Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Potencial de biodegradação de resíduos por Pleurotus spp (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANTOS, JOYCE RIBEIRO DE PAULA - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LSO
  • Subjects: GIRASSOL; TOXICIDADE DO SOLO; RESÍDUOS; FUNGOS
  • Language: Português
  • Abstract: O lodo gerado nas estações de tratamento de água (ETA) possui muitos elementos químicos provenientes dos sólidos em suspensão e dos produtos adicionados durante o processo de tratamento da água. A vinhaça é um resíduo originado da destilação do álcool etílico que apresenta alta BDO, BQO, turbidez, condutividade, alta concentração de sólidos, açúcares e compostos fenólicos. Fungos do gênero Pleurotus são organismos decompositores que por meio de vários mecanismos são capazes de crescer e degradar compostos de composição complexa, presentes nos poluentes ambientais. O presente estudo objetiva avaliar os efeitos proporcionados pelo tratamento por fungos do gênero Pleurotus em uma mistura de lodo de ETA, vinhaça e bagaço de cana-de-açúcar e posteriormente aplicada como aditivo agrícola no plantio de milho e girassol. Foram realizadas análises físicas e químicas do lodo e da vinhaça assim como testes toxicológicos, com organismos padronizados, dos resíduos separadamente e da mistura antes e depois do tratamento fúngico. As plantas foram analisadas quanto às biomassas frescas e secas, o comprimento radicular e da parte aérea e quantificados os elementos químicos por ICP OES. Os resultados caracterizaram o lodo como argiloso, com alta concentração de Fe e Mn e a vinhaça com alta BDO, BQO, turbidez, condutividade, alta concentração de sólidos, açúcares, sulfato, fosfato, K, Ca e Mg. O desenvolvimento de Pleurotus na mistura de resíduos incorporada ao bagaço proporcionou um aumentonas variáveis: taxa germinativa dos cultivares, biomassa fresca e desenvolvimento radicular e aéreo significativo e maiores que o controle, em plântulas avaliadas aos de 30 dias de crescimento. Os elementos se concentraram nas raízes de ambas as culturas com 30 dias de desenvolvimento em misturas tratadas com P. ostreatus, sendo Al, Fe, Ca, K e SO4- os mais concentrados e na parte aérea foram K, Ca e SO4-. Os testes de toxicidade mostram que a toxicidade da vinhaça e do lodo foi maior do que a toxicidade da mistura. A toxicidade da mistura após o crescimento de Pleurotus foi menor do que a toxicidade da mistura sem o crescimento fúngico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.10.2014
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC12700009203SANTOS, J. R. de P.
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Joyce Ribeiro de Paula; MONTEIRO, Regina Teresa Rosim. Potencial de biodegradação de resíduos por Pleurotus spp. 2014.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-11112014-091953/ >.
    • APA

      Santos, J. R. de P., & Monteiro, R. T. R. (2014). Potencial de biodegradação de resíduos por Pleurotus spp. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-11112014-091953/
    • NLM

      Santos JR de P, Monteiro RTR. Potencial de biodegradação de resíduos por Pleurotus spp [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-11112014-091953/
    • Vancouver

      Santos JR de P, Monteiro RTR. Potencial de biodegradação de resíduos por Pleurotus spp [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-11112014-091953/