Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A influência do exercício físico no padrão de marcha associada ou não à dupla-tarefa em idosos (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANTOS, PAULO FERREIRA DOS - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: CINEMÁTICA; POSTURA (CONTROLE); TRABALHO; ENVELHECIMENTO; EQUILÍBRIO (EXERCÍCIOS)
  • Language: Português
  • Abstract: As alterações na marcha e no controle postural, advindas da execução de duplas-tarefas somada ao processo de envelhecimento, aumentam o risco de quedas. Assim, estudos ainda buscam intervenções eficazes para preservar a independência dos idosos e, consequentemente prevenir as quedas. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência do exercício físico no padrão de marcha associada ou não as duplas-tarefas em idosos. Participaram do estudo pessoas acima de 60 anos, de ambos os sexos, randomizados em: Grupo supervisionado (n=21) realizou atividade física supervisionada durante 20 encontros; Grupo domiciliar (n=20), realizou 2 sessões supervisionadas e 18 sessões domiciliares; Grupo controle (n=18), não realizou atividade física direcionada no período do programa de intervenção. Para a avaliação cinemática foi utilizado um sistema com 8 câmeras Qualisys Pro-Reflex Oqus 300®) e marcadores esféricos fixados nos pés dos idosos; foram coletados os dados antropométricos (massa corporal e altura) e aplicados os questionários: Baecke modificado para idosos e questionário sobre o histórico de quedas. No processo de avaliação, as variáveis espaço-temporais da marcha (velocidade, cadência, comprimento do passo, duração da fase de apoio simples, duração da fase de duplo apoio e altura do passo) foram analisadas em três situações distintas: marcha habitual, marcha associada à tarefa motora-cognitiva e marcha associada à tarefa cognitiva. Adicionalmente foi analisada a variabilidade da marcha intra-indivíduos. O programa de intervenção seguiu o modelo: 5 minutos de aquecimento, 10 minutos de alongamento, 35 minutos de treino de equilíbrio dinâmico e 5 minutos de relaxamento; ocorrendo progressões na 4ª e 7ª semanas de treino. Para o tratamento dos dados foi empregado o método por intenção de tratar (IT) e para análise estatística foi utilizado regressão linear com efeitosmistos (efeitos aleatórios e fixos) e comparações por contrastes ortogonais, adotando nível de significância de 5% (p<0,05). Com isso observou-se que, após o período de intervenção, o nível de atividade física aumentou nos grupos controle e domiciliar; os caidores diminuíram em 50% no grupo domiciliar e aumentaram em 66% no grupo controle; o grupo supervisionado obteve diminuição da largura do passo e aumento na altura do passo na marcha habitual. Ainda, após o período de intervenção, os grupos supervisionado e domiciliar tiveram menor variabilidade dos parâmetros espaço-temporais da marcha nas tarefas de marcha habitual, dupla-tarefa motora-cognitiva e dupla-tarefa cognitiva, sendo que ambos os grupos obtiveram melhor padrão da marcha nas duplas-tarefas, pós-intervenção. Desta forma, podemos concluir que o programa de treinamento de equilíbrio proposto neste estudo foi relevantemente efetivo para a diminuição da variabilidade do padrão de marcha dos idosos em condições de marcha habitual, de dupla-tarefa cognitiva e de dupla-tarefa mista (motora-cognitiva), entretanto pouco representativos foram os valores médios relativos às variáveis da marcha, estabelecendo a variabilidade como um fator mais sensível à intervenção de equilíbrio e um importante desfecho no estudo da marcha. Ainda, ambos os modelos de intervenção (supervisionado e domiciliar) foram benéficos para a população estudada, o que demonstra a possibilidade de aplicar estratégias terapêuticas mais adequadas aos idosos. Por fim, os resultados deste estudo fortaleceram a importância do exercício preponderante de equilíbrio para diminuir o risco de quedas e evitar quedas recorrentes na população que está envelhecendo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.04.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200066333Santos, Paulo Ferreira dos
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Paulo Ferreira; ABREU, Daniela Cristina Carvalho de. A influência do exercício físico no padrão de marcha associada ou não à dupla-tarefa em idosos. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Santos, P. F., & Abreu, D. C. C. de. (2014). A influência do exercício físico no padrão de marcha associada ou não à dupla-tarefa em idosos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Santos PF, Abreu DCC de. A influência do exercício físico no padrão de marcha associada ou não à dupla-tarefa em idosos. 2014 ;
    • Vancouver

      Santos PF, Abreu DCC de. A influência do exercício físico no padrão de marcha associada ou não à dupla-tarefa em idosos. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: