Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeitos comportamentais e neuronais agudos da exposição ao campo magnético contínuo em um modelo experimental de Huntington induzido pela lesão unilateral com ácido quinolínico em ratos Wistar (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GIORGETTO, CAROLINA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS; DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL; TRANSTORNOS MOTORES; DEGENERAÇÃO NEURAL
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho teve como objetivo analisar os efeitos comportamentais e morfológicos da exposição ao campo magnético contínuo em um modelo experimental de doença de Huntington. Foram utilizados 68 ratos Wistar, machos, divididos em 6 grupos: GC (controle, n=12), GS (“sham”, n=12), GSM (“sham” magnético, n=8), GL (lesão, n=12), GEPS (polo sul, n=12) e GEPN (polo norte, n=12). O animais passaram por habituação ao Rota Rod durante 3 dias pré-cirúrgicos e por habituação ao monitor de atividade 24 horas antes da cirurgia. Após procedimentos cirúrgicos adequados, os GL, GEPS e GEPN receberam administração de ácido quinolínico (120nmol/2µL) no núcleo estriado esquerdo. Os GS e GSM receberam administração de 2µL de salina na mesma região. Ainda, nos GEPS e GEPN foi implantado no crânio de cada animal um magneto circular de neodímio (8x3mm) com potência de 3200 Gauss e no GSM foi realizado implante do mesmo material, sem estar magnetizado. No 7° dia pós-cirúrgico, os animais foram avaliados em relação à atividade motora espontânea no monitor de atividades, após 5 minutos da injeção subcutânea de apomorfina (2,5 mg/Kg), sendo que os animais do GC não receberam esta injeção, e atividade motora forçada no Rota Rod. Posteriormente aos experimentos os animais foram perfundidos e os encéfalos retirados para histologia. Os resultados da avaliação comportamental espontânea evidenciaram, para o comportamento de distancia percorrida, um aumento significativo do GEPS em relação aos GC, GL e GEPN, e também do GSM e GS em relação ao GC, GL e GEPN. Observamos também uma diminuição significativa do GEPN em relação aos GS, GSM, GL e GEPS [‘F IND.(5,62)’ = 3,19; p<0,05]. Para o tempo de atividade, um aumento significativo do GEPS em relação aos GC e GEPN, e também do GSM e GS em relação ao GC, GL e GEPN. Observamos também uma diminuição significativa do GEPN em relaçãoaos GS, GSM, GL e GEPS [‘F IND.(5,62)’ = 5,46; p<0,05]. Para o comportamento de cruzamentos, um aumento significativo do GEPS em relação aos GC e GEPN e também do GSM e GS em relação ao GC, GL e GEPN. Observamos também uma diminuição significativa do GEPN em relação aos GS, GSM, GL, e GEPS [‘F IND.(5,62)’ = 3,31; p<0,05]. E para o comportamento de giros anti-horários (ipsilaterais a lesão) um aumento significativo dos GL, GEPS e GEPN em relação aos GC, GS e GSM. Observamos também uma diminuição significativa dos GEPN e GEPS em relação ao GL e ainda uma diminuição do GEPN em relação ao GEPS [‘F IND.(5,62)’ = 16,01; p<0,05]. Os resultados referentes ao Rota Rod (atividade motora forçada) revelaram diminuição significativa do tempo de permanência no aparato do GL em relação aos demais GC, GS, GSM, GEPS e GEPN [(‘F IND.(5,62)’ = 5,46; p<0,05)]. A análise histológica revelou uma perda significativa de neurónios no núcleo estriado esquerdo do GL em relação aos demais GC, GS, GSM, GEPS e GEPN [‘F IND.(5,66)’ = 5,13; p<0,05)]. Dessa forma, os resultados obtidos sugerem que a estimulação magnética exerce efeito neuroprotetor, com reversão das alterações comportamentais e morfológicas promovidas pelo ácido quinolínico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.04.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200066269Giorgetto, Carolina
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GIORGETTO, Carolina; ARAÚJO, João Eduardo de. Efeitos comportamentais e neuronais agudos da exposição ao campo magnético contínuo em um modelo experimental de Huntington induzido pela lesão unilateral com ácido quinolínico em ratos Wistar. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-20052014-103123/ >.
    • APA

      Giorgetto, C., & Araújo, J. E. de. (2014). Efeitos comportamentais e neuronais agudos da exposição ao campo magnético contínuo em um modelo experimental de Huntington induzido pela lesão unilateral com ácido quinolínico em ratos Wistar. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-20052014-103123/
    • NLM

      Giorgetto C, Araújo JE de. Efeitos comportamentais e neuronais agudos da exposição ao campo magnético contínuo em um modelo experimental de Huntington induzido pela lesão unilateral com ácido quinolínico em ratos Wistar [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-20052014-103123/
    • Vancouver

      Giorgetto C, Araújo JE de. Efeitos comportamentais e neuronais agudos da exposição ao campo magnético contínuo em um modelo experimental de Huntington induzido pela lesão unilateral com ácido quinolínico em ratos Wistar [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-20052014-103123/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: