Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Expressão gênica do IGF2 e IGF1R em tumores adrenocorticais pediátricos e avaliação funcional do receptor IGF1 em linhagem de carcinoma adrenocortical (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LIRA, RÉGIA CAROLINE PEIXOTO - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: TUMOR CARCINOIDE; NEOPLASIAS DO CÓRTEX SUPRARRENAL; EXPRESSÃO GÊNICA
  • Language: Português
  • Abstract: OBJETIVOS: No presente estudo, foi avaliado o perfil de expressão gênica do IGF2 e IGF1R em 60 tumores adrenocorticais pediátricos e 12 tumores adrenocorticais de adultos, assim como suas associações com parâmetros clínicos e patológicos e correlações com componentes da via Wnt/beta-catenina. Foi investigada a expressão proteica do IGF1R em 45 tumores pediátricos por imunoistoquímica. Além disso, foram realizados ensaios funcionais após inibição do IGF1R pelo OSI-906 na linhagem de carcinoma adrenocortical NCI-H295A. RESULTADOS: Foi observada hiperexpressão significante do IGF2 nos tumores pediátricos quando comparados às amostras não neoplásicas (P < 0,001). A expressão do IGF1R foi semelhante entre os tumores pediátricos e as amostras não neoplásicas, porém foi menor nos tumores de adultos (P < 0,001). Os pacientes pediátricos com recidiva metástase apresentaram maiores níveis de IGF1R (P = 0,031), especialmente aqueles com escore de Weiss ≥ 3 (P = 0,018). A expressão do IGF1R teve correlação positiva com as expressões do MYCC (P < 0,001), AXIN1 (P = 0,009), SFRP1(P = 0,034) e CTNNB1 (P = 0,052) e correlação negativa com WNT4 (P = 0,031). A imunorreatividade para IGF1R foi moderada/intensa em 62,2% dos tumores analisados e sem correlações com os níveis de RNAm. O tratamento com OSI-906 reduziu de maneira significante as expressões do PI3K, MAPK1, CTNNB1 e SFRP1 após 6 horas, induziu a expressão gênica do IGF1R com 6 horas e elevou os níveis proteicos do IGF1R após 6 e 24 horas de tratamento. A proliferação celular foi reduzida de maneira significaste após 48 e 72 horas e a taxa de apoptose aumentou de maneira dose-dependente após 72 horas de tratamento com OSI-906. CONCLUSÕES: A hiperexpressão do IGF2 nos tumores adrenocorticais pediátricos não foi associada com as variaveis clínicas e patológicas. Por outro lado, a hiperexpressão do IGF1R apresentousignificante associação com tumores de crianças com recidiva metástase. A expressão do IGF1R apresentou correlações com genes da via Wnt/beta-catenina, sugerindo co-ativação de ambas as vias nos tumores adrenocorticais pediátricos. A inibição do IGF1R induziu modificações nas expressões de genes das vias IGF e Wnt/beta-catenina, reduziu a proliferação celular e promoveu apoptose nas células NCI-H295A, confirmando o potencial do IGF1R com alvo terapêutico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.04.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200066285Lira, Régia Caroline Peixoto
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIRA, Régia Caroline Peixoto; SCRIDELI, Carlos Alberto. Expressão gênica do IGF2 e IGF1R em tumores adrenocorticais pediátricos e avaliação funcional do receptor IGF1 em linhagem de carcinoma adrenocortical. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Lira, R. C. P., & Scrideli, C. A. (2014). Expressão gênica do IGF2 e IGF1R em tumores adrenocorticais pediátricos e avaliação funcional do receptor IGF1 em linhagem de carcinoma adrenocortical. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Lira RCP, Scrideli CA. Expressão gênica do IGF2 e IGF1R em tumores adrenocorticais pediátricos e avaliação funcional do receptor IGF1 em linhagem de carcinoma adrenocortical. 2014 ;
    • Vancouver

      Lira RCP, Scrideli CA. Expressão gênica do IGF2 e IGF1R em tumores adrenocorticais pediátricos e avaliação funcional do receptor IGF1 em linhagem de carcinoma adrenocortical. 2014 ;