Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O português afro-indígena de Jurussaca/PA: revisitando a descrição do sistema pronominal pessoal da comunidade a partir da textualidade (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, JAIR FRANCISCO CECIM DA - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Subjects: LÍNGUAS INDÍGENAS; PORTUGUÊS DO BRASIL; GRAMÁTICA; PRONOME PESSOAL
  • Keywords: Afro-Indigenous portuguese; Comunidade quilombola de Jurussaca; Ethnolinguistics; Etnolinguística; Jurussaca maroon community; Português afro-indígena; Pronominal system; Sistema pronominal
  • Language: Português
  • Abstract: Nesta tese toma-se como objetivo revisitar o sistema pronominal pessoal do Português Afroindígena, o Português Vernacular Brasileiro empregado em comunidades aquilombadas do norte do Brasil, como Jurussaca/Pa, que apresenta como traço marcante a formação étnica negra e indígena. Assume-se uma abordagem não monolítica de estudos do português, corroborando a hipótese de contínuo dialetal português vernacular brasileiro do Pará, que insere a Comunidade de Jurussaca em um de seus extremos: a do português afro-brasileiro. Como referencial teórico-metodológico utiliza-se a interface entre (a) a etnolinguística, que estuda a relação entre a cultura e a língua de um grupo, através de pesquisas etnográficas na Comunidade; e (b) a análise do discurso na perspectiva bakhtiniana, que afirma que o uso da língua se concretiza efetivamente em todas as atividades humanas através de enunciados orais e escritos. Nesse sentido, a proposta é identificar e analisar os gêneros discursivos, tanto orais quanto escritos, a fim de revisitar o sistema pronominal pessoal na Comunidade na textualidade de Jurussaca pesquisas anteriores se detiveram apenas em gêneros orais. Três esferas discursivas são propostas na Comunidade: a Social (gêneros entrevista e ladainha), a Institucional (gênero Ata) e a Escolar (gêneros caderno escolar, redação escolar, carta pessoal, jornal escolar). A pesquisa na Comunidade Quilombola de Jurussaca permitiu produzir um conjunto de material que não abrangeu a totalidade dasócio-história de Jurussaca, no entanto faculta uma ideia significativa dessa sócio-história, e resultou nas seguintes conclusões: (a) com base na morfologia territorial de Jurussaca, que se assemelha aos aldeamentos indígenas Timbira, levanta-se a hipótese de que os grupos indígenas que contribuíram para a formação do povo de Jurussaca pertença ao grupo Jê. Contudo, não se descarta a possível presença de indivíduos/etnia(s) Tupi na formação dessa Comunidade. Somadas às pesquisas que já apontam para as ligações étnico-africanas dessa Comunidade, afirma-se que deve-se referenciá-la como afro-indígena e não como afro-brasileira. Nas pesquisas, observam-se a forma de 1ª. pessoa do plural nós, que é atestada em todas as posições sintáticas em PVBJ. Nós foi atestada em gêneros em que não se esperaria que tal pessoa estivesse presente como o gênero ata , reforçando não só que o traço de 1ª. pessoa seja um traço forte na fala do PVBJ, mas ainda que seja uma forma marcada nessa variedade. As formas clíticas de 3ª. pessoa acusativa o/a e dativa (e expletiva) lhe foram encontradas nos dados da Comunidade, no entanto só se realizaram em três gêneros específicos: redação, carta e ata, verificando, nesses gêneros, a influência da norma brasileira. Constata-se que a produção desses clíticos em Jurussaca corrobora que essas formas não sejam possivelmente da gramática dos falantes de Jurussaca, mas sim parte de sua competência linguística. (c) e a constatação mais relevante é que omaterial coletado e que faz parte do acervo desta Tese é resultado de pesquisas em fontes primárias, como, por exemplo, o gênero ata, que foi apreendido por meio do Livro Ata da Associação dos Pequenos e Mini Produtores do Jurussaca. Entende-se que esta pesquisa contribui não apenas com o alargamento do entendimento de uma variedade vernacular do norte do país, o Português Afro-indígena; mas ainda com a ampliação do escopo de investigação acerca do Português Brasileiro
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.03.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH2644699-3012663N
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Jair Francisco Cecim da; BARZOTTO, Valdir Heitor; OLIVEIRA, Márcia Santos Duarte de. O português afro-indígena de Jurussaca/PA: revisitando a descrição do sistema pronominal pessoal da comunidade a partir da textualidade. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-28052014-123049/ >.
    • APA

      Silva, J. F. C. da, Barzotto, V. H., & Oliveira, M. S. D. de. (2014). O português afro-indígena de Jurussaca/PA: revisitando a descrição do sistema pronominal pessoal da comunidade a partir da textualidade. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-28052014-123049/
    • NLM

      Silva JFC da, Barzotto VH, Oliveira MSD de. O português afro-indígena de Jurussaca/PA: revisitando a descrição do sistema pronominal pessoal da comunidade a partir da textualidade [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-28052014-123049/
    • Vancouver

      Silva JFC da, Barzotto VH, Oliveira MSD de. O português afro-indígena de Jurussaca/PA: revisitando a descrição do sistema pronominal pessoal da comunidade a partir da textualidade [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-28052014-123049/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: