e não caquéticas. Em relação ao número de passos/dia e ao gasto energético, as idosas e os idosos não caquéticos somaram em média 8 mil passos e gastaram 2 METs/dia a mais em relação as idosas e idosos caquéticos (p<0,001). A massa muscular teve associação positiva com o tempo sedentário em idosos e idosas não caquéticas e o TC6 correlação negativa com o tempo sedentário em idosos e idosas não caquéticas As idosas e os idosos caquéticos apresentaram piores desempenhos nos parâmetros de atividade física espontânea, na força muscular e nos testes de capacidade funcional
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.04.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200066310Santos, André Filipe Junqueira dos
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, André Filipe Junqueira dos; FERRIOLLI, Eduardo. Correlação da atividade física espontânea com a composição corporal, a capacidade funcional e a qualidade muscular em idosos com caquexia associada ao câncer. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Santos, A. F. J. dos, & Ferriolli, E. (2014). Correlação da atividade física espontânea com a composição corporal, a capacidade funcional e a qualidade muscular em idosos com caquexia associada ao câncer. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Santos AFJ dos, Ferriolli E. Correlação da atividade física espontânea com a composição corporal, a capacidade funcional e a qualidade muscular em idosos com caquexia associada ao câncer. 2014 ;
    • Vancouver

      Santos AFJ dos, Ferriolli E. Correlação da atividade física espontânea com a composição corporal, a capacidade funcional e a qualidade muscular em idosos com caquexia associada ao câncer. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: