Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Material particulado de regiões canavieiras: caracterização química, identificação de marcadores, implicações ambientais e na saúde (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: URBAN, ROBERTA CERASI - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Subjects: CANA-DE-AÇÚCAR; ATMOSFERA; IMPACTOS AMBIENTAIS; QUÍMICA AMBIENTAL; QUÍMICA ATMOSFÉRICA
  • Keywords: atmospheric particulate matter; chemical markers; chemical speciation; especiação química; marcadores químicos; material particulado atmosférico; sugar cane
  • Language: Português
  • Abstract: Apesar da crescente mecanização, a queima da palha da cana-de-açúcar no Estado de São Paulo ainda emite elevada carga de material particulado (MP) para a atmosfera. Este trabalho objetiva a caracterização química desse MP, para avaliar sua importância em termos ambientais e na saúde. Amostras de MP coletadas em Ourinhos e Araraquara apresentaram concentrações dos marcadores de queima de biomassa: levoglucosano (L), manosano (M) e galactosano (G), maiores e mais variadas nos períodos noturno e de safra, devido à maior intensidade das queimadas. As concentrações médias obtidas para amostragens de 24h (ng m-3; n=73) foram de: L=116±82, M=16,4±14,7 e G=10,7±9,3. Levoglucosano foi determinado predominantemente em partículas finas (58-89%), enquanto os outros dois anidroaçúcares tiveram distribuição mais homogênea. A correlação linear entre L e K+ foi fraca, e a razão L/K+ foi menor que na Amazônia, indicando a presença de partículas de solo. A razão L/M (9±5; n=105) reforça a importância da queima de cana-de-açúcar na formação do MP, e pode ser útil para a caracterização do tipo de biomassa queimada e do processo de combustão. No estudo de especiação química foi identificado que os n-alcanos variaram de 0,24 a 118 g m-3, sendo as razões de diagnóstico aplicadas aos homólogos n-alcanais, n-alcanonas, n-alcanóis e ácidos n-alcanóicos decisivas para comprovar que a queima de biomassa foi a fonte dominante de MP para a atmosfera. A soma das concentrações dos hidrocarbonetos policíclicos aromáticos nas amostras variou de 2 a 39 ng m-3, sendo o reteno o mais abundante (14-84%). Para quatro das seis amostras de safra analisadas, o índice benzo(a)pireno equivalente foi superior (2,3; 1,9; 1,6 e 1,1 ng m-3) ao valor limite recomendado pela Organização Mundial da Saúde (1,0 ng m-3), demonstrando que a queima da cana-de-açúcar pode emitir concentrações preocupantesde compostos com potencial carcinogênico e mutagênico. A emissão de compostos orgânicos para atmosfera foi de até 123 µg m-3 na safra e 0,82 µg m-3 na entressafra. As maiores concentrações de compostos polares foram observadas em amostras de safra, porém, em termos percentuais, a proporção de n-alcanos chegou a 96%. No entanto, em termos absolutos, a massa de carbono orgânico solúvel emitida foi maior na safra. A soma das concentrações dos açúcares quantificados por CG-EM correspondeu de 26 a 78% do açúcar total, indicando que a fração hidrofílica do MP pode ser maior que a determinada pelo fracionamento. O caráter hidrofílico do MP emitido durante a queima de cana-de-açúcar pode influenciar na formação de núcleos de condensação de nuvens e no regime de chuvas regional
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.03.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800048768Urban, Roberta Cerasi
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      URBAN, Roberta Cerasi; CAMPOS, Maria Lucia Arruda de Moura. Material particulado de regiões canavieiras: caracterização química, identificação de marcadores, implicações ambientais e na saúde. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59138/tde-05052014-102228/ >.
    • APA

      Urban, R. C., & Campos, M. L. A. de M. (2014). Material particulado de regiões canavieiras: caracterização química, identificação de marcadores, implicações ambientais e na saúde. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59138/tde-05052014-102228/
    • NLM

      Urban RC, Campos MLA de M. Material particulado de regiões canavieiras: caracterização química, identificação de marcadores, implicações ambientais e na saúde [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59138/tde-05052014-102228/
    • Vancouver

      Urban RC, Campos MLA de M. Material particulado de regiões canavieiras: caracterização química, identificação de marcadores, implicações ambientais e na saúde [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59138/tde-05052014-102228/